Antes de mais nada, Tite fez nesta quinta-feira a primeira convocação de 2022 para a seleção brasileira em ano de Copa do Mundo. Sem novos nomes e com Neymar fora por lesão no tornozelo, o treinador divulgou a lista de 26 jogadores para os jogos contra Equador, em Quito, dia 27 de janeiro, e Paraguai, dia 1º de fevereiro, em Belo Horizonte. 

Confira a lista de convocados da seleção brasileira:

  • Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);
  • Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Emerson Royal (Tottenham), Alex Sandro (Juventus) e Alex Telles (Man United);
  • Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Gabriel Magalhães (Arsenal), Marquinhos (PSG) e Thiago Silva (Chelsea);
  • Meio-campistas: Bruno Guimarães (Lyon), Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Gerson (Olympique de Marselha), Everton Ribeiro (Flamengo), Lucas Paquetá (Lyon) e Philippe Coutinho (Aston Villa);
  • Atacantes: Antony (Ajax), Vini Jr (Real Madrid), Rodrygo (Real Madrid), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Atlético de Madrid), Raphinha (Leeds) e Gabriel Barbosa (Flamengo)

Vale lembrar que o Brasil está classificado com cinco rodadas de antecedência e um jogo a menos (por conta da suspensão do jogo contra a Argentina). Assim, a Seleção lidera as Eliminatórias com 35 pontos. Por sua vez, a Argentina é a segunda colocada, com 29, e também carimbou o passaporte para o Qatar.

– Um conjunto temos que avaliar sobre um contexto todo. Não dá para dizer o que é determinante para cada atleta. Tem que pegar o desempenho dos últimos quatro anos. A gente tem as oportunidades. E quando vem aqui ele tem que produzir dessa mesma forma. É o último ano de preparação para a Copa, mas todos esses fatores definem a convocação final – afirmou Tite.


Tite explica convocação da seleção para as Eliminatórias

Depois de anunciar os convocados, Tite concedeu entrevista coletiva na qual explicou algumas convocações. Então, ele falou sobre os jogadores que atuam no Brasil e também de Philippe Coutinho, que recentemente foi para o Aston Villa, da Inglaterra. Além disso, Renan Lodi não foi chamado por não ter se vacinado contra a Covid-19.

– A qualidade técnica do Everton Ribeiro, do Gabriel Barbosa e do Weverton foi muito consistente na Seleção. Eles trazem este legado. Coutinho é um jogador de armação e conclusão importante. Que vai recuperando seu melhor nível. Está em condição de retornar. Uma perspectiva de que ele possa ter a retomada de seu maior nível – disse Tite.

Além disso, Vini Junior também foi um dos principais assuntos da coletiva do comandante da seleção brasileira. Tite destacou a grande fase do atacante do Real Madrid, mas pediu calma com o jovem atleta.

– Neste processo temos que ter o cuidado. Ele vai oscilar. Ele jogou muito contra a Argentina, foi destaque nosso. Já teve o desempenho que tem no Real Madrid. A maturidade do jovem para que ele possa desenvolver e amadurecer. Inclusive com o peso que a camisa da Seleção Brasileira tem – declarou.

Por fim, Tite respondeu a pergunta sobre o favoritismo do Brasil ao título da Copa do Mundo no Qatar. Então, o técnico também falou sobre as principais seleções da Europa e disse que não vê nenhuma delas se destacando.

– O Brasil, junto com algumas seleções, está no primeiro hall (dos favoritos), sim. Se pegar seis seleções, no meu entender, ela está neste hall. Não é a favorita sozinha, mas eu cito. Brasil, França, Inglaterra, Bélgica, Alemanha, Argentina, Itália e Espanha estão entre as postulantes – encerrou.


Atlético-MG acerta com novo técnico e zagueiro Godín

Agora vamos falar sobre o Atlético-MG, que confirmou o argentino Antonio Mohamed como novo treinador. Livre no mercado há mais de um ano, “El Turco” aceitou o convite para substituir Cuca e, a princípio, assinou contrato de um ano com o Galo. Então, ele deve chegar em Belo Horizonte com mais três profissionais da sua comissão técnica.

Vale destacar que o técnico trabalhou no Monterrey até 2020. Por lá, conquistou três títulos e participou do Mundial de Clubes de 2019. Além disso, Mohamed era o técnico do Tijuana, eliminado pelo Atlético na Libertadores 2013, quando o ex-goleiro Victor defendeu o pênalti de Riascos.

De acordo com o Globo Esporte, o novo comandante ainda não tem previsão de chegada ao Brasil. Porém, ele estará presente no início da pré-temporada, que começa na próxima segunda (17 de janeiro). Então, terá como primeira decisão à frente do Galo a Supercopa do Brasil contra o Flamengo, no dia 20 de fevereiro. 

Além disso, o Atlético anunciou um reforço de peso para a zaga: o uruguaio Diego Godín, de 36 anos. Ou seja, o Faraó assinou a rescisão contratual com o Cagliari, da Itália, e já tinha um contrato apalavrado com o Galo até o fim de 2022. Agora, a previsão de chegada dele em Minas Gerais é no próximo sábado, dia 15 de janeiro.

Enquanto não desembarca no Brasil, o capitão do Uruguai segue fazendo um trabalho à parte no complexo esportivo da Celeste. Portanto, Godín carrega na mala a experiência de 15 anos de Europa, onde virou ídolo do Atlético de Madrid. Por fim, o defensor foi Campeão da Copa América pelo Uruguai, em 2011, e disputou três Copas do Mundo (2010, 2014 e 2018).

– Obrigado a todos pelas mensagens de carinho. Até breve! – postou Godín no Instagram.