A Euro 2020 (ou Euro 2021, se você preferir) já está entre nós. Assim, nada melhor do que conferir os resultados Eurocopa, a classificação do campeonato e resumos rodada a rodada. Então, recomendamos que você fique de olho nesse artigo aqui no sites-de-apostas. Afinal, vamos atualizá-lo conforme o desenrolar da competição.

Assim, você poderá ficar de olho em todos os resultados Eurocopa, rodada a rodada. Além disso, terá um resumo de como foi cada jogo do torneio europeu. Ou seja, tudo em um só lugar para você saber como as partidas terminaram e como está a situação de cada uma das 24 seleções que estão participando.

Então, abaixo confira o resumo rodada a rodada da Eurocopa 2021…


Conteúdo

Resumo da Final

Uma final espetacular, digna do que vimos ao longo da Euro 2020: muito futebol de qualidade e emoções do início ao fim das partidas. E, como foi marca ao longo do mata-mata da competição, tivemos mais uma decisão longa, com direito a prorrogação e pênaltis.

E no final…

Itália 1 x 1 Inglaterra (3 x 2 nos pênaltis)

A decisão da Euro 2020 foi daquelas de roer as unhas. Foi um confronto digno de um jogo dessa importância, com emoções do apito inicial até a última cobrança na disputa por pênaltis. E, no final das contas, deu Itália, que levou nos pênaltis depois de um 1 a 1 que persistiu até a prorrogação.

E as coisas não começaram nada bem para os italianos. Logo aos dois minutos de partida, Kieran Trippier aproveitou um grande vacilo do sistema defensivo italiano, recebeu na direita, cruzou e Luke Shaw chegou finalizando forte, de dentro da área. A bola ainda raspou na trave antes de morrer no fundo das redes do goleiro Gianluigi Donnarumma. Gol mais rápido da história das finais da Eurocopa. E o primeiro tempo terminou com vantagem da seleção inglesa, que soube anular a adversária com maestria, mesmo com a posse de bola maior da Azzurra.

No segundo tempo, a seleção italiana voltou com uma postura mais arrojada e começou a incomodar a meta defendida por Jordan Pickford. Então, aos 22 minutos, veio o empate. Após cobrança de escanteio do ítalo-brasileiro Emerson Palmieri, Marco Verratti mandou cabeçada na trave. Mas, na sobra, o zagueiro Leonardo Bonucci completou para o gol.

A Itália ainda dominou na maior parte do restante da partida, mas nada de alteração no placar. A prorrogação foi mais morna, com as duas seleções não querendo se arriscar muito. Então, na cobrança de pênaltis, os goleiros foram melhores. Pickford pegou duas cobranças e Donnarumma também. Mas, enquanto os italianos perderam com Andrea Belotti e Jorginho, os ingleses desperdiçaram com Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka.

Assim, a Itália conquista o bicampeonato, depois de ficar sem um título da Euro desde 1968. Agora, a Azzurra está empatada com a França na segunda posição de maiores campeões da principal competição de seleções do Velho Continente.

Resumo das Semifinais

As semifinais da Euro 2020 pegaram fogo, com jogos tensos e muito disputados, como era de se esperar na definição dos dois finalistas. Então, para você que quer conferir como foram as duas semis, preparamos resumos especiais…

Itália 1 x 1 Espanha (4 x 2 nos pênaltis)

No Estádio Wembley, tivemos uma primeira semifinal bem tensa entre Itália e Espanha. As duas seleções se reencontraram mais uma vez em uma Eurocopa. E, desta vez, deu Itália nos pênaltis, depois de uma partida extremamente tensa nos 90 minutos iniciais e no tempo extra.

O primeiro tempo foi extremamente equilibrado e com muita tensão nas duas equipes. Cada seleção teve, basicamente, uma grande chance: a Itália com Emerson Palmieri, que mandou a finalização na trave, e a Espanha com Dani Olmo, que parou nas mãos de Gianluigi Donnarumma.

No segundo tempo, a Espanha continuou controlando mais a posse de bola, mas foi a seleção italiana que chegou ao gol. Aos 15 minutos da etapa complementar, a Itália subiu rápido ao ataque, em jogada de Lorenzo Insigne com Ciro Immobile, mas a zaga espanhola afastou parcialmente. Contudo, na sobra, Federico Chiesa dominou, trouxe para o meio e finalizou de maneira magistral de perna direita, sem chances para o goleiro Unai Simón. 1 a 0.

Entretanto, a seleção espanhola seguiu insistindo e, aos 35, chegou ao empate com Álvaro Morata, que tabelou com Olmo e tocou de canhota no canto da meta defendida por Donnarumma. A prorrogação continuou com a Espanha dominando as ações e a posse, mas as duas seleções não quiserem se arriscar muito. Então, a decisão foi para os pênaltis. Manuel Locatelli desperdiçou a primeira cobrança italiana, mas Olmo também perdeu a primeira dos espanhóis. Na sequência, Morata teve sua batida defendida por Donnarumma. E, na cobrança decisiva, o ítalo-brasileiro Jorginho bateu com muita categoria e mandou os italianos à decisão.

Esta será a quarta decisão de Eurocopa da Itália, que foi campeã em 1968 e vice-campeã em 2000 e 2012. Agora, os italianos buscam o bi e tentam chegar a 34 jogos de invencibilidade. Vale lembrar que o recorde entre seleções é de 35 jogos, pertencente ao Brasil (1993 a 1996) e à Espanha (2007 a 2009).

Inglaterra 2 x 1 Dinamarca

Em um confronto bastante tenso e disputado, a Inglaterra contou com a força de sua torcida, presente em massa no Estádio Wembley, e venceu pelo placar de 2 a 1. Contudo, a vitória só veio na prorrogação.

Aliás, a seleção inglesa saiu atrás no placar. Depois de uma leve pressão inicial da Inglaterra, foi a Dinamarca que marcou. E o gol saiu aos 30 minutos de jogo, em uma belíssima cobrança de falta de Mikkel Damsgaard. Entretanto, nove minutos mais tarde, a Inglaterra chegou e, após cruzamento da direita, Simon Kjaer marcou contra e deixou tudo igual.

O segundo tempo foi tenso e a Inglaterra até pressionou bastante, mas não conseguiu chegar ao gol. Então, no final do primeiro tempo da prorrogação, o árbitro marcou um pênalti bastante polêmico em cima de Raheem Sterling. Na cobrança, Harry Kane mandou nas mãos do goleiro Kasper Schmeichel, que tentou agarrar e soltou a bola. No rebote, o mesmo Kane fez 2 a 1. Esse acabou sendo o gol da classificação inglesa, já que a seleção só controlou a vantagem na etapa complementar.

Agora, a Inglaterra vai disputar a primeira final de Eurocopa de sua história e a primeira decisão desde a Copa do Mundo de 1966. E a adversária será a Itália, na partida deste domingo.

Resumo das Quartas de Final

Como não poderia deixar de ser, as quartas de final da Euro 2020 pegaram fogo. Vimos jogos muito emocionantes e com chance de um desfecho diferente até o apito final. Abaixo, você confere o que rolou nos duelos que valeram vaga nas semifinais do principal torneio de seleções do Velho Continente…

Suíça 1 x 1 Espanha (1 x 3 nos pênaltis)

Em uma partida marcada por muita tensão e com emoção do início ao fim em São Petersburgo, a Espanha conseguiu seguir viva na disputa pelo troféu. A seleção espanhola saiu em vantagem logo nos primeiros minutos de jogo, quando Denis Zakaria marcou um gol contra, aos oito minutos. E o placar no intervalo era de 1 a 0 para a Espanha.

Então, no segundo tempo, aos 23 minutos, Xherdan Shaqiri marcou o gol de empate da seleção suíça, depois de uma verdadeira lambança da zaga espanhola. Mas as coisas se complicaram para a Suíça aos 32, quando Remo Freuler deu uma entrada desnecessária no adversário e foi expulso. Apesar disso, a Suíça conseguiu se segurar mesmo com a pressão espanhola e forçou a prorrogação. No tempo extra, a seleção espanhola pressionou muito, mas parou na defesa suíça, sobretudo no goleiro Yann Sommer.

Assim, a decisão foi para os pênaltis. E não começou nada bem, com Sergio Busquets e Rodri errando duas das três primeiras cobranças espanholas (Dani Olmo foi o único que converteu uma das três primeiras). Mas os batedores suíços foram ainda piores, com Fabian Schar, Manuel Akanji e Ruben Vargas errando suas cobranças após apenas Mario Gavranovic acertar a primeira. Desse modo, Gerard Moreno e Mikel Oyarzabal acertaram suas penalidades e confirmaram a Espanha nas semis. O próximo adversário será a Itália.

Bélgica 1 x 2 Itália

Na Allianz Arena, em Munique, a Itália deu mais uma grande demonstração de força na Eurocopa e despachou a Bélgica com uma vitória por 2 a 1. E as emoções foram fortes sobretudo no primeiro tempo, período em que saíram os três gols do duelo.

Depois de ter um gol anulado pelo VAR por impedimento, a seleção italiana abriu o placar aos 31 minutos, com um belo gol de Nicolò Barella, que se desvencilhou de dois defensores belgas e driblou até conseguir a chance de bater cruzado e fazer 1 a 0. Então, aos 44, Lorenzo Insigne acertou um belíssimo chute de fora da área e o goleiro Thibaut Courtois nada conseguiu fazer: 2 a 0. Mas, pouco depois Jérémy Doku foi derrubado por Di Lorenzo na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Romelu Lukaku bateu no meio e reduziu a desvantagem.

No segundo tempo, a Bélgica foi para cima para tentar buscar o empate e até teve uma chance de ouro com Lukaku, mas o lateral Leonard Spinazzola salvou em cima da linha. Mais tarde, o mesmo Spinazzola saiu de campo com uma ruptura no tendão de Aquiles e está fora do restante da Euro 2020. Apesar da pressão belga até o final, a sólida defesa italiana segurou o oponente e saiu de campo com a classificação. Agora, nas semis, a Azzurra mede forças com a Espanha. De um lado, a Itália com 32 jogos de invencibilidade (não perde desde outubro de 2018) e 13 vitórias consecutivas. Do outro, La Furia, que está invicta há 13 partidas.

República Tcheca 1 x 2 Dinamarca

No Estádio Olímpico de Baku, no Azerbaijão, a Dinamarca mostrou mais uma vez a que veio nesta Euro 2020 e derrotou a República Tcheca pelo placar de 2 a 1. Os dois gols da seleção nórdica foram marcados na etapa inicial de partida.

Logo aos cinco minutos, em falha da zaga tcheca após cobrança de escanteio, Thomas Delaney subiu sozinho no meio da área e mandou uma cabeçada forte para abrir o placar. Então, aos 42 minutos, Kasper Dolberg aproveitou cruzamento e mandou para o gol, fazendo 2 a 0. Logo no começo do segundo tempo, aos quatro minutos, Patrik Schick descontou para a seleção tcheca e chegou a cinco gols na Eurocopa, empatando com Cristiano Ronaldo no topo da artilharia até agora do Campeonato Europeu.

No restante do tempo, a Dinamarca soube controlar bem o ímpeto tcheco, até teve chances de ampliar a vantagem, mas ficou nisso. E, com o resultado positivo, a ‘Dinamáquina’ se classificou às semifinais da Euro pela quarta vez em sua história, sendo que em uma delas (1992) conquistou o título. O adversário na Euro 2020 será a Inglaterra.

Ucrânia 0 x 4 Inglaterra

No Estádio Olímpico de Roma, a Inglaterra voltou a demonstrar por que está sendo cotada como uma das principais candidatas ao título continental. E foi com um verdadeiro passeio sobre a Ucrânia, vencendo por 4 a 0.

O primeiro gol inglês saiu logo aos quatro minutos de partida, quando o ‘matador’ Harry Kane mandou para as redes. E a etapa inicial terminou com apenas um gol. Então, no segundo tempo, logo no primeiro minuto, Harry Maguire marcou e fez 2 a 0. Kane voltou a aparecer aos cinco minutos e fez 3 a 0. E, fechando a goleada, aos 18 minutos do segundo tempo, Jordan Henderson marcou depois de cobrança de escanteio para selar o 4 a 0.

Com o resultado, a seleção inglesa volta a se classificar às semis da Eurocopa após 25 anos e, agora, busca o título inédito. Na última vez em que chegou às semifinais em 1996, foi eliminada pela Alemanha, nos pênaltis. Agora, a adversária da vez será a Dinamarca, campeã em 1992.

Resumo das Oitavas de Final

As oitavas de final da Euro 2020 pegaram fogo, com jogos movimentados e muitos gols para alegrar os torcedores espalhados pelo Velho Continente e mundo afora. Então, vamos ao resumo das oito partidas que definiram os classificados às quartas.

País de Gales 0 x 4 Dinamarca

Em uma partida bem interessante na Johan Cruijff Arena, em Amsterdã, a Dinamarca não deu chances para o País de Gales e carimbou seu passaporte para as quartas de final com um 4 a 0. O jogo começou com País de Gales melhor nos primeiros minutos, mas o time caiu de rendimento de maneira abrupta no restante da partida. Então, a Dinamarca ganhou solidez e foi impondo seu jogo aos poucos.

O primeiro gol saiu aos 27 minutos de jogo, em belíssimo chute de fora da área de Kasper Dolberg. Então, logo aos três minutos do segundo tempo, o mesmo Dolberg ampliou para 2 a 0. O jogo então ficou mais morno e a rede só voltou a balançar aos 43, quando Joakim Maehle fez um belo gol para ampliar a folga para 3 a 0. Ainda houve tempo para Martin Braithwaite anotar o quarto da seleção dinamarquesa, aos 49, em gol validado pelo VAR.

A vitória dinamarquesa veio no mesmo dia de aniversário do seu único título na Eurocopa, em 1992. E, agora, a equipe segue viva para tentar o bicampeonato.

Itália 2 x 1 Áustria

No Estádio Wembley, em Londres, a Itália enfrentou uma valente Áustria. Os italianos pressionaram no primeiro tempo, viram os austríacos se animaram no segundo tempo, mas apesar de boas chances, o jogo terminou em 0 a 0. Então, na prorrogação, saíram logo três gols e a seleção italiana acabou avançando, no sufoco, para as quartas de final.

Aos cinco minutos do primeiro tempo extra, Federico Chiesa fez um belíssimo gol e abriu o placar para a Itália. Aos 15 da primeira etapa da prorrogação, Matteo Pessina ampliou a vantagem italiana e deu um respiro. Mas ainda havia tempo para um sustinho. Aos nove minutos do segundo tempo da prorrogação, Sasa Kalajdzic tocou após cobrança de escanteio e vazou a defesa italiana, até então invicta nesta Euro. Mas a Azzurra conseguiu segurar a vantagem até o final e segue adiante.

A seleção comandada por Roberto Mancini segue adiante no sonho do bicampeonato da Euro, campeonato que não conquista desde 1968.

Holanda 0 x 2 República Tcheca

Certamente em uma das maiores zebras da história da Eurocopa, a República Tcheca surpreendeu a Holanda, na Arena Puskás, em Budapeste, e venceu pelo placar de 2 a 0. Assim, os tchecos mandaram os holandeses de volta para casa de maneira precoce. E isso depois de uma campanha de 100% de aproveitamento da seleção holandesa na fase de grupos.

Depois de um primeiro tempo sem gols, o zagueiro Matthijs de Ligt foi expulso logo aos 10 minutos da etapa complementar, depois de tocar com a mão na bola perto da área. E a exclusão de um dos principais nomes de seu sistema defensivo foi tudo o que a Holanda não precisava. Logo depois, os tchecos começaram a dominar e chegaram ao gol aos 23 minutos, quando Tomas Holes completou de cabeça para as redes. E, aos 35, Patrik Schick, artilheiro da República Tcheca na Euro, completou o 2 a 0.

Com o resultado, a seleção tcheca avança às quartas de final, quando vai pegar a seleção da Dinamarca. Já a Holanda diz adeus ao torneio e amplia sua freguesia contra a República Tcheca. Afinal, em 22 confrontos entre as duas seleções, são 12 vitórias tchecas, quatro empates e seis vitórias holandesas.

Bélgica 1 x 0 Portugal

Na partida que era uma das mais aguardadas das quartas de final do Campeonato Europeu, a Bélgica enfrentou o atual campeão da Euro e o mandou de volta para casa com uma vitória por 1 a 0, no Estádio La Cartuja, em Sevilla. Assim, o talentoso elenco belga segue sonhando com a conquista inédita, enquanto Portugal diz adeus de maneira precoce e não terá a chance de buscar o bicampeonato.

O único gol saiu aos 42 minutos do primeiro tempo. E foi na única finalização certa da Bélgica em toda a partida. Thorgan Hazard recebeu bola e, com um petardo de fora da área, acertou o gol de Rui Patrício. O goleiro português não conseguiu impedir que o chute, que fez uma belíssima curva, não parasse dentro da meta.

A vitória suada leva a seleção belga, do técnico Roberto Martínez, às quartas de final e, agora, a equipe vai enfrentar a Itália. Já a seleção portuguesa, que dominou as ações e atacou bem mais, não conseguiu fazer o gol e se despede. Aliás, esta pode ser a última participação do astro Cristiano Ronaldo, já com 36 anos de idade, na Eurocopa.

Croácia 3 x 5 Espanha

Em um dos jogos mais malucos da história da Eurocopa e, certamente, dessas oitavas de final, Croácia e Espanha protagonizaram um duelo de oito gols no total. E, aos trancos e barrancos, a seleção espanhola carimbou seu passaporte até as quartas da Euro 2020. Foi uma dose enorme de emoção.

Logo aos 20 minutos de jogo, a Espanha aprontou uma verdadeira presepada, quando Pedri recuou para Unai Simón e o goleiro espanhol, ao tentar dominar com o pé, deixou a bola passar. Gol contra e Croácia sai na frente. Ainda no primeiro tempo, Pablo Sarabia empatou o jogo para a Espanha, aos 38. E, aos 12 minutos da etapa complementar, César Azpilicueta virou o jogo, de cabeça. A seleção espanhola ampliou a vantagem aos 32, com gol de Ferran Torres.

Mas a Croácia não estava morta. Em uma reação surpreendente, Mislav Orsic marcou aos 40 minutos e, aos 47, Mario Pasalic empatou o jogo para a seleção croata, forçando uma prorrogação que parecia impossível. Porém, no tempo extra, os croatas perderam algumas chances de gol e os espanhóis, por sua vez, foram letais. Álvaro Morata marcou aos 10 minutos e Mikel Oyarzabal fez aos 13 para decretar a vitória por 5 a 3.

Com o resultado, a Espanha avança para as quartas de final e vai pegar a Suíça. Aliás, ‘La Roja’ vai em busca do tetracampeonato para tentar se isolar como a maior campeã da Euro.

França 3 x 3 Suíça (4 x 5 nos pênaltis)

Em mais um confronto de tirar o fôlego nas oitavas de final da Euro 2020, a zebra passeou e eliminou a principal favorita ao título da competição. Em um jogo com seis gols, sendo certamente uma das melhores partidas da história da Eurocopa, a França foi eliminada nos pênaltis pela surpreendente suíça. E isso depois de ficar muito perto da classificação.

A Suíça saiu em vantagem no placar logo aos 15 minutos, quando Haris Seferovic marcou de cabeça e colocou a equipe em vantagem. A seleção suíça continuou insinuante e assustou. E teve a chance de abrir 2 a 0 no segundo tempo, quando teve pênalti marcado pelo VAR, mas Ricardo Rodriguez bateu e o goleiro Hugo Lloris defendeu. O pênalti defendido deu um novo fôlego aos franceses e, em um intervalo de poucos minutos, Karim Benzema marcou dois gols, aos 12 e 14 minutos, virando para 2 a 1. As coisas ficaram ainda melhores para os ‘Bleus’ quando, aos 30 da etapa complementar, Paul Pogba acertou um belíssimo chute de fora da área para fazer 3 a 1.

Classificação francesa assegurada? Nada disso. A Suíça renasceu das cinzas e marcou com Seferovic (de novo de cabeça) aos 36 e Mario Gavranovic, aos 45, para forçar o tempo extra. No último lance do tempo regulamentar, ainda houve tempo para Kingsley Coman mandar um chute no travessão.

Após gols perdidos dos dois lados, mas sobretudo pela França, na prorrogação, a decisão foi para os pênaltis. As quatro primeiras cobranças francesas foram parar na rede, assim como as cinco dos suíços. Mas, na quinta cobrança dos atuais campeões mundiais, o astro Kylian Mbappé viu o goleiro Yann Sommer defender sua cobrança. Fim de papo para a França e primeiras quartas de final para a Suíça desde 1954.

Inglaterra 2 x 0 Alemanha

Em um Estádio Wembley lotado, a Inglaterra aproveitou a força de seus fanáticos torcedores e derrotou a Alemanha por 2 a 0, garantindo sua vaga nas quartas de final da Euro 2020. O primeiro tempo até teve algumas chances, mas apresentou um jogo mais morno.

Mas as emoções estavam reservadas para a etapa complementar. Aos 30 minutos, Raheem Sterling recebeu cruzamento de Luke Shaw e mandou para as redes do goleiro Manuel Neuer. Então, aos 36, a Alemanha teve um contra-ataque e Thomas Muller, cara a cara com Jordan Pickford, mandou o chute para fora e perdeu um gol inacreditável que seria o empate alemão. Então, aos 41, veio a punição, quando Jack Grealish cruzou para Harry Kane fazer 2 a 0 para a seleção inglesa e decretar a classificação.

Agora, nas quartas de final, a Inglaterra vai enfrentar a Ucrânia.

Suécia 1 x 2 Ucrânia

No Hampden Park, em Glasgow, Suécia e Ucrânia fizeram um jogo bem divertido de se ver. E, na prorrogação, a seleção ucraniana garantiu a vitória por 2 a 1 e sua vaga nas quartas de final.

O primeiro gol da partida saiu aos 27 minutos, quando Oleksandr Zinchenko acertou um belíssimo chute e abriu o placar para a Ucrânia. Ainda no primeiro tempo, aos 43, Emil Forsberg chutou de fora da área, contou com um desvio e empatou o jogo para a seleção sueca. No segundo tempo, houve três bolas na trave, mas o gol não saiu, apesar das várias chances. Assim, a decisão foi para o tempo extra.

No início da etapa complementar, aos nove minutos, Marcus Danielsson deu uma entrada dura no jogador da Ucrânia e foi expulso com o auxílio do VAR. Então, aos 16 do segundo tempo da prorrogação, Zinchenko cruzou da esquerda e Artem Dovbyk marcou de cabeça o gol da vitória e classificação ucraniana, que pegará a Inglaterra nas quartas de final.


Resumo da 3ª Rodada

A terceira e última rodada da fase de grupos da Euro 2020 foi recheada de emoções. Afinal, começou a definição dos classificados para as oitavas de final do torneio. Então, conseguimos acompanhar partidas de grande expressão.

Itália 1 x 0 País de Gales

A Itália, que já estava classificada em primeiro no Grupo A, completou sua campanha na fase de grupos e foi com 100% de aproveitamento. No Estádio Olímpico de Roma, a seleção italiana jogou com seus reservas e derrotou País de Gales por 1 a 0. O gol saiu aos 38 minutos de jogo, quando Matteo Pessina desviou uma falta cobrada por Marco Verratti.

Com o resultado, a Itália chegou a nove pontos e agora aguarda seu adversário das oitavas. A seleção comandada por Roberto Mancini completou 30 jogos de invencibilidade e 11 sem sofrer gols. Já a seleção galesa fica em segundo no grupo, com quatro pontos, e também está nas oitavas.

Suíça 3 x 1 Turquia

No outro jogo do Grupo A, a Suíça derrotou a Turquia pelo placar de 3 a 1, no Estádio Olímpico de Baku. Com o resultado, a Suíça tem alguma chance de avançar entre os quatro melhores terceiros colocados. Já a Turquia está eliminada da Eurocopa. E foi um jogo recheado de golaços. A seleção suíça abriu o placar com Haris Seferovic, com seis minutos, e ampliou com Xherdan Shaqiri, aos 26. Então, no segundo tempo, a Turquia descontou aos 17 minutos, com Irfan Kahveci. Mas a Suíça completou o placar com Shaqiri, aos 23.

A vitória deixou a seleção suíça com quatro pontos, em boa posição para avançar como um dos melhores terceiros colocados. Já a Turquia se despede de maneira melancólica, com três derrotas e um saldo de gol de -7, com apenas um gol feito e oito sofridos.

Finlândia 0 x 2 Bélgica

Na terceira e última rodada do Grupo B da Euro 2020, a Bélgica não teve maiores problemas para derrotar a Finlândia pelo placar de 2 a 0, em São Petersburgo. Os dois gols saíram no segundo tempo de partida. O primeiro gol saiu aos 29 minutos da etapa complementar, quando Kevin De Bruyne cobrou escanteio, Thomas Vermaelen mandou a cabeçada na trave, mas a bola voltou, pegou no goleiro Lukas Hradecky e entrou em gol contra. Logo depois, aos 36, Romelu Lukaku recebeu assistência de De Bruyne, girou e mandou uma pancada de direita para selar o resultado.

Com a vitória, a seleção belga chegou aos nove pontos, confirmou a ponta do grupo e terminou a fase de grupos com 100% de aproveitamento. Já a Finlândia somou três pontos e segue sonhando com a classificação como um dos melhores terceiros colocados.

Rússia 1 x 4 Dinamarca

Fechando as disputas no Grupo B, a Rússia enfrentou a Dinamarca, no Estádio Parken. E a seleção dinamarquesa, sem maiores problemas, venceu a partida pelo placar de 4 a 1. A Dinamarca abriu o placar aos 38 minutos do primeiro tempo, com Mikkel Damsgaard, e o jogo foi para o intervalo com 1 a 0. Já no segundo tempo, chuva de gols. Aos 14 minutos, Yussuf Poulsen ampliou a vantagem para 2 a 1. Aos 25, Rússia descontou com Artem Dzyuba, de pênalti. E, aos 34 e aos 37, Andreas Christensen e Joakim Maehle fecharam a goleada nórdica.

A vitória da seleção dinamarquesa deixou a equipe na segunda posição da chave e garantiu a vaga da Dinamarca nas oitavas de final. Já a Rússia ficou na última posição do grupo, com apenas três pontos, e está eliminada da Euro 2020.

Ucrânia 0 x 1 Áustria

No Grupo C da Euro 2020, a Ucrânia mediu forças com a Áustria, na Arena Nacional, em Bucareste, e a seleção austríaca derrotou os ucranianos pelo placar de 1 a 0. O único gol da partida foi anotado aos 21 minutos de jogo, quando Christoph Baumgartner esticou a perna após cobrança de escanteio e mandou para as redes. Na etapa complementar, o jogo ficou mais tenso, mas o placar não se alterou.

Com a vitória, a Áustria fica em segundo no grupo, com seis pontos, e avança pela primeira vez na história ao mata-mata da Eurocopa. Agora, vai enfrentar a Itália nas oitavas. Já a Ucrânia fica em terceiro, com três pontos, e depende de outros resultados para tentar se classificar como um dos melhores terceiros colocados.

Macedônia do Norte 0 x 3 Holanda

No outro duelo do Grupo C, a Holanda não deu chance alguma para a Macedônia do Norte e venceu pelo placar de 3 a 0. A seleção holandesa inaugurou o marcador aos 24 minutos do primeiro tempo, quando Memphis Depay mandou para as redes. No segundo tempo, Georginio Wijnaldum marcou dois gols e deu números finais à partida.

O resultado positivo deixou a Holanda na liderança do agrupamento, com nove pontos em três jogos (100% de aproveitamento) e um saldo de gols de seis positivos. Já a Macedônia do Norte encerra a Euro 2020 com três derrotas e diz adeus de forma melancólica, mas de qualquer maneira vai guardar sua primeira Eurocopa com carinho na memória.

República Tcheca 0 x 1 Inglaterra

No Estádio Wembley, em Londres, a Inglaterra fez um jogo disputado contra a República Tcheca e vencer pelo placar de 1 a 0. O único gol da partida saiu aos 12 minutos de jogo, quando Jack Grealish cruzou da esquerda e Raheem Sterling mandou de cabeça para as redes. Na etapa complementar, os tchecos tentaram o empate, mas não conseguiram vazar a meta de Jordan Pickford.

Com o resultado, a seleção inglesa chegou aos sete pontos e, mesmo sem demonstrar um grande futebol durante a fase de grupos, fechou na liderança do Grupo D. Já a seleção tcheca ficou em terceiro, com quatro pontos, mas conseguiu garantir sua vaga no mata-mata como uma das melhores terceiras colocadas.

Croácia 3 x 1 Escócia

No Hampden Park, a Croácia fez um jogo bem movimentado contra a Escócia e fechou a fase de grupos do Grupo D com uma vitória por 3 a 1. A seleção croata abriu o placar aos 17 minutos de jogo, com Nikola Vlasic. Ainda na etapa inicial, a seleção escocesa empatou com Callum McGregor, aos 42. Mas, no segundo tempo, os croatas retomaram o controle da partida e marcaram com Luka Modric, novamente aos 17, e com Ivan Perisic, aos 32.

A vitória deixou a Croácia na segunda posição do agrupamento, com vaga garantida nas oitavas de final da Eurocopa. Já a Escócia somou apenas um ponto em três partidas e está eliminada da Euro 2020.

Suécia 3 x 2 Polônia

Em mais um grande jogo da Eurocopa até agora, com reviravoltas até o fim, a Suécia bateu a Polônia por 3 a 2, em São Petersburgo, na Rússia. A seleção sueca garantiu a classificação em primeiro lugar do grupo, com sete pontos, e eliminou o adversário no Grupo E. O melhor do mundo na temporada passada, Robert Lewandowski deixou sua marca duas vezes, mas não foi suficiente.

Os dois primeiros gols da classificação da Suécia saíram dos pés de Emil Forsberg, após bela jogada com Isak, logo no início do jogo. O jogo ficou morno a partir dali e só voltou a esquentar na segunda etapa. Depois, o próprio Forsberg ampliou aos 14 minutos do segundo tempo. Lewandowski igualou em seguida, com gols aos 16 e aos 39. E, por fim, Viktor Claesson, já nos acréscimos do jogo, colocou os suecos à frente novamente. Agora, a seleção sueca vai enfrentar a seleção da Ucrânia nas oitavas de final da competição e esperam poder chegar mais longe.

Eslováquia 0 x 5 Espanha

Apesar de a liderança do Grupo E ter escapado nos últimos minutos e do pênalti perdido por Álvaro Morata, a Espanha voltou a jogar bem e goleou a Eslováquia por 5 a 0 na Euro 2020. Partida foi no Estádio La Cartuja, de Sevilla, na Espanha. O primeiro gol do jogo aconteceu após erro bizarro do goleiro Martin Dúbrakva, jogando a bola para dentro do próprio gol, aos 30 minutos. O volante Juraj Kucka ainda anotou outro gol contra, o último do jogo, aos 26 do segundo tempo. Aymeric Laporte, Pablo Sarabia e Ferran Torres fizeram os outros gols espanhóis.

A seleção espanhola acabou terminando a fase de grupos em segundo lugar no grupo, com cinco pontos. Nas oitavas, os espanhóis vão encarar a boa seleção da Croácia. Enquanto a Eslováquia está eliminada do torneio após terminar na terceira posição do grupo, com três pontos.

Portugal 2 x 2 França

Pela última rodada do Grupo F da Eurocopa 2021, Portugal e França fizeram um confronto de tirar o fôlego. A partida disputada na Puskás Aréna, em Budapeste, terminou empatada em 2 a 2, após muitas emoções. A seleção portuguesa chegou a sair na frente no placar, mas depois precisou buscar o empate para se classificar. Cristiano Ronaldo alcançou marca de maior artilheiro de seleções da história do futebol, ao lado do iraniano Ali Daei.

O primeiro gol do jogo saiu aos 26 minutos, de pênalti, após Danilo Pereira ter o rosto acertado por Hugo Lloris. Cristiano Ronaldo converteu. Ainda no primeiro tempo, aos 47 minutos, Kylian Mbappé caiu após marcação de Nelson Semedo e o árbitro apontou penalidade. Karim Benzema empatou. Logo aos dois minutos da etapa complementar, a França virou o jogo. Lindo passe de Paul Pogba para Benzema que concluiu e marcou seu segundo gol no jogo. Portugal estava sendo eliminado até ali e precisava do empate. Coube a CR7 resolver novamente. Após tentativa de cruzamento dele, a bola bateu no braço de Jules Koundé resultando em mais um pênalti. Cristiano bateu e guardou. Empate e classificação garantidos. Agora, a seleção francesa vai encarar a Suíça na próxima fase, enquanto os portugueses têm difícil missão contra a Bélgica nas oitavas.

Alemanha 2 x 2 Hungria

Foi com sofrimento, mas a Alemanha está classificada para as oitavas da Eurocopa. A seleção comandada por Joachim Löw esteve fora por um tempo durante a última rodada do Grupo F. Entretanto, o empate com a Hungria em 2 a 2 garantiu os alemães na próxima fase. A seleção húngara chegou a estar em vantagem no placar duas vezes, em partida disputada na Allianz Arena, em Munique.

A Alemanha viu a Hungria ficar à frente em duas oportunidades durante o jogo. Ádám Szalai abriu o placar logo aos 11 minutos de jogo, em cruzamento. A seleção alemã só conseguiu reagir no segundo tempo com Kai Havertz completando para o gol, após falha da defesa. Porém, na saída de bola, András Schäfer, colocou os húngaros novamente à frente no placar. Após algumas substituições, aos 39 minutos, Leon Goretzka aproveitou sobra e mandou para a rede. Era o empate alemão e a classificação garantida. Agora, a Alemanha fará confronto duríssimo contra a seleção inglesa, em Wembley. A Hungria está eliminada com apenas dois pontos somados.


Resumo da 2ª Rodada

E a segunda rodada da Eurocopa 2021 teve mais uma bela vitória da Itália e outros jogos movimentados, com muitos gols marcados. Então, vamos ver o que rolou em cada partida da rodada de número 2 do Campeonato Europeu 2020.

Turquia 0 x 2 País de Gales

No Grupo A da Euro 2020, Turquia e País de Gales se enfrentaram, no Estádio Olímpico de Baku. E os galeses mantiveram a invencibilidade até agora na competição com uma vitória por 2 a 0. Gareth Bale, que chegou a perder um pênalti com uma batida horrorosa no início do segundo tempo, foi decisivo e deu as duas assistências para os gols do País de Gales. O primeiro deles anotado por Aaron Ramsey, aos 41 do primeiro tempo, e o segundo deles por Connor Roberts, já nos acréscimos da etapa complementar.

Com o resultado, o País de Gales chegou aos quatro pontos e fechou a rodada na vice-liderança do Grupo A, atrás apenas da Itália. Já a Turquia segue zerada na competição, ocupando a lanterna do grupo, e está em situação complicadíssima.

Itália 3 x 0 Suíça

Repetindo o placar da abertura da Eurocopa, a Itália mais uma vez venceu uma partida por 3 a 0. A seleção italiana entrou em campo mais uma vez, no Estádio Olímpico de Roma, e não deu chances para a Suíça. E começou dominando no primeiro tempo, quando chegou a ter um gol de Giorgio Chiellini anulado pelo VAR. Mas, ainda no primeiro tempo, aos 26 minutos, Manuel Locatelli fez bela jogada com Domenico Berardi e correu para receber o cruzamento e completar para as redes. No segundo tempo, o mesmo Locatelli, aos sete minutos, fez seu segundo gol, em uma linda finalização. E o atacante Ciro Immobile, aos 44, acertou uma pancada de fora da área para dar números finais ao placar.

Com o resultado, os italianos mantiveram os 100% de aproveitamento e a seleção italiana é a primeira a se garantir nas oitavas de final. Já a Suíça está em terceiro no grupo, com um ponto, e precisa do resultado na última rodada, contra a Turquia, se quiser ter boas chances de ir às oitavas.

Finlândia 0 x 1 Rússia

Em partida importante para ambas as equipes, que lutam por classificação no Grupo B, Finlândia e Rússia mediram forças no Grupo B. E, no duelo realizado no Estádio São Petersburgo, a seleção russa levou a melhor, vencendo pelo placar de 1 a 0. O único gol da partida saiu já nos acréscimos do primeiro tempo, em belíssima finalização de Aleksei Miranchuk.

A Finlândia não mostrou poder de fogo durante boa parte do jogo, apesar do gol anulado pelo VAR no começo da partida. Com o resultado, os russos se recuperaram da derrota para a Bélgica, na estreia, por 3 a 0. Já os finlandeses tropeçaram pela primeira vez depois de surpreenderem a Dinamarca na primeira rodada e vencerem por 1 a 0.

Dinamarca 1 x 2 Bélgica

Em uma partida marcada pelos tributos a Christian Eriksen, que está se recuperando depois do susto na estreia, a Dinamarca largou na frente no placar, mas perdeu para a Bélgica por 2 a 1, no Estádio Parken. Yussuf Poulsen fez o primeiro gol da partida aos dois minutos de jogo. E os nórdicos seguraram a vantagem até o intervalo. Então, na etapa complementar, Thorgan Hazard, aos nove minutos, marcou o gol de empate, após assistência de Kevin De Bruyne. E o próprio De Bruyne deixou o dele aos 25, em um petardo que entrou entre o goleiro Kasper Schmeichel e a trave.

Com o resultado, a seleção belga é líder isolada do Grupo B, com seis pontos, e fica próxima de garantir sua vaga nas oitavas de final. Já a seleção dinamarquesa segue sem somar pontos e está em situação complicada para buscar a classificação ao mata-mata.

Ucrânia 2 x 1 Macedônia do Norte

Abrindo a segunda rodada do Grupo C, a Ucrânia derrotou a Macedônia do Norte por 2 a 1, na Arena Nacional, em Bucareste. O primeiro gol ucraniano saiu aos 29 minutos de jogo, com Andriy Yarmolenko. Apenas cinco minutos mais tarde, aos 34 da etapa inicial, Roman Yaremchuk fez 2 a 0 para a seleção ucraniana, que foi para o intervalo com boa vantagem. Na etapa complementar, aos 12 minutos, Ezgjan Alioski marcou para a Macedônia, no rebote após ele mesmo perder pênalti. E, no final do segundo tempo, a Ucrânia ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti com Ruslan Malinovskyi, mas conseguiu segurar o resultado.

O resultado faz a seleção ucraniana somar os primeiros três pontos na competição e ficar na vice-liderança no grupo. Já a Macedônia segue zerada e com poucas chances de avançar ao mata-mata.

Holanda 2 x 0 Áustria

Na Johan Cruijff Arena, a Holanda conseguiu uma vitória sobre a Áustria por 2 a 0, no complemento da segunda rodada do Grupo C, mesmo sem jogar um futebol muito inspirado. A seleção holandesa inaugurou o marcador aos 11 minutos de jogo, em cobrança de pênalti de Memphis Depay. E, aos 22 da etapa complementar, em contra-ataque, Donyell Malen rolou para Denzel Dumfries e ele deu números finais ao placar. A Áustria, por sua vez, pouco agrediu.

A Holanda segue com 100% de aproveitamento na Euro 2020 e está isolada na liderança do grupo, já com a ponta garantida e, consequentemente, a vaga nas oitavas. Já a Áustria está na terceira posição, com três pontos, e vai para a última rodada para enfrentar a Ucrânia e querendo assegurar sua classificação ao mata-mata.

Croácia 1 x 1 República Tcheca

Abrindo a segunda rodada do Grupo D da Euro 2020, Croácia e República Tcheca se enfrentaram no Hampden Park e, em um jogo bastante movimentado e com boas chances de gol, as duas seleções ficaram em um empate por 1 a 1. A República Tcheca abriu o placar aos 37 minutos de jogo, em cobrança de pênalti de Patrik Schick, que inclusive sofreu a penalidade e ficou com o nariz sangrando. Mas ele mesmo foi para a cobrança e marcou seu terceiro gol na Eurocopa, se isolando na artilharia. A Croácia empatou logo aos dois minutos da etapa complementar, quando Ivan Perisic soltou uma pancada e não deu chances para o goleiro Tomás Vaclik.

Após a igualdade, a República Tcheca chegou aos quatro pontos e está na liderança do grupo, ganhando no saldo de gols da Inglaterra (2 contra 1). Já os croatas somam o primeiro ponto, estão na terceira colocação do grupo e chegam ao pior início de campanha da Croácia em uma Eurocopa.

Inglaterra 0 x 0 Escócia

No complemento da segunda rodada do Grupo D, Inglaterra e Escócia protagonizaram um duelo de muita rivalidade no Estádio Wembley, mas a partida foi uma das mais fracas da Euro 2020 até agora e terminou com placar zerado. Na maior parte do tempo, as duas seleções foram muito pouco inspiradas e a favorita Inglaterra conseguiu até jogar pior do que a Escócia. A única grande chance inglesa foi aos 12 minutos de jogo, quando John Stones mandou uma cabeçada na trave. Já a Escócia quase marcou com Stephen O’Donnell, aos 30 minutos, mas Jordan Pickford fez uma belíssima defesa. Basicamente, foi isso.

Com o empate sem gols, a seleção inglesa fica na vice-liderança do grupo, com os mesmos quatro pontos da República Tcheca, que lidera a chave devido à vantagem no saldo de gols. Já a seleção escocesa soma seu primeiro pontinho e é a lanterna do grupo.

Suécia 1 x 0 Eslováquia

Abrindo a segunda rodada do Grupo E da competição, Suécia e Eslováquia se cruzaram no Estádio São Petersburgo. E o jogo não foi dos melhores, mas mesmo assim a seleção sueca conseguiu arrancar na marra uma vitória por 1 a 0. O gol saiu aos 32 minutos de partida, quando Emil Forsberg foi preciso em cobrança de pênalti e tirou o zero do marcador.

Com esse resultado, os suecos ficam com quatro pontos e chegam em boas condições de garantir uma das vagas às oitavas de final. Já a Eslováquia segue com os três pontos obtidos na estreia contra a Polônia e irão para a rodada final buscando um resultado contra a Espanha.

Espanha 1 x 1 Polônia

Fechando a segunda rodada do Grupo E da Euro 2020, Espanha e Polônia ficaram em um empate por 1 a 1 no Estádio de La Cartuja, em Sevilla. A seleção espanhola abriu o placar aos 25 minutos de jogo, quando Gerard Moreno bateu cruzado e Álvaro Morata completou para o gol (o auxiliar marcou impedimento, mas VAR olhou e confirmou que a posição era legal). Então, no segundo tempo, logo aos nove minutos, Robert Lewandowski recebeu cruzamento e cabeceou no canto aos nove minutos, deixando tudo igual. A Espanha ainda desperdiçou um pênalti com Moreno e a igualdade permaneceu.

Com o resultado, a Espanha chega aos dois pontos e fica na terceira colocação da chave, enquanto a Polônia conquista seu primeiro ponto e está na lanterna do grupo. Apesar do resultado, as duas seleções dependem apenas de suas forças na última rodada para avançarem às oitavas de final.

Hungria 1 x 1 França

No jogo que abriu a segunda rodada do Grupo F da Eurocopa, tivemos um resultado bastante surpreendente de 1 a 1 entre Hungria e França, na Arena Puskás. Embalada pela torcida, quem saiu na frente foi a seleção húngara, que marcou aos 47 do primeiro tempo com Attila Fiola. Depois do sofrimento, a seleção francesa conseguiu buscar o empate aos 21 minutos da etapa complementar, quando Antoine Griezmann mandou para o fundo das redes.

Depois do empate, a França chegou aos quatro pontos e lidera o grupo, com um ponto a mais do que Alemanha e Portugal. Já a Hungria conquistou seu primeiro ponto e segue com chances de se classificar às oitavas de final da Euro na última rodada.

Portugal 2 x 4 Alemanha

Este era um dos jogos mais aguardados da segunda rodada da fase de grupos da Eurocopa e correspondeu totalmente às expectativas. Em uma partida recheada de gols na Allianz Arena, em Munique, a Alemanha levou a melhor e venceu de virada pelo placar de 4 a 2, pelo Grupo F. O primeiro tempo já foi bem movimentado e a seleção portuguesa marcou em contra-ataque aos 15 minutos, com Cristiano Ronaldo. Mas, ainda na primeira etapa, a seleção alemã virou com dois gols contra de Rúben Dias e Raphael Guerreiro, aos 35 e 39 minutos, respectivamente.

Na etapa complementar, a equipe germânica ampliou aos seis minutos, quando Kai Havertz recebeu cruzamento e completou para as redes. Aos 15, Robin Gosens fez o quatro da Alemanha. E, aos 22, Diogo Jota fez o segundo de Portugal, que quase se animou. Mas o 4 a 2 estava consumado e a Alemanha se recuperou da derrota na estreia. Já Portugal tropeça pela primeira vez na Euro 2020.

Com o resultado, a Alemanha chega a três pontos e fica na segunda posição devido ao confronto direto. Já Portugal fica com três e fica em terceiro, ainda dependendo de si para chegar às oitavas.


Resumo da 1ª Rodada

A Eurocopa 2020 começou de maneira eletrizante, com grandes partidas compondo a primeira rodada da competição. Nos seis grupos, tivemos embates emocionantes e alguns resultados surpreendentes já na rodada inicial.

E, após 12 jogos de pura rivalidade do futebol europeu, vamos conferir um resumo do que rolou em cada partida. Dessa forma, você ficará por dentro dos resultados Eurocopa e tudo o que aconteceu nos gramados espalhados pelo Velho Continente.

Turquia 0 x 3 Itália

Na partida de abertura da Euro 2020, válida pelo Grupo A, a Itália dominou a Turquia e abriu o torneio com um 3 a 0. A partida, realizada no Estádio Olímpico de Roma, não teve gols no primeiro tempo, apesar do completo domínio italiano. A seleção turca conseguiu segurar o ímpeto ofensivo da Azzurra nos primeiros 45 minutos.

Contudo, na etapa complementar, a Itália abriu o placar com um gol contra marcado por Merih Demiral, após cruzamento da direita, aos sete minutos. Ao 20 e 33 minutos, respectivamente, Ciro Immobile e Lorenzoi Insigne ampliaram a vantagem e deram números finais ao placar. A título de curiosidade, esta foi a primeira vez que a Itália marcou três gols em uma partida da Eurocopa.

País de Gales 1 x 1 Suíça

Também no Grupo A, País de Gales e Suíça se enfrentaram no Estádio Olímpico de Baku, no Azerbaijão, e ficaram em um empate por 1 a 1. E, assim como na partida da Itália contra a Turquia, os gols do jogo foram todos marcados no segundo tempo.

Logo aos três minutos da etapa final, Breel Embolo abriu o placar de cabeça, fazendo 1 a 0 para a Suíça. Mas, aos 28 minutos, Kieffer Moore, também de cabeça, empatou a partida para o País de Gales. E ficou nisso: um gol para cada lado.

Dinamarca 0 x 1 Finlândia

Em uma das partidas mais marcantes da Euro 2020 até agora, mas por um motivo negativo, foi o confronto que abriu as disputas no Grupo B. Dinamarca e Finlândia mediram forças no Estádio Parken, em Copenhague, e os finlandeses surpreeenderam, vencendo por 1 a 0. O gol foi marcado por Joel Pohjanpalo, de cabeça, aos 14 minutos da etapa complementar. E assim ficou.

Entretanto, o resultado ficou totalmente em segundo plano. Afinal, o episódio marcante do confronto ocorreu aos 42 minutos do primeiro tempo. O meia Christian Eriksen, destaque da seleção dinamarquesa, sofreu um mal súbito e caiu no gramado desacordado. Então, os médicos entraram rapidamente e tiveram que fazer massagem cardíaca de reanimação. Por sorte, o jogador sobreviveu e já está se recuperando, após quase falecer no gramado.

Bélgica 3 x 0 Rússia

Uma das favoritas ao título da Euro 2020, a Bélgica estreou muito bem no Grupo B e aplicou um 3 a 0 sobre a Rússia, no Estádio São Petersburgo. Romelu Lukaku abriu o placar aos nove minutos do primeiro tempo e dedicou seu gol a Christian Eriksen, que foi seu companheiro na Inter de Milão. Ainda na etapa inicial, Thomas Meunier marcou o segundo gol belga e ampliou a vantagem.

No segundo tempo, a qualidade da partida caiu muito. Mas, em um lance isolado, aos 42 minutos, Lukaku tocou no canto esquerdo do goleiro Anton Shunin, marcou o seu segundo na partida e fechou o 3 a 0 na estreia.

Áustria 3 x 1 Macedônia do Norte

Abrindo as disputar no Grupo C da Euro 2020, a seleção da Áustria cumpriu seu dever na estreia e derrotou a Macedônia do Norte pelo placar de 3 a 1, na Arena Nacional, em Bucareste, na Romênia. Stefan Lainer abriu o placar para os austríacos, aos 18 minutos do primeiro tempo. Pouco depois, aos 28 de jogo, Goran Pandev marcou o primeiro gol da estreante Macedônia do Norte na história da Eurocopa.

Após o empate no primeiro tempo, a Áustria sofreu para impor sua superioridade. Mas, aos 33 minutos da etapa complementar, Michael Gregoritsch fez o 2 a 1 para a seleção austríaca. Ainda houve tempo para, aos 44, Marko Arnautovic ampliar a vantagem da Áustria e dar números finais ao duelo.

Holanda 3 x 2 Ucrânia

Certamente um dos jogos mais movimentados da Euro 2020 foi o complemento do Grupo C. Na Johan Cruijff Arena, em Amsterdã, os donos da casa sofreram bastante contra a Ucrânia. Mas a Holanda conseguiu levar a melhor pelo placar de 3 a 2. E o mais curioso é que a partida foi para o intervalo com o placar marcando 0 a 0, apesar das várias chances de gol.

Contudo, os jogadores transformaram as chances em gols a partir do segundo tempo. Primeiro, Georginio Wijnaldum, aos sete, e Wout Weghorst, aos 13 minutos, fizeram 2 a 0 para a seleção dos Países Baixos. Valente, a Ucrânia buscou o empate aos 30 e 34, com gols de Andriy Yarmolenko e Roman Yaremchuk, respectivamente. Mas a seleção holandesa tirou forças do fundo da alma para evitar o vexame e marcou aos 40, com Denzel Dumfries, garantindo o triunfo em jogo de cinco gols.

Inglaterra 1 x 0 Croácia

Abrindo as disputas no Grupo D da Eurocopa 2021, a Inglaterra derrotou a Croácia pelo placar de 1 a 0, no Estádio Wembley, em Londres. Apesar do resultado positivo, a seleção inglesa não teve uma atuação muito inspirada. Contudo, conseguiu fazer o suficiente para vencer sua primeira partida de estreia em sua história na Eurocopa. Desse modo, quebrou um jejum que era, no mínimo, curioso.

O único gol do confronto foi marcado por Raheem Sterling, aos 12 minutos do segundo tempo. E a Inglaterra conseguiu celebrar, diante de sua torcida, o até então inédito gostinho de começar a maior competição de seleções da Europa conquistando três pontos.

Escócia 0 x 2 República Tcheca

No complemento da ação da primeira rodada do Grupo D da Euro, Escócia e República Tcheca mediram forças no Hampden Park, em Glasgow, na Escócia. E, com dois gols anotados por Patrik Schick, os tchecos estrearam com o pé direito e venceram o duelo pelo placar de 2 a 0. Aliás, o segundo gol da República Tcheca foi uma verdadeira pintura.

Schick marcou o primeiro dos tchecos aos 42 minutos da etapa inicial, em cabeçada após cobrança de escanteio. Então, aos sete do segundo tempo, veio a obra de arte. Vendo o goleiro David Marshall, da Escócia, adiantado, Schick não pensou duas vezes e mandou uma bomba de canhota do meio de campo. A bola viajou 51 metros (com direito a uma linda curva) e morreu no fundo das redes do gol escocês. Certamente, um dos gols mais bonitos da história da Eurocopa e o gol que, provavelmente, será eleito o melhor deste torneio.

Polônia 1 x 2 Eslováquia

No jogo inaugural do Grupo E da Euro 2020, Polônia e Eslováquia protagonizaram um embate agitado no Estádio São Petersburgo, na Rússia. E, de maneira surpreendente, os eslovacos venceram a partida pelo placar de 2 a 1. A seleção da Eslováquia tirou o zero do placar aos 18 minutos de jogo, quando Róbert Mak finalizou de dentro da área, a bola pegou na trave, voltou no goleiro Wojciech Szczesny e entrou. Oficialmente, foi gol contra do goleiro polonês.

Na etapa complementar, a seleção polonesa empatou logo no retorno ao gramado com gol de Karol Linetty. Mas Grzegorz Krychowiak foi expulso aos 17 minutos e complicou a vida da Polônia. A Eslováquia, que não tinha nada a ver com isso, aproveitou a vantagem numérica e fez o 2 a 1 com Milan Skriniar, aos 24 minutos. E assim terminou a partida.

Espanha 0 x 0 Suécia

A partida que complementou a primeira rodada do Grupo E foi, certamente, uma das piores até agora da Eurocopa. A Espanha, apesar dos 17 chutes a gol e absurdos 85% de posse de bola, além de quase mil passes trocados, não foi capaz de transformar tal superioridade estatística em gols. Teve chances sobretudo no primeiro tempo e perdeu chances claras, a maior delas com Álvaro Morata, aos 37 minutos de jogo. Ainda na primeira etapa, a Suécia assustou com Alexander Isak, que chegou a acertar finalização na trave após desvio na zaga espanhola.

A etapa complementar seguiu com domínio territorial espanhol, mas nada de gols. Nas poucas chances mais claras, a Espanha parou na boa atuação do goleiro sueco Robin Olsen. A seleção sueca também cansou de passar vergonha, com Mikael Lustig furando e Marcus Berg perdendo um gol na cara. O resto do tempo foi Espanha tocando para lá e tocando para cá. Jogo triste de se ver e a primeira partida sem gols desta Euro. Aliás, foi o primeiro 0 a 0 entre Espanha e Suécia em 70 anos. O último (e único até hoje) empate sem redes balançadas em um duelo entre os dois havia sido em amistoso em 1951.

Hungria 0 x 3 Portugal

Na primeira rodada do Grupo F da Euro 2020, Hungria e Portugal se enfrentaram na Puskás Arena, em Budapeste, na Hungria. E, contando com o apoio de uma torcida animada, os donos da casa deram trabalho. Ainda assim, aos trancos e barrancos, a seleção de Portugal conseguiu arrancar uma vitória importante por 3 a 0. O primeiro tempo foi bastante movimentado e com domínio lusitano, mas os portugueses não foram capazes de tirar o zero do placar.

Então, na etapa complementar, a seleção húngara até saiu um pouco mais para o jogo e assustou. Aos 34 minutos da etapa complementar, a Hungria até chegou a marcar, com gol de Szabolcs Schön, que mandou no canto esquerdo do goleiro Rui Patrício. Mas o tento foi anulado por impedimento. O susto foi o suficiente para Portugal acordar. Então, aos 39, Raphael Guerreiro chutou de primeira após cruzamento e abriu o placar. A partir daí, os portugueses comandaram e fecharam o placar com gol de pênalti de Cristiano Ronaldo, aos 42, e mais um do mesmo CR7, aos 47. Assim, Cristiano Ronaldo chegou a 11 gols em Eurocopas e se isolou como maior artilheiro da história da competição. O astro também é o único jogador a marcar gols em quatro edições diferentes da Euro. Aliás, ele marcou em todas as cinco das quais participou (2004, 2008, 2012, 2016 e 2020).

França 1 x 0 Alemanha

Complementando a primeira rodada do Grupo F da Eurocopa 2021, França e Alemanha protagonizaram um dos jogos mais aguardados do torneio até agora. E, na partida realizada na Allianz Arena, em Munique, a França derrotou a Alemanha pelo placar de 1 a 0. Os franceses até tiveram mais chances de ampliar, mas desperdiçaram oportunidades e ainda tiveram dois gols anulados pelo VAR.

O único gol da partida saiu aos 20 minutos do primeiro tempo, quando Lucas Hernández cruzou da esquerda e viu o zagueiro alemão Mats Hummels mandar a bola para o próprio gol, sem chances para Manuel Neuer. O gol contra acabou sendo decisivo. No restante dos primeiros 45 minutos, a Alemanha tentou, mas os franceses controlaram as ações. A Alemanha até saiu mais para o jogo no segundo tempo, mas não criou muitas oportunidades de perigo. Uma das poucas foi com Serge Gnabry, em chute que passou raspando o travessão do goleiro Hugo Lloris. E, além dos gols anulados, a França também acertou a trave com Adrien Rabiot. Apesar dos sustos nos dois lados, a vitória mínima dos ‘Bleus’ se concretizou.


Classificação da Eurocopa

Agora que você já conferiu os resultados Eurocopa e os resumos dos jogos, rodada a rodada, é bom ficar de olho na classificação. Afinal, durante a competição é essencial ficar atento à tabela de classificação e fazer as contas. Portanto, veja abaixo as classificações dos seis grupos do torneio europeu.

Grupo A

EURO Grp. A
JJ
1
Itália
3300707109
2
País de Gales
3111321514
3
Suíça
311145-1504
4
Turquia
300318-7700

Grupo B

EURO Grp. B
JJ
1
Bélgica
3300716109
2
Dinamarca
3102541403
3
Finlândia
310213-2403
4
Rússia
310227-5503

Grupo C

EURO Grp. C
JJ
1
Holanda
3300826109
2
Áustria
3201431306
3
Ucrânia
310245-1203
4
Macedônia do Norte
300328-6800

Grupo D

EURO Grp. E
JJ
1
Suécia
3210422307
2
Espanha
3120615405
3
Eslováquia
310227-5603
4
Polônia
301246-2711

Grupo E

EURO Grp. D
JJ
1
Inglaterra
3210202107
2
Croácia
3111431504
3
República Tcheca
3111321404
4
Escócia
301215-4301

Grupo F

EURO Grp. F
JJ
1
França
3120431505
2
Alemanha
3111651504
3
Portugal
3111761104
4
Hungria
302136-3602

Leia mais sobre a Eurocopa 2021