Odds are subject to change. Last updated 24/07/2021 07:56.
bet365

As informações e o palpite para Holanda x Brasil

Ostentanto os melhores números na produção ofensiva da primeira rodada do torneio de futebol feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, as seleções de Holanda e Brasil têm seus caminhos cruzados neste sábado, 24 de julho. O confronto faz parte da agenda da jornada de número dois do grupo F. Terá como sede o Miyagi Stadium, em Miyagi. O pontapé inicial está marcado para 8h (horário de Brasília). A chave conta também com as equipes de Zâmbia e China.

Como funciona o torneio de futebol feminino em Tóquio 2020

O torneio de futebol feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 é composto por 12 seleções. Na primeira fase, elas foram divididas em três chaves. Cada uma com quatro equipes. Vão se enfrentar em turno único. Ao final das três rodadas, as duas primeiras colocadas avançam para o estágio seguinte. Também avançam as duas melhores terceiras colocadas completando, assim, o emparelhamento das quartas de final. Assim, em jogos únicos e eliminatórios, serão definidos os medalhistas.

O desempenho recente da Holanda

A Holanda foi a protagonista da partida que entrou para a história como o duelo com maior número de tentos do torneio de futebol feminino da olimpíada. Foram 13 gols assinalados na quarta-feira, 21 de julho, no duelo contra Zâmbia. As holandesas levaram a melhor vencendo por 10 a 3. Golear não é exatamente uma novidade para equipe vice-campeã do mundo na Copa da França de 2019. Desde a final do Mundial, que foram batidas pelos Estados Unidos, atropelaram Estônia (7 a 0, duas vezes), Turquia (8 a 0), Kosovo (6 a 0, também duas vezes), Bélgica (6 a 1), Austrália (5 a 0) e Noruega (7 a 0).

Contra a equipe africana, Vivianne Miedema, atacante do Arsenal, abriu o caminho para o massacre aos nove minutos do primeiro tempo. Aos 14 minutos, Lieke Martens fez o segundo. Um minuto depois, Miedema voltou a marcar. A sequência holandesa foi quebrada por Barbra Banda, que aos 19 minutos, fez o primeito tento de Zâmbia. Porém, não deu sequer para ameaçar uma reação. Aos 29 minutos, Miedema fez mais um. Aos 38 minutos, Martens fez seu segundo na partida. Shanice van de Sanden marcou aos 44 minutos o sexto gol da Holanda. No segundo tempo, Miedema fez seu quarto e último gol no jogo aos 14 minutos. Jill Roord, sua colega de clube, marcou aos 19 minutos. Lineth Beerensteyn ampliou aos 30 minutos e Victória Pelova fez o décimo cinco minutos depois. Com as europeias já relaxadas, Banda marcou mais duas vezes aos 37 e 38 minutos.

Com a posse de bola por 67% do tempo, a artilharia holandesa produziu 23 chances de finalização, acertou o alvo 13 vezes. A goleira Nali defende só três desses arremates. Porém, defensivamente mostrou fragilidade. Permitiu dez tiros ao time africano, que acertou quatro deles. O time da Holanda adotou uma formação com quatro defensoras, três meio-campistas e três atacantes.

Provável escalação da Holanda

 

Holanda na temporada atual

últimos jogos
07/27 202127/0713:30
07/27 202127/07
8-2
-
07/24 202124/0713:00
07/24 202124/07
3-3
-
07/21 202121/0713:00
07/21 202121/07
3-10
-
06/15 202115/0618:00
06/15 202115/06
7-0
-
06/10 202110/0617:30
06/10 202110/06
1-0
-

A forma atual do Brasil

Camisa Schalke 04 Bundesliga

A seleção brasileira não chegou a uma dezena de gols, porém obteve uma expressiva vitória, por 5 a 0, em cima da China na quarta-feira, 21 de julho, em sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Assim como aconteceu com as holandesas, a seleção canarinho só precisou de nove minutos para furar o bloqueio defensivo adversário. Foi a estrela Marta quem fez a rede balançar pela primeira vez. Aos 22 minutos, Debinha ampliou a vantagem.

O restante da goleada acabou sendo construída já no final da segunda etapa. Marta voltou a marcar aos 29 minutos da etapa derradeira. Até poderia fazer um ‘hat trick’. Porém, apesar de ser cobradora oficial de pênaltis da seleção, abriu mão de executar a penalidade máxima que o time teve aos 35 minutos. Foi Andressa a responsável por fazer o quarto gol. O serviço foi completado aos 44 minutos por Beatriz, após assistência de Debinha.

O Brasil teve a pelota em seu controle por 58% do tempo. Construiu mais que o dobro de oportunidades para finalização do que as chinesas (18 a 9) e teve uma proporção ainda maior no quesito tiro certo (9 a 3). A técnica sueca Pia Sundhage estabeleceu uma formação com duas linhas de quatro (defesa e meio-campo) e duas atacantes. Marta formou dupla ofensiva com Beatriz tendo liberdade de movimentação.

Provável escalação do Brasil

 

Brasil na temporada atual

últimos jogos
07/30 202130/0710:00
07/30 202130/07
(4)0-0(3)
-
07/27 202127/0713:30
07/27 202127/07
1-0
-
07/24 202124/0713:00
07/24 202124/07
3-3
-
07/21 202121/0710:00
07/21 202121/07
0-5
-
06/14 202114/0621:00
06/14 202114/06
0-0
-


Prognóstico e palpite final para Holanda x Brasil:

Ficar em primeiro lugar da chave seria importante para evitar um provável confronto com os Estados Unidos antes da final. Porém, com a derrota das norte-americanas na estreia, esse cenário ficou menos claro. Assim, o embate entre holandesas e brasileira perde um pouco de sua motivação. O prognóstico na igualdade acaba sendo boa opção de palpite para o encontro deste sábado pela segunda rodada da fase de grupos do torneio de futebol feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Prognóstico e palpite final para Holanda x Brasil:


Promoções para apostas

Promoções de apostas para Futebol

Dicas de aposta de Futebol