Flamengo vence!
Aposte agora em Bet365

Prognóstico para Flamengo x River Plate

Nosso palpite: Flamengo vence

Registre-se e aposte com as melhores cotações para o jogo

As informações e o palpite para Flamengo x River Plate

O campeão da edição 2019 da Copa Libertadores da América 2019 será conhecido neste sábado, 23 de novembro. Depois de mais de três décadas sem sucesso em torneios internacionais, o Flamengo desafia o River Plate, atual campeão do torneio e que faz sua terceira decisão em cinco anos. O encontro terá como sede o estádio Monumental de Lima, no Peru. O início está agendado para 17h (horário de Brasília).

O encontro é o primeiro no novo formado do torneio estabelecido pela CONMEBOL, a organizadora da competição. Até o ano passado a disputa do título era feita em duas partidas, de ida e volta. Agora, passa a ser definida em jogo único com sede escolhida de forma antecipada e usando prorrogação e decisão por pênaltis como critérios de desempate.

A estreia da nova modalidade de definição já encontrou problemas. Santiago, capital chilena, havia sido a escolhida para receber a decisão. No entanto, questões de segurança fizeram com que o jogo fosse transferido para a capital peruana com cerca de três semanas de antecedência.

O desempenho recente do Flamengo

O Flamengo entrará em campo com a possibilidade de conquistar dois títulos em um intervalo inferior a 24 horas. Um deles é praticamente certo, ainda que não necessariamente nesse período. Com 81 pontos (25 vitórias, seis empates e três derrotas), o rubro-negro é líder disparado do Campeonato Brasileiro.

Apresenta frente de 13 pontos na comparação com o Palmeiras, único que ainda pode ultrapassá-lo. O alviverde tem seu compromisso pela trigésima quarta rodada do torneio no domingo, 24 de novembro, em casa, contra o Grêmio. Com cinco jogos para realizar, pode alcançar, no máximo, o patamar de 83 pontos. Assim, se não vencer, o título será matematicamente do Flamengo, que só poderá ser igualado na pontuação e terá vantagem no número de vitórias, que é o primeiro critério de desempate.

No entanto, mesmo que isso não aconteça no domingo, o desempenho impecável do time carioca desde que o técnico português Jorge Jesus assumiu o comando indica que não deixará escapar o título nacional. A equipe está invicta há 25 partidas. Foram 20 vitórias e cinco empates no período. A derrota mais recente foi registrada em 4 de agosto. O Bahia, em Salvador, marcou 3 a 0.

Essa lista inclui resultados do Brasileirão e da Copa Libertadores, torneio no qual o clube iniciou a campanha ainda sob a direção do técnico Abel Braga. Na primeira fase, o rubro-negro escapou por muito pouco da eliminação. Precisou segurar o empate sem gols com o Peñarol, em Montevidéu, para evitar a queda.

O grupo D terminou com um tríplice empate na primeira posição. Além da equipe carioca, os uruguaios e a LDU, do Equador, alcançaram dez pontos. O Flamengo ficou na primeira posição por ter melhor saldo de gols.

Isso permitiu que tivesse a vantagem de atuar em casa contra o Emelec, do Equador, no segundo jogo das oitavas de final, estágio em que também escapou por muito pouco da eliminação. Perdeu o jogo de ida por 2 a 0. Na volta, devolveu o marcador. Só avançou ao levar vantagem na decisão por pênaltis. Nos duelos já estava com Jorge Jesus no comando.

Nas quartas de final, o Internacional foi o rival do Flamengo. Dessa vez, o primeiro jogo foi no Maracanã e o rubro-negro tratou de abrir vantagem. Marcou 2 a 0. Depois, tratou de administrar a frente. Empatou em Porto Alegre por 1 a 1 dando mais um passo adiante na disputa.

Viveu nas semifinais seu maior momento até agora na Copa Libertadores da América contra outro time gaúcho. Contra o Grêmio, dominou, em Porto Alegre, a primeira partida, mas teve que se conformar com o empate por 1 a 1. No segundo jogo, no Rio de Janeiro, foi um massacre. Goleou por 5 a 0.

A forma atual do River Plate

O River Plate vive um momento de temporada bastante diferente do Flamengo. Enquanto os rubro-negros estão em reta final de disputa, os argentinos ainda estão na primeira metade do calendário 2019/2020 da Argentina, que adota o padrão europeu no qual a disputa do principal torneio nacional começa no segundo semestre de um ano e segue até o final do primeiro semestre do outro.

Há uma exceção. É a Copa Argentina, que é disputada anualmente. Foi nesse torneio que o River Plate fez seu jogo mais recente. Derrotou o CA Estudiantes, por 2 a 0, em campo neutro, e garantiu o lugar na decisão contra o Central Córdoba, equipe que faz sua subiu nesta temporada para a divisão de elite da Superliga Argentina. A final foi marcada para o próximo dia 30.

Será mais uma oportunidade para o técnico Marcelo Gallardo, que está no comando do clube há aproximadamente três anos, confirmar sua fama de copeiro. Sob sua direção o River Plate tem colecionado troféus. Os dois mais importantes são da Copa Libertadores da América. O maior de todos eles foi o obtido no ano passado, uma vez que o rival da decisão foi o Boca Juniors, seu maior rival.

O treinador, que está no radar de uma série de clubes europeus, mas tem se mostrado reticente em deixar o River, contudo, ainda não conseguiu vencer o Campeonato Argentino. Na temporada atual, o clube ocupa a quarta posição na tabela de classificação. Tem 24 pontos (sete vitórias, três empates e três derrotas). Está um ponto atrás de Boca Juniors, Lanús e Argentinos Juniors, que dividem a liderança.

Na Libertadores, o início foi abaixo das expectativas. Embora não tenha dado sustos para conseguir vaga nas oitavas de final, o River ficou na segunda posição do grupo A, que teve o Internacional como campeão.

Teve nas oitavas de final um cruzamento contra outro brasileiro, o Cruzeiro. Após empate sem gols em casa, precisou da decisão por pênaltis para sobreviver no jogo em Belo Horizonte, que teve o 0 a 0 repetido no tempo regulamentar.

Nas quartas de final, fez valer o mando de campo contra o Cerro Porteño, do Paraguai. Marcou 2 a 0. Depois, garantiu o 1 a 1 e teve o Boca Juniors novamente em seu caminho. Mostrou novamente sua superidade em relação ao rival. Em seu estádio, fez 2 a 0. Em La Bombonera, perdeu por 1 a0. Foi suficiente para garantir seu direito de disputar mais uma final.

➔  Sportingbet tem prêmio de R$ 50 mil para decisão da Libertadores

➔  Casa de apostas que patrocina o Flamengo paga 11 por 1 por título na Libertadores

Prognóstico e palpite final para Flamengo x River Plate

Não há muita dúvida em relação a qual será a postura do Flamengo na final. Com Jorge Jesus a ousadia tem sido a marca do time, que adota linha alta de defesa, marcação pressão e ritmo intenso do começo ao fim. Não será no jogo mais importante do ano até agora que mudará a postura.

O River Plate, que tem um trabalho bem mais amadurecido e variações táticas em maior número, fez experiências às vésperas do clássico recorrendo até mesmo a uma linha defensiva com cinco jogadores. É improvável, contudo, que utilizem essa estratégia sem terem a utilizado nas partidas anteriores.
Assim, provavelmente deverão atuar com sua habitual linha de quatro.

O Flamengo tem atuado regularmente em nível mais alto que o River Plate. Por isso, o prognóstico em seu sucesso é o palpite mais indicado para a decisão deste sábado da edição 2019 da Copa Libertadores da América.

Prognóstico e palpite final para Flamengo x River Plate:

Cotação de 2,20* na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

*A cotação estava disponível às 14h03 de 21/11/2019