Estadio Olimpico Nilton Santos

Copa America Zone North

20/06/2021

18:00

Venezuela
Ecuador
Odds are subject to change. Last updated 20/06/2021 17:55.
Odds are subject to change. Last updated 20/06/2021 17:55.

As informações e o palpite para Venezuela x Equador

Em confronto pela terceira rodada da fase de grupos da Copa América 2021, a Venezuela tem o Equador pela frente neste domingo, 20 de junho. O encontro terá como sede o estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro. O início está marcado para 18h (horário de Brasília). As equipes estão na chave B, que tem também Brasil, Colômbia e Peru.

Como funciona a Copa América 2021

A edição 2021 da Copa América é a versão 2020 com um ano de atraso. Ela foi adiada devido à pandemia de Covid-19. Na verdade, nem precisaria ter sido realizada. Afinal, o torneio teve uma edição em 2019. Uma nova versão foi inserida na agenda para que a Confederação Sul-Americana de Futebol passasse a ter seu torneio continental no mesmo ano da Eurocopa. Bastaria cancelar e disputar a Copa América 2024. Porém, com dinheiro recebido pelos direitos de transmissão para TV e patrocínios negociados, a competição foi mantida em um calendário ainda mais apertado.

Em princípio, seria realizada na Argentina e na Colômbia. Os argentinos desistiram devido à crise sanitária no país, que enfrenta o aumento do número de casos de Covid-19. Os colombianos, mergulhados em uma grave crise política, também não tiveram condições de receber o torneio. O Brasil, embora com números de contaminação ainda maiores do que os da Argentina, decidiu sediar a competição, assim como fez em 2019.

A fórmula de disputa, dessa vez, é diferente. Os dez participantes, em vez dos 12 inicialmente previstos (Austrália e Qatar desistiram de participar), foram divididos em dois grupos. Na primeira fase, vão jogar em turno único. Ao final de cinco rodadas, os quatro primeiros de cada chave avançam para a segunda fase. A partir das quartas de final, serão realizadas disputas em jogo único até que seja conhecido o campeão.

O desempenho recente da Venezuela

Ainda encarando um surto de Covid-19 em seu elenco, a Venezuela, que teve que montar um time praticamente novo uma vez que oito dos atletas utilizados como titulares no último jogo que fez nas Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo do Qatar de 2022 mostrou grande progresso de sua estreia, na derrota por 3 a 0 contra o Brasil, para o empate sem gols contra a Colômbia na quinta-feira, 17 de Junho.

Os venezuelanos mantiveram seus sistema defensivo com uma linha de cinco zagueiros. Ele conseguiu impor dificuldades aos colombianos, que tiveram a posse de bola durante 65% do tempo, criaram 23 oportunidades para arremate, mandaram oito delas no alvo. No entanto, não conseguiram fazer a rede balançar. Seis dos tiros foram bloqueados pela Venezuela, mas boa parte da culpa pela falta de gols no jogo foi pela má finalização dos atletas colombianos, que mandaram nove finalizações para fora. A Venezuela pouco ameaçou. Criou dias chances para arremate. Porém, em nenhuma delas acertou o alvo.

O ponto conquistado ao menos foi suficiente deixar os venezuelanos na terceira colocação do grupo B, que tem a seleção brasileira na liderança com seis pontos seguida pela Colômbia com quatro. Os atletas convocados pela Venezuela para a disputa da competição foram:

Goleiros: Wuilker Fariñez (Lens-FRA), Joel Graterol (América de Cali-COL) e Rafael Romo (OH Leuven-BEL).

Defensores: Roberto Rosales (Leganés-ESP), Adrián Martinez (Deportivo La Guaira), Mikel Villanueva (Santa Clara-POR), Luis Mago (Universidad de Chile), Alexander González (Málaga), Ronald Hernández (Atlanta United-EUA), Jhon Chancellor (Brescia-ITA), Nahuel Ferraresi (Moreirense-POR) e Yohan Cumana (Deportivo La Guaira).

Meio-campistas: Tomás Rincòn (Torino-ITA), Yangel Herrera (Granada-ESP), Junior Moreno (DC United-EUA), Cristián Cásseres Jr. (NY Red Bulls-EUA), José Martínez (Philadelphia Union-EUA), Edson Castillo (Caracas), Jefferson Savarino (Atlético-MG), Rómulo Otero (Corinthians), Jhon Murillo (Tondela-POR), Bernaldo Manzano (Deportivo Lara), Richard Celis (Caracas), Yeferson Soteldo (Toronto FC-CAN).

Atacantes: Josef Martínez (Atlanta United-EUA), Fernando Aristeguieta (Mazatlán-MEX), Sergio Córdova (Arminia Bielefeld-ALE) e Jhonder Cádiz (Nashville SC-EUA).

Provável escalação da Venezuela

 

Venezuela na temporada atual

últimos jogos
06/20 202120/0623:00
06/20 202120/06
2-2
-
06/17 202117/0623:00
06/17 202117/06
0-0
-
06/13 202113/0623:00
06/13 202113/06
3-0
-
06/03 202103/0622:00
06/03 202103/06
3-1
-

A forma atual do Equador

Camisa Schalke 04 Bundesliga

Em um grupo com número ímpar de participantes, a cada rodada um fica de fora. Na segunda jornada, foi a vez do Equador ganhar folga. Dessa maneira, a equipe teve mais tempo de preparação para o jogo deste domingo. Algo que claramente mostrou precisar. Afinal, foi derrotada em suas últimas três partidas. As duas primeiras, diante de Brasil (2 a 0) e Peru (2 a 1) valeram pelas Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo do Qatar de 2022.

A mais recente, no domingo 13 de junho, foi pela rodada inaugural da Copa América 2021. Levou 1 a 0 da Colômbia. Gol assinalado por Cardona aos 42 minutos do primeiro tempo. Apesar da derrota, o Equador até mostrou uma leve superioridade no confronto. Contou com a posse de bola por 59% do tempo. Foi o suficiente para criar mais chances de finalização do que os colombianos (8 a 5). No quesito tiro certo, contudo, cada lado mandou a bola no alvo duas vezes.

Sem pontuar, o Equador está na quarta – penúltima – posição do grupo B. Leva vantagem em relação ao Peru, lanterna, por ter o rival saldo de gols inferior. Os atletas convocados para a competição foram:

Goleiros: Alexander Domínguez (Vélez Sarsfield), Pedro Ortiz (Emelec) e Hernán Galíndez (Universidad Católica-EQU);

Defensores: Robert Arboleda (São Paulo), Ángelo Preciado (Genk), Mario Pineida (Barcelona de Guayaquil), Félix Torres (Santos Laguna), Luis León (Barcelona de Guayaquil), Piero Hincapié (Talleres), Xavier Arreaga (Seattle Sounders), Pervis Estupiñán (Villarreal) e Diego Palacios (Los Angeles FC);

Meio-campistas: Jhegson Méndez (Orlando City), Dixon Arroyo (Emelec), Moisés Caicedo (Brighton), Christian Noboa (Sochi-RUS), Alan Franco (Atlético-MG), Gonzalo Plata (Sporting), Ángel Mena (León), Damían Diaz (Barcelona de Guayaquil), Ayrton Preciado (Santos Laguna), José Carabalí (Universidad Católica-EQU) e Fidel Martínez (Tijuana);

Atacantes: Michael Estrada (Toluca), Jordy Caicedo (CSKA Sofia-BUL), Leonardo Campaña (Famalicão-POR), Enner Valencia (Fenerbahçe) e José Hurtado (Independiente del Valle).

Provável escalação do Equador

 

Equador na temporada atual

últimos jogos
07/04 202104/0703:00
07/04 202104/07
3-0
-
06/27 202127/0623:00
06/27 202127/06
1-1
-
06/23 202123/0623:00
06/23 202123/06
2-2
-
06/20 202120/0623:00
06/20 202120/06
2-2
-
06/14 202114/0602:00
06/14 202114/06
1-0
-

Estatísticas de ambas seleções


Prognóstico e palpite final para Venezuela x Equador:

A Venezuela não deverá mudar sua forma de atuar. O Equador dificuldades no setor de criação. Dessa maneira, o prognóstico na igualdade parece ser a melhor opção de palpite para o encontro deste domingo pela terceira rodada da fase de grupos da Copa América 2021.

Prognóstico e palpite final para Venezuela x Equador:

Livescores 4U aoo

Promoções para Copa América 2021

Promoções Copa América

Acompanhe tudo sobre a Copa América 2021