As cotações estão sujeitas a alterações. Última atualização 07/10/2021 20:29.

As informações e o palpite para Venezuela x Brasil

Com a possibilidade de atingir a meta estabelecida pelos matemáticos para garantir a vaga na Copa do Mundo do Qatar de 2022, o Brasil enfrenta a Venezuela nesta quinta-feira, 7 de outubro, em partida pela décima primeira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. O encontro terá como palco o estádio Polideportivo de Pueblo Nuevo, em San Cristóbal. O pontapé inicial está marcado para 20h30 (horário de Brasília).

Como funcionam as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Qatar 2022

Com dez seleções participantes, as Eliminatórias Sul-americanas são disputadas em sistema de pontos corridos com turno e returno. Ao final de 18 rodadas, os quatro primeiros colocados terão vaga garantida na Copa do Mundo do Qatar de 2022. O quinto colocado ainda terá chance de chegar lá. Porém, para isso, terá que disputar a repescagem contra o campeão das eliminatórias da Oceania. Serão duas partidas (ida e volta).

Onde assistir na TV – Um cenário confuso marcou as negociações dos direitos de transmissão dos jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Depois da pulverização de exibições nas rodadas iniciais, a TV Globo adquiriu o pacote para TV aberta. Em canais por assinatura, os jogos são exibidos pela SporTV. É preciso verificar a programação para saber quais jogos serão transmitidos e os horários.
Onde assistir nas casas de apostas – Não há transmissão de streaming dos jogos das Eliminatórias Sul-Americanas nas plataformas das principais casas de apostas.

O desempenho recente da Venezuela

A Federação Venezuelana de Futebol indicou ter jogado a toalha em relação à luta pela vaga na Copa do Mundo de 2022. Teve praticamente um mês para encontrar um substituto para o técnico José Pesseiro, mas não definiu o substituto para o treinador português, que sem receber os salários prometidos pediu demissão antes da jornada tripla das Eliminatórias Sul-Americanas em setembro. Assim, Leonardo González seguirá de forma interina no comando da seleção.

Os primeiros jogos em que esteve no posto não foram animadores. O comandante do Deportivo Lara viu a seleção ser batida nas três partidas disputadas em setembro. Os venezuelanos perderam, em casa, para Argentina (3 a 1). Como visitantes, foram superados por Peru (1 a 0) e Paraguai (2 a 1). Estacionados nos quatro pontos (uma vitória, um empate e sete derrotas), caíram para décima – última – posição na tabela de classificação das Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial de 2022.

Com cinco gols marcados, a equipe tem o pior ataque da seletiva. Como mandante, a campanha é ligeiramente superior. Em vez de ser o pior time nesse quesito é o segundo pior. Dos 12 pontos que disputou como coluna um, ganhou quatro (uma vitória, um empate e duas derrotas). Fez três gols e sofreu cinco. Na jornada tripla de confrontos de outubro ainda terá como rivais Equador, no dia 10, em casa, e Chile, no dia 14, fora, Os atletas chamados para as partidas foram:

Goleiros: Joel Graterol (América de Cali, Colômbia), Luis Romero (Portuguesa, Venezuela) e Wuilker Faríñez (Lens, França);

Defensores: Roberto Rosales (AEK Larnaka, Chipre), Ronald Hernández (Atlanta United, Estados Unidos), Pablo Bonilla (Portland Timbers, Estados Unidos), Jhon Chancellor (Brescia, Itália), Adrián Martínez (Deportivo La Guaira), Nahuel Ferraresi (Estoril, Portugal), Josua Mejías (Leganés, Espanha), Christian Makoun (Inter Miami, Estados Unidos), Óscar González (Monagas) e Daniel Carrillo (Koupion Palloseura, Finlândia);

Meias: Tomás Rincón (Torino, Itália), Junior Moreno (DC United, Estados Unidos), Bernaldo Manzano (Deportivo Lara), Edson Castillo (Caracas), Cristian Cásseres Jr. (RB New York, Estados Unidos), José Martínez (Philadelphia Union, Estados Unidos), Eduardo Bello (Club de Deportes Antofagasta, Chile), Yeferson Soteldo (Toronto, Canadá), Adalberto Peñaranda (Las Palmas, Espanhas) e Darwin Machís (Granada, Espanha);

Atacantes: Jan Hurtado (RB Bragantino), Sergio Córdova (Augsburg, Alemanha), Brayan Hurtado (Cobresal, Chile), Eric Ramírez (Dínamo de Kiev, Ucrânia) e Fernando Aristeguieta (Puebla, México).

Provável escalação da Venezuela

 

Venezuela na temporada atual

últimos jogos
10/10 202110/1022:30
10/10 202110/10
2-1
-
10/08 202108/1001:30
10/08 202108/10
1-3
-
09/10 202110/0900:30
09/10 202110/09
2-1
-
09/06 202106/0903:00
09/06 202106/09
1-0
-

A forma atual do Brasil

Camisa Schalke 04 Bundesliga

A seleção brasileira ficou com um jogo inconcluso na jornada tripla de partidas de setembro das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo do Qatar de 2022. O encontro com a Argentina, em São Paulo, acabou interrompido depois da confusão envolvendo dois atletas argentinos que entraram no país tendo como origem a Inglaterra. Teriam, de acordo com as normas sanitárias brasileiras, que cumprir quarentena. Não o fizeram e seriam retirados duante o duelo, que foi suspenso após poucos minutos disputados. A situação segue sem definição.

Porém, o Brasil venceu os dois outros jogos. Superou a Chile, por 1 a 0, fora, e Peru, por 2 a 0, como mandante. Manteve, dessa maneira, o aproveitamento de 100% no processo seletivo para o Mundial alcançando os 24 pontos possíveis. Mais uma vitória chegará aos 27 pontos estabelecidos como margem de segurança para garantir seu clubar na Copa do Mundo de 2022. Não obterá, por enquanto, a classificação matemática. Porém, só mesmo uma combinação altamente improvável deixará a seleção fora do G4 ao final do torneio.

Para a jornada tripla de outubro, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) costurou um acordo com a Premier League, que permitiu a seus clubes não cederem jogadores em setembro, e voltou a ter atletas de clubes da Inglaterra. Porém, para o duelo contra a Venezuela o técnico Tite não poderá utilizar Neymar, suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos. Ele só estará disponível para os dois últimos jogos da rodada tripla. O Brasil vai encarar Colômbia, no dia 10, fora, e Uruguai, no dia 14, em casa. Os atletas convocados foram:

Goleiros: Alisson (Liverpool, Inglaterra), Ederson (Manchester City, Inglaterra) e Weverton (Palmeiras);

Laterais: Danilo (Juventus, Itália), Emerson Royal (Tottenham, Inglaterra), Alex Sandro (Juventus), Guilherme Arana (Atlético-MG);

Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid, Espanha), Lucas Veríssimo (Benfica, Portugal), Marquinhos (PSG, França) e Thiago Silva (Chelsea, Inglaterra);

Meias: Casemiro (Real Madrid, Espanha), Edenílson (Inter), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United, Inglaterra), Gerson (Olympique de Marselha, França), Lucas Paquetá (Lyon, França)

Atacantes: Anthony (Ajax, Holanda), Gabigol (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City), Arthur Cabral (Basel, Suíça), Neymar (PSG), Raphinha (Leeds, Inglaterra), Vinicius Jr (Real Madrid)

Provável escalação do Brasil

 

Brasil na temporada atual

últimos jogos
10/08 202108/1001:30
10/08 202108/10
1-3
-
09/10 202110/0902:30
09/10 202110/09
2-0
-
09/03 202103/0903:00
09/03 202103/09
0-1
-
07/11 202111/0702:00
07/11 202111/07
1-0
-

Estatísticas de ambos os times

Prognóstico e palpite final para Venezuela x Brasil:

Diante de uma Venezuela sem mostrar qualquer ambição e limitada tecnicamente, a seleção brasileira tem o prognóstico em sua vitória o palpite indicado para o confronto desta quinta-feira pela décima primeira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo do Qatar de 2022.

Prognóstico e palpite final para Venezuela x Brasil:


Promoções para apostas

Promoções de apostas para Futebol

Dicas de aposta de Futebol