As informações e o palpite para Tony Ferguson x Justin Gaethje

Com 12 combates previstos, a edição 249 do UFC será realizada neste sábado, 9 de maio, na VyStar Veterans Memorial Arena, em Jacksonville (Flórida, Estados Unidos). Será a retomada da programação do UFC (Ultimate Fighting Championship), que estava suspensa desde a segunda quinzena de abril devido à pandemia do coronavírus. O evento ainda será realizado sem a presença de público como medida de prevenção no combate à disseminação da doença. O prato principal da programação será o combate valendo o título vago da categoria peso leve. A briga será entre Tony Ferguson e Justin Gaethje, que fecha o card principal (maind card), que tem início marcado para 23h (horário de Brasília). O combate derradeiro, contudo, deverá acontecer apenas na madrugada de domingo, 10 de maio.

100% de bônus esportivo até R$650 + Aposta Grátis de R$45
Cadastre-se agora mesmo!

A programação completa é a seguinte: (Clique na luta para mais informações sobre os atletas e o palpite para apostas)

Card principal

Peso leve: Tony Ferguson x Justin Gaethje
Peso galo: Henry Cejudo x Dominick Cruz
Peso pesado: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Peso pena: Jeremy Stephens x Calvin Kattar
Peso pesado: Greg Hardy x Yorgan De Castro

Card preliminar

Peso leve: Donald Cerrone x Anthony Pettis
Peso pesado: Alexey Oleynik x Fabricio Werdum
Peso palha: Carla Esparza x Michelle Waterson
Peso médio: Ronaldo Jacaré x Uriah Hall
Peso meio-médio: Vicente Luque x Niko Price
Peso pena: Charles Rosa x Bryce Mitchell
Peso-meio-pesado: Ryan Spann x Sam Alvey

O desempenho recente de Tony Ferguson

Anthony Armand Ferguson Padilla, natural de Oxnard (Califórnia, Estados Unidos), tem 36 anos, já passou pela categoria médios e agora está entre os leves. Atua nas artes marciais mistas desde 2008 depois de incursões pelo boxe, muay thai e jiu-jitsu.

Seu currículo ostenta 28 combates. Foram 25 vitórias, sendo 12 por nocaute, oito por submissão e cinco sucessos atribuídos pelos jurados. Das três derrotas, duas foram por pontos e apenas uma aconteceu antes do final dos assaltos pré-determinados por submissão.

Tony Fergunson deve ter problemas para se lembrar da última ocasião em que deixou o octógono derrotado. Isso aconteceu em maio de 2012 quando foi superado, por pontos, por Michael Johnson, no UFC on Fox, em East Rutherford (Nova Jersey, Estados Unidos). Desde então, venceu as 12 lutas que disputou.

Nessa extremamente bem-sucedida sequência, ganhou três prêmios de performance da noite, um de submissão da noite e cinco de luta da noite. Chegou até mesmo a faturar, de forma interina, o título mundial dos leves. Isso aconteceu em outubro de 2017 ao superar, por submissão, a Kevin Lee, no UFC 216, em Las Vegas (Nevada). No entanto, como não pode defendê-lo devido à contusão, acabou ficando sem o cinturão, que, agora, tem a chance de retomar.

Seu combate mais recente foi realizado em junho do ano passado. No UFC 238, em Chicago (Illinois), superou por nocaute técnico (o médico interrompeu o combate), a Donald Cerrone no segundo assalto.

A forma atual de Justin Gaethje

Justin Ray Gaethje nasceu há 31 anos em Safford (Arizona, Estados Unidos) e teve formação em luta livre antes de se aventurar no MMA, ao qual passou a se dedicar profissionalmente a partir de 2011. Foram 23 combates e 21 sucessos.

Ganhou 18 lutas por nocaute, uma por submissão e duas por pontos. As duas derrotas que sofreu foram por nocaute. Elas aconteceram em sequência após uma série invicta que atingiu 18 combates. Ela foi iniciada em agosto de 2011 com uma vitória de nocaute sobre Kevin Croom em Broomfield (Colorado), em sua primeira luta profissional), e durou até julho de 2017, com o sucesso, também por nocaute, ante Michael Johnson no ‘The Ultimate Fighter: Redemption Finale’, em Las Vegas.

Coube a Eddie Alvarez encerrar, por nocaute, a campanha perfeita de Gaethje no UFC 218, em dezembro de 2017, em Detroit. A tentativa de reabilitação rápida foi frustrada por Dustin Poirier, que o nocauteou no UFC on Fox de Glendale (Arizona), em abril de 2018.

Gaethje só conseguiu sacudir a poeira no UFC Fight Night de Lincoln (Nebraska), em agosto de 2018, quando superou a James Vick. Nocauteou o rival, assim como seus adversários seguintes: Edson Barbosa (UFC on ESPN, março de 2019, na Philadelphia) e Donald Cerrone (UFC Fight Night de Vancouver, Canadá, em setembro de 2019).

Prognóstico final para Tony Ferguson x Justin Gaethje:

Tanto Tony Ferguson quanto Justin Gaethje já mostraram ao longo de suas carreiras serem lutadores de grande qualidade. A escolha do encontro entre eles para reabrir o calendário do UFC não foi acidental. Era preciso um combate considerado equilibrado para acabar com a ‘síndrome de abstinência’ criada pelo longo período sem eventos. Mais consistente, Ferguson faz com que o palpite em seu sucesso seja o mais indicado para o duelo do UFC 249.

Cotação de 1,58* na plataforma de apostas esportivas de Ohmbet.

*A cotação estava disponível às 10h04 de 8/5/2020

Dicas de aposta

Como apostar em MMA/UFC – guia de apostas & conselhos