Assine a nossa newsletter para receber palpites, novidades e ofertas no seu e-mail

As informações e o palpite para Suíça x Espanha

Depois de superarem eletrizantes batalhas pela sobrevivência nas oitavas de final, Suíça e Espanha abrem nesta sexta-feira, 2 de julho, a disputa das quartas de final da Euro 2020. O encontro terá como palco a Gazprom Arena, em São Petersburgo, na Rússia. O pontapé inicial está marcado para 13h (horário de Brasília). Quem avançar na disputa vai enfrentar no estágio seguinte o vencedor do duelo envolvendo Bélgica e Itália.

Como funciona a Euro 2020

A edição 2020 da Eurocopa é comemorativa. Celebra os 60 anos de torneio. Seria realizada no ano passado, mas acabou sendo adiada devido à pandemia de Covid-19. A grande novidade é a ausência de uma sede fixa. Os jogos foram compartilhados por vários países com os encontros decisivos sendo reservados para Londres. 

O formato é o mesmo da Euro 2016, que recebeu o acréscimo do número de participantes. São 24 seleções. Elas foram divididas em seis grupos na primeira fase. Jogaram em turno único. Ao final das três rodadas, as duas primeiras de cada chave avançam para as oitavas de final. Além das 12 classificadas diretamente, entre as terceiras colocadas, as quatro melhores conseguem um lugar na repescagem completando a chave para as oitavas de final.

A partir de então, todos os jogos passaram a ser eliminatórios. Eles podem recorrer à prorrogação de 30 minutos e decisão por pênaltis como critérios de desempates. As equipes vão passando pelo funil até que sejam definidos os dois finalistas. A decisão está marcada para 11 de julho.

O desempenho recente da Suíça

A Suíça superou a França, campeã mundial e vice-campeã da Euro 2016, na segunda-feira, 28 de junho, na Arena Nacional, em Bucareste, em jogo que esteve com a vitória nas mãos, levou a virada, viu a derrota ser considerada certa, reagiu e acabou conseguindo a classificação na decisão por pênaltis. A montanha russa começou logo aos 15 minutos da etapa inicial quando Seferovic colocou os suíços em vantagem ao marcar após receber assistência de Zuber.

Logo no começo do segundo tempo, a Suíça teve uma grande chance de ampliar a vantagem. No entanto, Rodriguez desperdiçou aos dez minutos a cobrança de pênaltis. Isso pareceu ter abalado a equipe, que dois minutos depois sofreu o gol de empate. Benzema marcou. A França partiu em busca da virada, que não demorou. Mais dois minutos e Benzema voltou a colocar a bola na rede. Aos 30 minutos, Pogba fez o terceiro tento da França. O jogo parecia estar definido.

No entanto, aos 36 minutos, Seferovic fez o segundo gol dos suíços fazendo renascer as esperanças de reação. Aos 45 minutos, Gavranovic marcou o terceiro determinando o empate por 3 a 3 que levou o duelo para prorrogação. No tempo extra, o medo de perder foi maior. As duas seleções evitaram se lançar ao ataque. Apenas três finalizações certas foram registradas. Duas para os franceses. Assim, a decisão foi para os pênaltis. A Suíça, que não acertou a penalidade máxima que teve no tempo regulamentar, converteu todas as suas cinco cobranças. Rodriguez, considerado seu principal batedor, não foi acionado. A França desperdiçou a última, que foi executada por seu maior jogador, o atacante Mbappé.

Apesar da classificação épica, a Suíça perdeu o meia Granit Xhaka, do Arsenal, para o confronto desta sexta-feira. Está suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos. Os atletas convocados para a disputa da Euro 2020 foram:

  • Goleiros: Yann Sommer (Borussia Mönchengladbach), Yvon Mvogo (PSV), Jonas Omlin (Montpellier);
  • Defensores: Manuel Akanji (Dortmund), Loris Benito (Bordeaux), Eray Cömert (Basel), Nico Elvedi (Mönchengladbach), Jordan Lotomba (Nice), Kevin Mbabu (Wolfsburg), Becir Omeragic (FC Zurique), Ricardo Rodríguez (Torino), Fabian Schär (Newcastle United), Silvan Widmer (Basel);
  • Meio-campistas: Christian Fassnacht (Young Boys), Edimilson Fernandes (Mainz), Remo Freuler (Atalanta), Admir Mehmedi (Wolfsburg), Xherdan Shaqiri (Liverpool), Djibril Sow (Eintracht Frankfurt), Ruben Vargas (Augsburg), Granit Xhaka (Arsenal), Denis Zakaria (Mönchengladbach), Steven Zuber (Eintracht Frankfurt);
  • Atacantes: Breel Embolo (Borussia Mönchengladbach), Mario Gavranović (Dínamo Zagreb) e Haris Seferović (Benfica).

Provável escalação da Suíça

 

Suíça na temporada atual

Últimos jogos
11/12 202112/1120:45
11/12 202112/11
1-1
-
10/12 202112/1020:45
10/12 202112/10
0-4
-
10/09 202109/1020:45
10/09 202109/10
2-0
-
09/08 202108/0920:45
09/08 202108/09
0-0
-

A forma atual da Espanha

Camisa Schalke 04 Bundesliga

A Fúria não precisou da decisão por pênaltis, mas teve que correr 120 minutos para eliminar a Croácia nas oitavas de final em duelo que assim como o jogo da Suíça teve seis gols assinalados no tempo regulamentar. A partida com os croatas foi disputada na segunda-feira, 28 de junho, no estádio Parken, em Copenhaguem, na Dinamarca. Teve um gol contra logo aos 20 minutos da primeira fase. Pedri se atrapalhou e deixou a seleção da Croácia na frente.

No entanto, antes mesmo do intervalo a Espanha chegou ao empate. Obra de Sarabia aos 38 minutos. Na fase final, aos 12 minutos, Azpilicueta promoveu a virada. Ferran Torres, 20 minutos depois, ampliou a vantagem. A reação croata aconteceu na reta final. Orsic descontou aos 40 minutos e Pasalic forçou a realização do tempo extra ao deixar o placar em 3 a 3 aos 47 minutos. Marcou após receber assistência de Orsic.

Na prorrogação, entretanto, os espanhóis não deram espaço para emoção. Marcaram logo aos cinco minutos com Morata. Três minutos depois, Oyarzabal fechou a conta. Ambos os tentos foram fruto de assistências de Olmo. Então, restou a tarefa de ampliar a vantagem. O único problema ficou por conta da lesão do defensor Jose Gaya, que virou dúvida para a partida desta sexta-feira. Os atletas convocados pelo técnico Luis Enrique para Euro 2020 foram:

  • Goleiros: Unai Simón (Bilbao), David de Gea (Manchester United) e Robert Sánchez (Brighton);
  • Defensores: José Gayà (Valencia), Jordi Alba (Barcelona), Pau Torres (Villarreal), Laporte (Manchester City), Eric Garcia (Manchester City), Diego Llorente (Leeds United) e Azpilicueta (Chelsea);
  • Meias: Sergio Busquets (Barcelona), Marcos Llorente (Atlético de Madrid), Rodri (Manchester City), Pedri (Barcelona), Thiago Alcântara (Liverpool), Koke (Atlético de Madrid) e Fabián Ruiz (Napoli);
  • Atacantes: Dani Olmo (Leipzig), Mikel Oyarzabal (Real Sociedad), Álvaro Morata (Juventus), Gerard Moreno (Villarreal), Ferrán Torres (Manchester City), Adama Traoré (Wolverhampton) e Pablo Sarabia (PSG).
  • A lista de reservas tem: Álvaro Fernández, Óscar Mingueza, Marc Cucurella, Bryan Gil, Juan Miranda, Gonzalo Villar, Pozo, Brahim, Zubimendi, Yeremy Pino e Javi Puado. Além deles, outros seis atletas já estavam pré-selecionados como possíveis substitutos e podem ser utilizados no torneio. São eles: Rodrigo Moreno, Pablo Fornals, Carlos Soler, Brais Méndez, Raúl Albiol e Kepa Arrizabalaga.

Provável escalação da Espanha

 

Espanha na temporada atual

Últimos jogos
10/06 202106/1020:50
10/06 202106/10
1-2
-
09/05 202105/0920:45
09/05 202105/09
4-0
-

Estatísticas de ambas seleções


Prognóstico e palpite final para Suíça x Espanha:

x

Prognóstico e palpite final para Suíça x Espanha:


Promoções para Eurocopa 2021

Promoções Eurocopa

Acompanhe tudo sobre a Eurocopa 2021