Odds are subject to change. Last updated 22/07/2021 04:55.
Promoção Betmotion Olimpíadas

As informações e o palpite para México x França

As seleções de México e França abrem nesta quinta-feira, 22 de julho, a disputa do grupo A do torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O ponto de encontro será o Tokyo Stadium, na capital japonesa. A previsão é de que a bola comece a rolar às 5h (horário de Brasília). A chave conta também com as equipes de Japão e África do Sul.

Como funciona o torneio de futebol masculino em Tóquio 2020

O torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 é composto por 16 seleções. Na primeira fase, elas foram divididas em quatro chaves. Cada uma com quatro equipes. Vão se enfrentar em turno único. Ao final das três rodadas, as duas primeiras colocadas avançam para o estágio seguinte. A partir das quartas de final, em jogos únicos e eliminatórios, serão definidos os medalhistas.

O desempenho recente do México

Os mexicanos apresentam um longo currículo em Jogos Olímpicos e a conquista da medalha de ouro em 2012, em Londres como sua maior conquista. Com caminho tranquilo nas eliminatórias, uma vez que nas Américas Central e do Norte são a grande força no futebol, fizeram sua primeira participação em 1948, também na capital inglesa, na segunda edição do evento. Participaram ainda em 1964, 1968, 1972, 1976, 1992, 1996, 2004 e 2016.

Na grande maioria das vezes, o time caiu logo na etapa inicial. Isso aconteceu já em sua estreia olímpica. Em Londres-48, levou levou 5 a 3 da Coreia do Sul. Houve, no entanto, três exceções, antes da conquisa do ouro. Em 1968, quando os mexicanos foram sede dos Jogos Olímpicos, a equipe de futebol masculino conseguiu superar a barreira da primeira fase. Avançou até as semifinais. Mas não levou medalha. Na disputa pelo bronze, perdeu por 2 a 0 para o Japão. Quatro anos depois, em Munique (Alemanha), passou para segunda fase. Mas não chegou à disputa por medalhas. Por fim, em 1996, em Atlanta (EUA), os mexicanos avançaram até as quartas de final. Caíram ante a Nigéria (2 a 0).

Em 2012, a final foi justamente com a seleção brasileira, então comandada pelo técnico da seleção principal. Mano Menezes, que perseguia de forma obcecada seu primeiro título Olímpico, o que só foi acontecer quatro anos depois, no Rio de Janeiro. Os mexicanos marcaram 2 a 1 na final. Para os Jogos de Tóquio, os mexicanos utilizaram como base atletas que atuam no país. A O Chivas foi o time que mais cedeu jogadores para a competição.

Provável escalação do México

 

México na temporada atual

últimos jogos

A forma atual da França

Camisa Schalke 04 Bundesliga

Participações olímpicas também não faltam no currículo da seleção francesa. Ela também começou nos Jogos de Londres, em 1948, e foi repetida em 1952, 1960, 1968, 1976, 1984, e 1996, quando foi iniciado um longo jejum, só agora quebrado. As quartas de final normalmente foram o limite da França com uma única exceção. Ela aconteceu nos jogos de Los Angeles (Estados Unidos), em 1984.

Em um torneio enfraquecido pela ausência dos países do bloco soviético, que ofereciam grandes dificuldades no torneio de futebol masculino naquela época, os franceses conseguiram se aproveitar das circunstâncias para conquistar sua única medalha de ouro olímpica. Assim como os mexicanos, a final foi diante da seleção brasileira. Marcaram 2 a 0 na seleção canarinho no estádio Rose Bowl, que mais tarde viria a ser sede da Copa do Mundo no qual os brasileiros conquistariam o tetracampeonato mundial.

O técnico Sylvain Ripoll encontrou muitas dificuldades para formar a equipe que vai participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Encontrou muita resistência nos clubes na hora de ceder os atletas. Mas conseguiu superar algumas barreiras e contar com atletas como Maxence Caqueret (Lyon), Jonathan Ikoné (Lille), Benoît Badiashile (Monaco) e o Camavinga (Rennes). Porém, a estrela da companhia é o veterano um ‘mexicano’. O atacante André-Pierre Gignac, que atua no Tigres, que disputou o último Mundial de clubes. Ele tem 35 anos e está na cota de jogadores acima da idade limite de 23 anos.

Provável escalação da França

 

Frannça na temporada atual

últimos jogos
07/25 202125/0710:00
07/25 202125/07
4-3
-
07/22 202122/0710:00
07/22 202122/07
4-1
-


Prognóstico e palpite final para México x França:

O México tem uma base formada há mais tempo em suas divisões de base. Os franceses contam com atletas com maior capacidade de definição. Assim, o prognóstico na igualdade parece ser boa opção de palpite para o confronto desta quinta-feira pela primeira rodada do torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Prognóstico e palpite final para México x França:


Promoções para apostas

Promoções de apostas para Futebol

Dicas de aposta de Futebol