Odds are subject to change. Last updated 03/07/2021 21:59.
Promoção Rivalo Copa América

As informações e o palpite para Argentina x Equador

O confronto envolvendo Argentina e Equador revelará neste sábado, 3 de julho, o último semifinalista da Copa América 2021. A partida coloca o ponto final na programação das quartas de final da competição continental. Terá como cenário o estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia. O início está marcado para 22h (horário de Brasília). Em caso de empate, a definição será feita através de cobranças de pênaltis. O sobrevivente disputará o direito de fazer a final do torneio com quem levar a melhor no duelo entre Uruguai e Colômbia.

Como funciona a Copa América 2021

A edição 2021 da Copa América é a versão 2020 com um ano de atraso. Ela foi adiada devido à pandemia de Covid-19. Na verdade, nem precisaria ter sido realizada. Afinal, o torneio teve uma edição em 2019. Uma nova versão foi inserida na agenda para que a Confederação Sul-Americana de Futebol passasse a ter seu torneio continental no mesmo ano da Eurocopa. Bastaria cancelar e disputar a Copa América 2024. Porém, com dinheiro recebido pelos direitos de transmissão para TV e patrocínios negociados, a competição foi mantida em um calendário ainda mais apertado.

Em princípio, seria realizada na Argentina e na Colômbia. Os argentinos desistiram devido à crise sanitária no país, que enfrenta o aumento do número de casos de Covid-19. Os colombianos, mergulhados em uma grave crise política, também não tiveram condições de receber o torneio. O Brasil, embora com números de contaminação ainda maiores do que os da Argentina, decidiu sediar a competição, assim como fez em 2019.

A fórmula de disputa, dessa vez, é diferente. Os dez participantes, em vez dos 12 inicialmente previstos (Austrália e Qatar desistiram de participar), foram divididos em dois grupos. Na primeira fase, jogaram em turno único. Ao final de cinco rodadas, os quatro primeiros de cada chave avançaram para a segunda fase. Agora, batalham em jogos eliminatórios até que o campeão seja conhecido.

O desempenho recente da Argentina

Mesmo sem brilho, a Argentina teve sua classificação para as quartas de final obtida de forma tranquila. Ficou no empate, por 1 a 1, contra o Chile no duelo de estreia na Copa América 2021. Depois, enfileirou vitórias. Superou Uruguai e Paraguai por 1 a 0. Na partida derradeira, contra a frágil Bolívia, aplicou na segunda-feira, 28 de junho, encerrando a programação do estágio inicial do torneio, uma goleada por 4 a 1.

Definiu o duelo ainda no primeiro tempo. Gomez, após assistência de Messi, abriu o placar aos seis minutos. Messi balançou a rede duas vezes antes do intervalo. Aos 33 minutos convertendo cobrança de pênalti. Nove minutos depois, ao receber passe de Aguero. Na segunda etapa, em ritmo de treino, viu Saavedra diminuir para os bolivianos aos 15 minutos. Mas ainda fez mais um tento aos 20 minutos. Lautaro Martinez colocou a bola na rede.

Os dez pontos acumulados a deixaram na primeira posição do grupo A e em situação de que não terá que cruzar com a seleção brasileira, que sedia a Copa América, a não ser em uma possível final. Os argentinos, entre jogos oficiais e amistosos, defendem uma invencibilidade de 17 confrontos. Foram dez vitórias e sete empates desde julho de 2019. Os atletas convocados pelo técnico Lionel Scaloni para a competição continental foram:

Goleiros: Agustín Marchesín (Porto), Emiliano Martínez (Aston Villa), Juan Musso (Udinese) e Franco Armani (River Plate); 

Defensores: Nicolás Tagliafico (Ajax), Gonzalo Montiel (River Plate), Germán Pezzella (Fiorentina), Marcos Acuña (Sevilla), Cristian Romero (Atalanta), Lisandro Martínez (Ajax), Nicolas Otamendi (Benfica), Lucas Martínez Quarta (Fiorentina), Nahuel Molina (Udinese);

Meio-campistas: Leandro Paredes (PSG), Rodrigo De Paul (Udinese), Ángel Di María (PSG), Exequiel Palacios (Bayer Leverkusen), Nicolás Dominguez (Bologna), Giovani Lo Celso (Tottenham), Guido Rodríguez (Real Bétis);

Atacantes: Sergio Aguero (Barcelona), Lionel Messi (Barcelona), Nicolás González (Stuttgart), Joaquín Correa (Lazio), Ángel Correa (Atlético de Madrid), Lautaro Martínez (Inter de Milão), Papu Gómez (Sevilla) e Julián Álvarez (River Plate)

Provável escalação da Argentina

 

Argentina na temporada atual

últimos jogos
07/11 202111/0702:00
07/11 202111/07
1-0
-
07/07 202107/0703:00
07/07 202107/07
(3)1-1(2)
-
07/04 202104/0703:00
07/04 202104/07
3-0
-
06/29 202129/0602:00
06/29 202129/06
1-4
-
06/22 202122/0602:00
06/22 202122/06
1-0
-

A forma atual do Equador

Camisa Schalke 04 Bundesliga

Os equatorianos têm um técnico argentino no comando. Ex-treinador do Boca Juniors, Gustavo Alfaro conduz a seleção do país na Copa América 2021 embora, naturalmente, o torneio não seja seu objetivo principal. Sua grande meta é levar o Equador para Copa do Mundo do Qatar de 2022. Nesse sentido, entrou no torneio pressionado por duas derrotas nas Eliminatórias Sul-Americanas para Brasil (2 a 0) e Peru (2 a 1) na retomada da briga por vagas no Mundial. A disputa ficou parada por mais de um ano.

Mostrou pouca evolução durante a Copa América. O Equador começou sua participação com derrota, por 1 a 0, ante a Colômbia e empatou seus três jogos seguintes. Ficou no 2 a 2 contra Venezuela e Peru e, na rodada final, depois de sair em desvantagem, reagiu e alcançou o 1 a 1 contra uma seleção brasileira pouco motivada. Afinal, já havia não apenas garantido seu lugar nas quartas de final como o primeiro lugar da chave B.

Os três pontos foram suficientes para deixar o Equador com o quarto posto, um ponto acima da eliminada Venezuela. Os jogadores chamados por Alfaro para a Copa América 2021 foram:

Goleiros: Alexander Domínguez (Vélez Sarsfield), Pedro Ortiz (Emelec) e Hernán Galíndez (Universidad Católica-EQU);

Defensores: Robert Arboleda (São Paulo), Ángelo Preciado (Genk), Mario Pineida (Barcelona de Guayaquil), Félix Torres (Santos Laguna), Luis León (Barcelona de Guayaquil), Piero Hincapié (Talleres), Xavier Arreaga (Seattle Sounders), Pervis Estupiñán (Villarreal) e Diego Palacios (Los Angeles FC);

Meio-campistas: Jhegson Méndez (Orlando City), Dixon Arroyo (Emelec), Moisés Caicedo (Brighton), Christian Noboa (Sochi-RUS), Alan Franco (Atlético-MG), Gonzalo Plata (Sporting), Ángel Mena (León), Damían Diaz (Barcelona de Guayaquil), Ayrton Preciado (Santos Laguna), José Carabalí (Universidad Católica-EQU) e Fidel Martínez (Tijuana);

Atacantes: Michael Estrada (Toluca), Jordy Caicedo (CSKA Sofia-BUL), Leonardo Campaña (Famalicão-POR), Enner Valencia (Fenerbahçe) e José Hurtado (Independiente del Valle).

Provável escalação do Equador

 

Equador na temporada atual

últimos jogos
07/04 202104/0703:00
07/04 202104/07
3-0
-
06/27 202127/0623:00
06/27 202127/06
1-1
-
06/23 202123/0623:00
06/23 202123/06
2-2
-
06/20 202120/0623:00
06/20 202120/06
2-2
-
06/14 202114/0602:00
06/14 202114/06
1-0
-

Estatísticas de ambas seleções


Prognóstico e palpite final para Argentina x Equador:

Diante de um Equador que tem mostrado muito pouca qualidade, a Argentina faz com que o prognóstico em seu sucesso seja o palpite indicado para o confronto deste sábado pelas quartas de final da Copa América 2021.

Prognóstico e palpite final para Argentina x Equador:

Livescores 4U aoo

Promoções para Copa América 2021

Promoções Copa América

Acompanhe tudo sobre a Copa América 2021