Derek Brunson e Edmen Shahbazyan ganharam a condição de protagonistas do UFC Fight Night de número 173, que será realizado neste sábado, 1 de agosto, em Las Vegas (Nevada, Estados Unidos). Eles foram selecionados para assumir a liderança do card principal pelo UFC (Ultimate Fighting Championship) em evento que será mais enxuto que o normal. Terá dez combates.

A previsão é de que as disputas do card preliminar, que conta com cinco lutas, comece às 19h (horário de Brasília). As disputas que compõem o card principal não devem começar antes das 21h. Clique aqui para acompanhar os prognósticos para as demais lutas do card principal.

As informações e o palpite para Derrick Lewis x Alexey Oleynik

Os dois lutadores já tiveram chance de disputar cinturões. Tentam ganhar uma nova oportunidade de lutar por um título mundial. Aproveitam as dificuldades impostas para a entrada de estrangeiros nos Estados Unidos para tentar acelerar esse processo.

O desempenho recente de Derrick Lewis

Derrick Lewis
Derrick Lewis busca uma chance de lutar pelo cinturão (© imago images / ZUMA Press)

Derrick James Lewis nasceu na musical cidade de New Orleans (Louisiana, Estados Unidos), há 35 anos. Apelidado de ‘A Besta Negra’, está nas artes marciais mistas como profissional desde 2010. Construiu um extenso currículo.

Seu cartel conta com 31 combates. Ganhou 23 vezes. Foram 18 nocautes, uma finalização e quatro sucessos por pontos. Das sete derrotas, quatro aconteceram por nocaute, uma foi por finalização e duas por pontos. Uma de suas lutas teve o resultado decretado nulo.

Teve a oportunidade de disputar o título dos pesados no UFC 230, em novembro de 2018, em Nova York. Foi finalizado por Daniel Cormier no segundo assalto. Mostrou ter tido dificuldade para assimilar o golpe. Na luta seguinte, contra o brasileiro Júnior dos Santos, o Júnior Cigano, foi novamente derrotado, dessa vez por nocaute, também no segundo assalto. Dessa vez no UFC Fight Night de Wichita (Kansas, Estados Unidos).

Começou a dar a volta por cima no UFC 244, em novembro de 2019. Superou a Blagoy Ivanov (decisão dividida dos jurados). Venceu também seu combate mais recente. Por decisão unânime dos jurados, superou a Illir Latif no UFC 247, que foi disputado em fevereiro passado em Houston (Texas, Estados Unidos).

A forma atual de Alexey Oleynik

Alexey Oleynik
O veterano Oleynik tem 73 lutas em seu cartel (© imago images / Fotoarena)

Oleksíy Oleksíyovych Olíynyk, cuja dificuldade em grafar o nome deixa claro a razão da adoção do nome Alexey Oleynik, nasceu na Rússia há 43 anos, mas mora nos Estados Unidos. Tem 2,03 metros e já lutou em três categorias. Além dos pesados, lutou entre os meio-médios e os meio-pesados. Tem uma longa carreira. Ela foi iniciada em 1996. Teve uma parada de dois anos, mas produziu um cartel gigantesco.

Foram 73 lutas. Oleynik saiu vencedor em 59 deles, sendo oito nocautes, 46 finalizações e cinco sucessos por pontos. Deixou o octógono derrotado em 13 ocasiões, sendo sete por nocaute, duas por finalização e quatro por decisão dos jurados. Houve ainda um empate.

Sua luta mais recente foi contra o brasileiro Fabrício Werdum. Ela aconteceu no UFC 249, em Jacksonville (Flórida, Estados Unidos). O russo venceu por decisão dividida dos jurados.

Chegou a vencer o título mundial dos pesados, mas não do UFC. Em setembro de 2012 faturou o cinturão do WCMMA ao superar Mike Stewart por finalização no segundo assalto.

Prognóstico final para Derrick Lewis x Alexey Oleynik:

Apesar da carreira extensa e números impressionantes, Alexey Oleynik nunca mostrou qualidades para ser um lutador de primeira linha. Derrick Lewis chegou a dar alguns indícios, ainda que não confirmados. Para o duelo deste sábado, o prognóstico no sucesso do norte-americano parece ser o palpite mais indicado.

Odds are not currently available.
Odds are subject to change. Last updated 04/06/2021 00:56.

Dicas de aposta