França vence!
Aposte agora em Betfair

 

Prognóstico para França x Bolívia

Nosso palpite: França vence

Registre-se e aposte com as melhores cotações para o jogo

As informações e o palpite para França x Bolívia

Preparando-se para encarar duas retrancas na próxima rodada dupla das eliminatórias para Euro 2020, a França escolheu a seleção da Bolívia como adversária no único amistoso que fará antes dos confrontos. O teste será realizado neste domingo, 2 de junho, no estádio de la Beaujoire, em Nantes, a partir das 16h (horário de Brasília).

Betmotion coloca 150% a mais no primeiro depósito até R$ 150 para novos usuários!

Os bolivianos estão em preparação para outra competição. Vão disputar, a partir do próximo dia 14, a Copa América 2019, que será sediada pelo Brasil.

O desempenho recente da França

Os campeões mundiais tiveram uma largada excelente na busca para alcançar uma vaga na fase final da Euro 2020. Em março, nas duas primeiras rodadas das eliminatórias, a França goleou a Moldávia (4 a 1, fora) e a Islândia (4 a 0, casa). Tomou a ponta do grupo H, que também tem a Turquia com seis pontos, embora os turcos acabem ficando na segunda posição por levarem desvantagem no saldo de gols.

A luta direta pela primeira posição será a próxima batalha francesa. O duelo contra a equipe turca, na casa do rival, está agendado para oito de maio. Três dias depois, pela quarta rodada, o time campeão do mundo visitará Andorra.

A expectativa de duas retrancas, mesmo fora de casa, fez com que o técnico Didier Deschamps escolhesse a Bolívia como rival para o único teste que terá antes dos confrontos. Ele chamou 24 atletas para as partida, mas terá que enfrentar algumas limitações para os amistosos, uma vez que alguns deles estiveram envolvidos nas decisões da Liga Europa e da Liga dos Campeões e provavelmente não serão utilizados contra os bolivianos sendo preservados para os jogos oficiais.

A novidade na lista ficou por conta do zagueiro Clement Lenglet. O jogador de 24 anos do Barcelona vestirá a camisa da seleção da França pela primeira vez. Outros novatos na relação são o lateral-direito Leo Dubois, do Lyon, e o goleiro Mike Maignan, do Lille. Este último ficou com a vaga de Seve Mandanda, do Olympique de Marselha, nome frequentemente chamado que dessa fez ficou de fora.

Os atletas chamados por Deschamps foram:

Goleiros: Alphonse Areola (Paris SG), Benjamin Lecomte (Montpellier), Hugo Lloris (Tottenham / Inglaterra) e Mike Maignan (Lille);

Defensores: Lucas Digne (Everton / Inglaterra), Leo Dubois (Lyon), Clement Lenglet (Barcelona / Espanha), Ferland Mendy (Lyon), Benjamin Pavard (Stuttgart / Alemanha), Samuel Umtiti (Barcelona / Espanha), Raphael Varane (Real Madrid / Espanha) e Kurt Zouma (Everton / Inglaterra);

Meio-campistas: N’Golo Kante (Chelsea / Inglaterra), Blaise Matuidi (Juventus / Itália), Tanguy Ndombele (Lyon), Paul Pogba (Manchester United / Inglaterra) e Moussa Sissoko (Tottenham / Inglaterra);

Atacantes: Wissam Ben Yedder (Sevilha / Espanha), Kingsley Coman (Bayern de Munique / Alemanha), Olivier Giroud (Chelsea / Inglaterra), Antoine Griezmann (Atlético Madrid / Espanha), Thomas Lemar (Atlético Madrid / Espanha), Kylian Mbappe (Paris SG) e Florian Thauvin (Olympique de Marselha)

A forma atual da Bolívia

Sem conseguir uma vitória sequer há seis partidas (três empates e três derrotas), a seleção boliviana usará a partida contra a França como forma de definir o grupo que vai disputar a Copa América 2019. O técnico Eduardo Villegas chamou 27 atletas para o confronto e deverá cortar quatro deles antes da estreia contra a seleção brasileira em 14 de junho.

A Bolívia ganhou pela última vez em 13 de outubro de 2018 quando marcou 3 a 0 na frágil seleção de Myamar. Desde então perdeu para Irã (2 a 1), Coreia do Sul (1 a 0) e Japão (1 a 0) e empatou com Emirados Árabes Unidos (0 a 0), Nicarágua (2 a 2) e Iraque (0 a 0).

Além do Brasil, a equipe vai enfrenta na Copa América as seleções de Peru (18 de junho) e Venezuela (22). Não tem qualquer amistoso previsto após a partida contra a França. Os atletas chamados para o encontro foram:

Goleiros: Rubén Cordano (Blooming), Carlos Lampe (San José) e Javier Rojas (Nacional Potosí);

Defensores: Saúl Torres (Nacional Potosí), Diego Bejarano (Bolívar), Erwin Saavedra (Bolívar), Marvin Bejarano (The Strongest), Roberto Fernández (Blooming), Luis Haquin (Puebla FC), Adrián Jusino (Bolívar), Mario Cuéllar (Oriente Petrolero), Ronny Montero (Wilstermann) e José María Carrasco (Blooming);

Meio-campistas: Leonel Justiniano (Bolívar), José Vargas (Blooming), Alejandro Chumacero (Puebla FC), Raúl Castro (The Strongest), Ramiro Vaca (The Strongest), Diego Wayar (The Strongest), Paúl Arano (Blooming), Fernando Saucedo (Wilstermann), Henry Vaca (The Strongest) e Samuel Galindo (Always Ready);

Atacantes: Leonardo Vaca (Blooming), Gílbert Álvarez (Wilstermann), Marcelo Martins (Shijiazhuang Ever Bright, China) e Rodrigo Ramallo (San José).

Prognóstico final para França x Bolívia

Ainda que a França tenha que enfrentar restrições aos jogadores convocados, o time possui vantagem técnica suficiente para que o prognóstico em seu sucesso diante dos bolivianos seja indicado como melhor palpite para o amistoso preparatório deste domingo.

Prognóstico França x Bolívia:

Cotação de 1,06* na plataforma de apostas esportivas de Betfair.

*A cotação estava disponível às 15h50 de 30/5/2019