Stadio Olimpico, Rome

EURO Grp. A

11/06/2021

16:00

Turkey
Italy
Odds are subject to change. Last updated 11/06/2021 15:58.
Italy vence
Casa de aposta 1 X 2
Betway
9.00 4.33 1.45
Sportingbet
7.50 4.50 1.44
Odds are subject to change. Last updated 11/06/2021 15:58.

As informações e o palpite para Turquia x Itália

O estádio Olímpico, em Roma, será a sede da partida envolvendo Turquia e Itália, que abre na sexta-feira, 11 de junho, a disputa da décima sexta edição da Eurocopa, o Campeonato Europeu de Futebol, que teve o nome de Euro 2020 mantido apesar do atraso de um ano em seu início devido ao adiamento provocado pela pandemia de Covid-19. O encontro, que tem início marcado para 16h (horário de Brasília), faz parte do grupo A, que conta também com Suíça e País de Gales. Foi liberada a presença de até 23.309 torcedores na partida.

Como funciona a Euro 2020

A edição 2020 da Eurocopa é comemorativa. Celebra os 60 anos de torneio. Seria realizada no ano passado, mas acabou sendo adiada devido à pandemia de Covid-19. A grande novidade é a ausência de uma sede fixa. Os jogos foram compartilhados por vários países com os encontros decisivos sendo reservados para Londres. 

O formato é o mesmo da Euro 2016, que recebeu o acréscimo do número de participantes. São 24 seleções. Elas foram divididas em seis grupos. Jogam, na primeira fase, em turno único. Ao final das três rodadas, as duas primeiras de cada chave avançam para as oitavas de final. Além das 12 classificadas diretamente, entre as terceiras colocadas, as quatro melhores conseguem um lugar na repescagem completando a chave.

A partir de então, em jogos eliminatórios, que podem recorrer à prorrogação de 30 minutos e decisão por pênaltis como critérios de desempates, as equipes vão passando pelo funil até que se defina os dois finalistas. A decisão está marcada para 11 de julho.

O desempenho recente da Turquia

A Turquia garantiu seu lugar na disputa ao ficar em segundo lugar no grupo H das eliminatórias para Euro 2020. Acumulou 23 pontos (sete vitórias, dois empates e uma derrota). Foram dois pontos a menos do que a França, que terminou como campeã da chave. Até chegou a derrotar os franceses, campeões mundiais, no jogo que fez em casa, marcando 2 a 0. No Stade de France, arrancou o empate por 1 a 1. Mas acabou desperdiçando pontos pelo caminho. Eles evitaram que terminasse no primeiro posto.

O desempenho foi comprometido especialmente pelos jogos fora de casa. Dos 15 pontos que disputou na condição de coluna dois nas eliminatórias para Eurocopa, a Turquia colheu dez (três vitórias, um empate e uma derrota). Fez dez gols e teve sua defesa vazada em três ocasiões. O time disputou em março seus três últimos jogos oficiais antes da estreia no torneio continental. Foram duelos pelas jornadas iniciais das Eliminatórias Europeias para Copa do Mundo do Qatar de 2022.

A equipe turca começou sua batalha por um lugar no Mundial de 2022 com uma vitória, em casa, por 4 a 2, em cima da Holanda. Superou a Noruega, do fenômeno Haaland, por 3 a 0, fora de seus domínios, na jornada seguinte. Porém, tropeçou na fraca Letônia quando teve a oportunidade de atuar novamente como mandante. Ficou no 3 a 3. Os sete pontos acumulados a deixaram na liderança do grupo G. Com um ponto a menos, Holanda, Montenegro e Noruega compartilham a vice-liderança da chave.

Amistosos pouco convincentes antes da estreia

A reta final de preparação dos turcos para competição contou com três amistosos. Todos eles diante de rivais pouco ameaçadores para manter a autoestima dos atletas inabalada. Em 27 de maio, a Turquia bateu o Azerbaijão por 2 a 1. Saiu em desvantagem com tento de Makhmudov aos 28 minutos da etapa inicial. Reagiu com rapidez. Dervisoglu, seis minutos depois, e Ayahn viraram o jogo em que tiveram leve superioridade. Quatro dias depois, ficaram no empate sem gols diante de Guiné. Novamente sem grande exibição, mas um pouco melhores. Dessa vez, domínio insuficiente para chegar à vitória.

A série de jogos -treino foi fechada em 3 de junho com o 2 a 0 marcado na frágil seleção da Moldávia. O padrão de desempenho não mudou. Os turcos jogaram para o gasto. Foram fazer os gols apenas na fase final. Ylmaz abriu o placar aos 13 minutos e Under, aos 32 minutos, completou o serviço. O técnico Senol Gunes fez muitas alterações de nomes nos confrontos, mas manteve o padrão tático. Duas linhas de quatro tanto na defesa quanto no meio campo com dois atacantes.

A lista de convocados da Turquia para Euro 2020 conta com:

  • Goleiros: Mert Günok (Istambul Basaksehir), Ugurcan Çakir (Trabzonspor), Altay Bayindir (Fenerbahçe);
  • Defensores: Zeki Çelik (Lille), Çağlar Söyüncü (Leicester), Kaan Ayhan (Sassuolo), Merih Demiral (Juventus), Mert Müldür (Sassuolo), Ozan Kabak (Liverpool), Rıdvan Yılmaz (Beşiktaş), Umut Meraş (Le Havre);
  • Meio-campistas: Yusuf Yazıcı (Lille), Dorukhan Toköz (Beşiktaş), İrfan Can Kahveci (Fenerbahçe), Okay Yokuşlu (West Bromwich), Orkun Kökçü (Feyenoord), Ozan Tufan (Fenerbahçe), Taylan Antalyalı (Galatasaray), Hakan Çalhanoğlu (Milan);
  • Atacantes: Burak Yılmaz (Lille), Cengiz Ünder (Leicester), Enes Ünal (Getafe), Abdülkadir Ömür (Trabzonspor), Kerem Aktürkoğlu (Galatasaray), Halil İbrahim Dervişoğlu (Brentford), Kenan Karaman (Fortuna Düsseldorf).

Provável escalação da Turquia

 

Turquia na temporada atual


A forma atual da Itália

Camisa Schalke 04 Bundesliga

A Itália apresentou campanha perfeita nas eliminatórias para Euro 2020. Venceu os dez jogos que disputou. Só não foi a melhor da disputa por ter sido superada pela Bélgica tanto no quesito gols marcados (37 a 40) quando no número de tentos sofridos (4 a 3). Porém, o desempenho foi mais do que suficiente para terminar na primeira colocação do grupo J. Abriu vantagem de 12 pontos na comparação com a Finlândia, que também conseguiu vaga na fase final do torneio continental. A margem em relação ao time da Grécia, que não conseguiu lugar na disputa, foi de gigantescos 16 pontos.

Os números dos italianos sob a direção de Roberto Mancini, que recebeu a missão de reconstruir a Azurra depois de o time não ter conseguido a classificação para Copa do Mundo da Rússia de 2018. A equipe conseguiu também a classificação para as finais da segunda edição da Liga das Nações da Europa, que serão disputadas no começo de outubro. Também começou em ritmo acelerado nas Eliminatórias Europeias para Copa do Mundo do Qatar de 2022. Em março, superou Irlanda do Norte, Bulgária e Lituânia. Todas por 2 a 0. Assumiu a liderança isolada do grupo C abrindo frente de três pontos na comparação com a Suíça, segunda colocada.

Invicta há 27 jogos

Os italianos optaram por uma preparação mais enxuta. Foram dois jogos amistosos. Na prática, um só teste. Afinal, o primeiro foi diante da seleção de San Marino, número 210 no ranking da Fifa (Federação Internacional de Futebol). A última na listagem. Realizado logo após a convocação, serviu apenas para colocar os jogadores em uma atividade leve após uma temporada bem mais pesada do que a normal em um calendário mais apertado pelos adiamentos provados pela pandemia. A Azurra goleou por 7 a 0 em 28 de maio.

Teste mesmo foi a República Checa, em 4 de junho. Nele, a equipe de Mancini foi aprovada. Marcou 4 a 0. Immobile abriu o placar aos 23 minutos da etapa inicial. Aos 42 minutos, Barella ampliou. Na fase final, Isigne fez o terceiro e Berardi fechou a conta. O encontrou ampliou a sequência invicta dos italianos para 27 jogos. Foram 22 vitórias e cinco empates desde outubro de 2018. A última derrota da seleção italiana aconteceu em 10 de setembro de 2018. Levaram 1 a 0 de Portugal ainda na edição inaugural da Liga das Nações da Europa.

Taticamente, Mancini formou uma equipe no 4-3-3 diante da República Checa. Muito provavelmente deve ser o esquema que utilizará para enfrentar os turcos.

Os jogadores convocados para Euro 2020 foram:

  • Goleiros: Gianluigi Donnarumma (Milan), Alex Meret (Napoli), Salvatore Sirigu (Torino).
  • Defensores: Francesco Acerbi (Lazio), Alessandro Bastoni (Inter), Leonardo Bonucci (Juventus), Giorgio Chiellini (Juventus), Giovanni Di Lorenzo (Napoli), Emerson Palmieri (Chelsea), Alessandro Florenzi (Paris Saint-Germain), Leonardo Spinazzola (Roma), Rafael Toloi (Atalanta).
  • Meias: Nicolò Barella (Inter), Bryan Cristante (Roma), Jorginho (Chelsea), Manuel Locatelli (Sassuolo), Lorenzo Pellegrini (Roma), Stefano Sensi (Inter), Marco Verratti (Paris Saint-Germain).
  • Atacantes: Andrea Belotti (Torino), Domenico Berardi (Sassuolo), Federico Bernardeschi (Juventus), Federico Chiesa (Juventus), Ciro Immobile (Lazio), Lorenzo Insigne (Napoli), Giacomo Raspadori (Sassuolo).

Provável escalação da Itália

 

Itália na temporada atual


Estatísticas de ambas seleções

Prognóstico e palpite final para Turquia x Itália:

Mostrando grande solidez tática e progresso em sua caminhada, a Itália tem o prognóstico em seu sucesso diante da Turquia o palpite indicado para o confronto pela primeira rodada da Euro 2020.

Prognóstico e palpite final para Turquia x Itália:


Promoções para Eurocopa 2021

Promoções Eurocopa

Acompanhe tudo sobre a Eurocopa 2021