Johan Cruijff Arena

EURO Grp. C

13/06/2021

16:00

Netherlands
Ukraine
Odds are subject to change. Last updated 13/06/2021 15:55.
Odds are subject to change. Last updated 13/06/2021 15:55.
bet365

As informações e o palpite para Holanda x Ucrânia

Contando com a possibilidade de jogar em casa, a Holanda estreia contra a Ucrânia na Euro 2020. O encontro fecha a programação da primeira rodada do grupo C e também do domingo, 13 de junho, terceiro dia de disputa da competição continental. O palco será a Johan Cruijff Arena, em Amsterdã, que poderá receber até 18.315 espectadores. O início está marcado para 16h (horário de Brasília). A chave conta ainda com Áustria e Macedônia do Norte.

Como funciona a Euro 2020

A edição 2020 da Eurocopa é comemorativa. Celebra os 60 anos de torneio. Seria realizada no ano passado, mas acabou sendo adiada devido à pandemia de Covid-19. A grande novidade é a ausência de uma sede fixa. Os jogos foram compartilhados por vários países com os encontros decisivos sendo reservados para Londres. 

O formato é o mesmo da Euro 2016, que recebeu o acréscimo do número de participantes. São 24 seleções. Elas foram divididas em seis grupos. Jogam, na primeira fase, em turno único. Ao final das três rodadas, as duas primeiras de cada chave avançam para as oitavas de final. Além das 12 classificadas diretamente, entre as terceiras colocadas, as quatro melhores conseguem um lugar na repescagem completando a chave.

A partir de então, em jogos eliminatórios, que podem recorrer à prorrogação de 30 minutos e decisão por pênaltis como critérios de desempates, as equipes vão passando pelo funil até que se defina os dois finalistas. A decisão está marcada para 11 de julho.

O desempenho recente da Holanda

A Holanda, que falhou na tentativa de se classificar para Euro 2016, voltou a figurar na fase final do torneio continental ao terminar na segunda posição do grupo C das eliminatórias para Euro 2020. Acumulou 19 pontos (seis vitórias, um empate e uma derrota). Foram dois pontos a menos do que a Alemanha, campeã da chave, e seis pontos acima da Irlanda do Norte, terceira colocada e primeira equipe entre as eliminadas.

Na época, todavia, ainda contava com a direção de Ronald Koeman, que acabaria por deixar a seleção para assumir o comando do Barcelona. Frank de Boer assumiu o lugar e fracassou em sua primeira missão. Ficou fora das finais da segunda edição da Liga das Nações da Europa. Com 11 pontos (três vitórias, dois empates e uma derrota), a Holanda terminou na segunda posição do grupo 1 da Liga A, que teve a Itália, com um ponto a mais, como campeã. Também encontrou problemas no início da disputa das Eliminatórias Europeias para Copa do Mundo do Qatar de 2022. Na estreia, a Holanda levou 4 a 2 da Turquia. Reagiu nos jogos seguintes. Bateu 2 a 0 na Letônia e goleou Gibraltar por 7a 0. Com seis pontos, divide com Montenegro e Noruega a vice-liderança do grupo G, que tem os turcos, com sete pontos, na liderança.

Equipe mostra progressos com novo treinador

Os amistosos preparatórios para Euro 2020 mostraram progressos, especialmente na questão da agressividade, com o novo treinador. A Holanda escolheu para seus testes duas seleções cuja principal característica é o forte sistema defensiva. Conseguiu marcar cinco gols. No primeiro duelo, contra a Escócia, também classificada para a fase final do torneio continental, teve mais dificuldades. Ficou no empate por 2 a 2. Mas se recuperou após estar duas vezes em desvantagem no placar.

Com a posse de bola por 60% do tempo, conseguiu criar mais do que o dobro de chances para arremate (11 a 5), ainda que no item tiro certo, houve igualdade (três para cada lado). Diante da Geórgia, que nas Eliminatórias Europeias para Copa do Mundo do Qatar impôs grandes dificuldades para Suécia e Espanha, os holandeses fizeram 3 a 0. Novamente tiveram amplo controle de posse de bola (58% do tempo), criaram o dobro de oportunidades de arremate (20 a 10) e melhoraram a qualidade dos tiros (8 acertos contra 3).

De Boer tem utilizado uma formação com cinco defensores, três meio-campistas e dois atacantes. Os jogadores chamados para a disputa da Euro 2020 foram:

  • Goleiros: Jasper Cillessen (Valencia), Tim Krul (Norwich), Maarten Stekelenburg (Ajax)
  • Defensores: Nathan Ake (Manchester City), Daley Blind (Ajax Amsterdam), Matthijs de Ligt (Juventus), Stefan de Vrij (Inter de Milão), Denzel Dumfries (PSV), Jurriem Timber (Ajax), Patrick van Aanholt (Crystal Palace), Joel Veltman (Brighton), Owen Wijndal (AZ Alkmaar)
  • Meias: Frenkie de Jong (Barcelona), Marten de Roon (Atalanta), Ryan Gravenberch, Davy Klaassen (Ajax), Teun Koopmeiners (AZ Alkmaar), Donny van de Beek (Manchester United), Georginio Wijnaldum (Liverpool)
  • Atacantes: Steven Berghuis (Feyenoord), Luuk de Jong (Sevilla), Memphis Depay (Lyon), Cody Gakpo (PSV), Donyell Malen (PSV), Quincy Promes (Spartak Moscou), Wout Weghorst (Wolfsburg).

Provável escalação da Holanda

 

Holanda na temporada atual

últimos jogos
06/06 202106/0618:00
06/06 202106/06
3-0
-
06/02 202102/0620:45
06/02 202102/06
2-2
-
03/27 202127/0318:00
03/27 202127/03
2-0
-
03/24 202124/0318:00
03/24 202124/03
4-2
-

A forma atual da Ucrânia

Camisa Schalke 04 Bundesliga

A Ucrânia foi uma surpresa nas eliminatórias da Euro 2020. No grupo B, que tinha Portugal, campeã da Euro 2016, como grande favorita, terminou na primeira posição e de forma invicta. Acumulou 20 pontos (seis vitórias e dois empates). Foram três pontos a mais do que os portugueses, que garantiram seu lugar na fase final da competição continental com a segunda colocação da chave. A frente em relação aos sérvios, que terminaram no terceiro posto, foi de seis pontos.

Porém, desde então, mostrou significativa queda de rendimento. Depois de subir para Liga A, a divisão de elite da Liga das Nações da Europa, não conseguiu manter seu status. Com seis pontos (duas vitórias e quatro derrotas), terminou na quarta – última – posição do grupo 4 na segunda edição do torneio. Em uma chave que teve a Espanha, com 11 pontos, como campeã, acabou sendo mandada de volta para Liga B.

Nas Eliminatórias Europeias para Copa do Mundo do Qatar de 2022, teve um começo insosso. Empatou com a França, por 1 a 1, no Stade de France. Resultado que até poderia ser considerado bom. Porém, os empates pelo mesmo placar, em casa, contra Finlândia e Cazaquistão na sequência tiraram a importância do ponto conquistado fora de seus domínios. Os três pontos deixaram os ucranianos na segunda posição do grupo D, que tem os franceses na liderança com quatro pontos a mais.

Equipe retoma competitividade antes da estreia

Após ficar sete partidas sem vencer (três derrotas seguidas por quatro empates), em confrontos pelas rodadas finais da segunda edição da Liga das Nações da Europa, na qual foi rebaixada da Liga A para B, os primeiros duelos pelas Eliminatórias Europeias para Copa do Mundo do Qatar de 2022 e um amistoso, a Ucrânia conseguiu quebrar o jejum às vésperas de sua estreia na Euro 2020. Nos dois testes antes da fase final do torneio superou as equipes da Irlanda do Norte e Chipre.

Diante dos norte-irlandeses, marcou 1 a 0 interrompendo a sequência negativa. Em 3 de junho, o sucesso foi obtido com tento de Zubrov aos dez minutos da primeira fase. A margem pequena, no entanto, não mostrou o amplo domínio ucraniano no encontro. Com posse de bola durante 61% do tempo, a Ucrânia criou quase o triplo de chances para finalizar (17 a 6) e foi superior também nos arremates certos (4 a 1). Contra o Chipre, o placar ficou no 4 a 0, em 7 de junho. Nesse caso, a expulsão de Panayiotou aos 36 minutos da fase inicial, ao cometer um pênalti, quando o jogo ainda estava empatado, facilitou as coisas. Yarmolenko converteu a cobrança abrindo o marcador. Zinchenko, em nova penalidade máxima, ampliou aos 47 minutos. Na fase final, Yaremchuk, aos 14 minutos, ampliou e Yarmolenko voltou a colocar a bola na rede aos 20 minutos. Foram 23 arremates dos ucranianos, sendo 12 certos.

O técnico Andrij Shevchenko utilizou uma formação com quatro defensores, três meias e três atacantes. Os jogadores chamados para Euro 2020 foram:

  • Goleiros: Georgiy Bushchan (Dínamo de Kiev), Andriy Pyatov (Shakhtar Donetsk) e Anatolii Trubin (Shakhtar Donetsk);
  • Defensores: Eduard Sobol (Brugge), Illia Zabarnyi (Dínamo de Kiev), Serhiy Kryvtsov (Shakhtar Donetsk), Denys Popov (Dínamo de Kiev), Oleksandr Tymchyk (Dínamo de Kiev), Vitaliy Mykolenko (Dínamo de Kiev), Oleksandr Karavaev (Dínamo de Kiev) e Mykola Matviyenko (Shakhtar Donetsk);
  • Meias: Serhiy Sydorchuk (Dínamo de Kiev), Ruslan Malinovskyi (Atalanta), Mykola Shaparenko (Dínamo de Kiev), Marlos (Shakhtar Donetsk), Yevhen Makarenko (Kortrijk), Oleksandr Zinchenko (Manchester City), Viktor Tsygankov (Dínamo de Kiev), Taras Stepanenko (Shakhtar Donetsk), Andriy Yarmolenko (West Ham), Oleksandr Zubkov (Ferencváros), Heorhii Sudakov (Shakhtar Donetsk), Roman Bezus (Gent);
  • Atacantes: Roman Yaremchuk (Gent), Artem Besedin (Dínamo de Kiev) e Artem Dovbyk (Dnipro).

Provável escalação da Ucrânia

 

Ucrânia na temporada atual

últimos jogos
06/07 202107/0618:00
06/07 202107/06
4-0
-
06/03 202103/0620:00
06/03 202103/06
1-0
-
05/23 202123/0520:00
05/23 202123/05
1-1
-
03/28 202128/0320:45
03/28 202128/03
1-1
-

Estatísticas de ambas seleções


Prognóstico e palpite final para Holanda x Ucrânia:

A Holanda tem mostrado grande instabilidade mesmo durante suas partidas diante de uma Ucrânia com potencial para fazer mais do que vem mostrando em seus jogos mais recentes. Assim, o prognóstico na igualdade acaba sendo boa opção de palpite para o confronto pela primeira rodada do grupo C da Euro 2020.

Prognóstico e palpite final para Holanda x Ucrânia:


Promoções para Eurocopa 2021

Promoções Eurocopa

Acompanhe tudo sobre a Eurocopa 2021