Estadio Nacional de Brasilia

Copa America Zone South

18/06/2021

21:00

Argentina
Uruguay
Odds are subject to change. Last updated 18/06/2021 20:59.
Odds are subject to change. Last updated 18/06/2021 20:59.

As informações e o palpite para Argentina x Uruguai

Com dois reforços no setor ofensivo, a seleção do Uruguai faz nesta sexta-feira, 18 de junho, sua estreia na Copa América 2021. Vai enfrentar a Argentina em duelo que faz parte da segunda rodada do grupo A do torneio que está sendo sediado no Brasil. O encontro terá como palco o estádio Mané Garrincha, em Brasília. A previsão é de que a bola comece a rolar às 21h (horário de Brasília). A chave tem ainda Chile, Bolívia e o Paraguai, que folga na segunda jornada.

Como funciona a Copa América 2021

A edição 2021 da Copa América é a versão 2020 com um ano de atraso. Ela foi adiada devido à pandemia de Covid-19. Na verdade, nem precisaria ter sido realizada. Afinal, o torneio teve uma edição em 2019. Uma nova versão foi inserida na agenda para que a Confederação Sul-Americana de Futebol passasse a ter seu torneio continental no mesmo ano da Eurocopa. Bastaria cancelar e disputar a Copa América 2024. Porém, com dinheiro recebido pelos direitos de transmissão para TV e patrocínios negociados, a competição foi mantida em um calendário ainda mais apertado.

Em princípio, seria realizada na Argentina e na Colômbia. Os argentinos desistiram devido à crise sanitária no país, que enfrenta o aumento do número de casos de Covid-19. Os colombianos, mergulhados em uma grave crise política, também não tiveram condições de receber o torneio. O Brasil, embora com números de contaminação ainda maiores do que os da Argentina, decidiu sediar a competição, assim como fez em 2019.

A fórmula de disputa, dessa vez, é diferente. Os dez participantes, em vez dos 12 inicialmente previstos (Austrália e Qatar desistiram de participar), foram divididos em dois grupos. Na primeira fase, vão jogar em turno único. Ao final de cinco rodadas, os quatro primeiros de cada chave avançam para a segunda fase. A partir das quartas de final, serão realizadas disputas em jogo único até que seja conhecido o campeão.

O desempenho recente da Argentina

A Argentina já abriu sua participação na disputa. Na segunda-feira, 14 de junho, ficou no empate por 1 a 1 com a seleção do Chile. O encontro teve como palco o estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro. Os argentinos conseguiram sair em vantagem. Marcaram aos 33 minutos do primeiro tempo em uma cobrança de falta executada por Messi. A igualdade foi cedida no segundo tempo em cobrança de pênalti. Arturo Vidal não executou bem a penalidade máxima, mas aproveitou o rebote para marcar aos 12 minutos.

A equipe da Argentina conseguiu ser superior no encontro. Criou mais do que o triplo de oportunidades para arremate. Foram 18 tiros contra cinco dos chilenos. No entanto, faltou qualidade. Apenas quatro dos arremates foram na direção certa. Já a seleção do Chile mandou quatro de suas finalizações no alvo. Um aproveitamento de 80%, o que acabou justificando o placar igual. Na prática, contudo, faz pouca diferença, uma vez que a primeira fase do torneio é praticamente amistosa já que quase todos os times avançam para as quartas de final.

No entanto, diante de um clássico, o técnico Lionel Scaloni não deverá fazer muitas experiências. É bastante provável que coloque em campo seus principais recursos. Ele convocou para o torneio os seguintes atletas:

Goleiros: Agustín Marchesín (Porto), Emiliano Martínez (Aston Villa), Juan Musso (Udinese) e Franco Armani (River Plate); 

Defensores: Nicolás Tagliafico (Ajax), Gonzalo Montiel (River Plate), Germán Pezzella (Fiorentina), Marcos Acuña (Sevilla), Cristian Romero (Atalanta), Lisandro Martínez (Ajax), Nicolas Otamendi (Benfica), Lucas Martínez Quarta (Fiorentina), Nahuel Molina (Udinese);

Meio-campistas: Leandro Paredes (PSG), Rodrigo De Paul (Udinese), Ángel Di María (PSG), Exequiel Palacios (Bayer Leverkusen), Nicolás Dominguez (Bologna), Giovani Lo Celso (Tottenham), Guido Rodríguez (Real Bétis);

Atacantes: Sergio Aguero (Barcelona), Lionel Messi (Barcelona), Nicolás González (Stuttgart), Joaquín Correa (Lazio), Ángel Correa (Atlético de Madrid), Lautaro Martínez (Inter de Milão), Papu Gómez (Sevilla) e Julián Álvarez (River Plate).

Provável escalação da Argentina

 

Argentina na temporada atual

últimos jogos
07/11 202111/0702:00
07/11 202111/07
1-0
-
07/07 202107/0703:00
07/07 202107/07
(3)1-1(2)
-
07/04 202104/0703:00
07/04 202104/07
3-0
-
06/29 202129/0602:00
06/29 202129/06
1-4
-
06/22 202122/0602:00
06/22 202122/06
1-0
-

A forma atual do Uruguai

Camisa Schalke 04 Bundesliga

Com um grupo formado por cinco seleções, a cada jornada uma equipe fica de fora da programação. Na jornada inaugural, coube a seleção do Uruguai receber folga. O técnico Oscar Tabárez teve, dessa maneira, mais tempo para reintegrar ao elenco dois atletas que não puderam ser utilizados nos jogos que fez pelas Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo do Qatar de 2022. O meio-campista De Arrascaeta, do Flamengo, e o atacante Edinson Cavani, do Manchester United.

O primeiro ficou de fora por ter tido exame positivo para Covid-19. Após cumprir o período de isolamento social e receber resultado negativo em novo teste, voltou a treinar com seus companheiros. Assim, para ser utilizado, depende apenas da evolução de seu condicionamento físico, uma vez que ficou sem treinar durante dez dias. O segundo não pode ser utilizado devido à suspensão, mas pode manter a rotina de treinamentos. Os empates sem gols diante de Paraguai (casa) e Venezuela (fora) foram indicações de que fizeram falta.

Cavani é titular inquestionável da equipe. Assim, deverá figurar no time ao lado de Luis Suárez. Já De Arrascaeta segue como dúvida. Não apenas pelas questões físicas, mas por nunca ter contado com esse status na equipe. Os atletas convocados para Copa América 2021 foram:

Goleiros: Fernando Muslera (Fenerbahçe), Martin Campaña (Al-Batin-KSA) e Sergio Rochet (Nacional); 

Defensores: Diego Godín (Cagliari), Martín Cáceres (Fiorentina), José Giménez (Atlético de Madrid), Sebastián Coates (Sporting), Matias Viña (Palmeiras), Giovanni González (Peñarol), Ronald Araújo (Barcelona) e Camilo Cándido (Nacional); 

Meio-campistas: Matías Vecino (Inter de Milão), Nahitan Nández (Cagliari), Rodrigo Bentancur (Juventus), Lucas Torreira (Atlético de Madrid), Giorgian De Arrascaeta (Flamengo), Federico Valverde (Real Madrid), Nicolás De La Cruz (Rirver Plate) e Fernando Gorriarán (Santos Laguna); 

Atacantes: Luis Suárez (Atlético de Madrid), Edinson Cavani (Manchester United), Jonathan Rodríguez (Cruz Azul), Maxi Gómez (Valencia), Brian Rodríguez (Almería), Facundo Torres (Peñarol) e Brian Ocampo (Nacional).

Provável escalação do Uruguai

 

Uruguai na temporada atual

últimos jogos
07/04 202104/0700:00
07/04 202104/07
(2)0-0(4)
-
06/29 202129/0602:00
06/29 202129/06
1-0
-
06/24 202124/0623:00
06/24 202124/06
0-2
-
06/21 202121/0623:00
06/21 202121/06
1-1
-
06/19 202119/0602:00
06/19 202119/06
1-0
-

Estatísticas de ambas seleções


Prognóstico e palpite final para Argentina x Uruguai:

Dificilmente Argentina e Uruguai deixarão de obter a classificação para as quartas de final. Assim, o clássico deverá ser marcado pelo conservadorismo com a primeira meta das equipes sendo a tentativa de evitar a derrota. Isso faz com que o prognóstico na igualdade seja o palpite indicado para o confronto desta sexta-feira na segunda rodada da fase de grupos da Copa América 2021.

Prognóstico e palpite final para Argentina x Uruguai:

Livescores 4U aoo

Promoções para Copa América 2021

Promoções Copa América

Acompanhe tudo sobre a Copa América 2021