World Cup Qualification CONMEBOL 1st round

13/11/2020

21:30

Brazil
Venezuela
As cotações estão sujeitas a alterações. Última atualização 13/11/2020 21:26.

As informações e o palpite para Brasil x Venezuela

A seleção brasileira faz nesta sexta-feira, 13 de novembro, sua terceira partida nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Qatar 2022. No estádio do Morumbi, em São Paulo, vai receber a Venezuela, em encontro que fecha a programação da primeira parte da jornada dupla das nove programadas para determinar os representantes do continente no Mundial. O início está agendado para 21h30 (horário de Brasília).

Mesmo com o adiamento do início das eliminatórias, a Confederação Sul-Americana de Futebol resolveu manter o formato da disputa. As dez seleções envolvidas disputarão partidas de ida e volta. Assim, ao final das 18 rodadas previstas, as quatro melhores classificadas terão lugar garantido na Copa do Mundo do Qatar 2022. Quem terminar em quinto lugar ainda terá a possibilidade de disputar a repescagem e também conseguir a vaga no Mundial.

O desempenho recente do Brasil

Ao lado dos argentinos, os brasileiros conseguiram aproveitamento de 100% na primeira rodada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas. Abriram a campanha com uma vitória tranquila, em casa, diante da Bolívia. Golearam por 5 a 0. Não houve qualquer dificuldade sequer para ultrapassar o bloqueio defensivo dos rivais. Ele caiu em 16 minutos. Marquinhos, em assistência de Danilo, colocou a bola na rede. Ainda na primeira fase, aos 30 minutos, Roberto Firmino ampliou.

Na segunda etapa, Firmino voltou a marcar aos quatro minutos. Carrasco, contra, aos 21 minutos, ajudou, e Coutinho, aos 28 minutos, fechou a conta. O Brasil produziu 20 oportunidades de finalização, mandando 20 delas no alvo. Não correu riscos. Os bolivianos tiveram somente três oportunidades de arremate. Uma foi na direção certa.

O segundo jogo foi contra os peruanos, em Lima. O Brasil marcou 4 a 2. Levou um susto ao ser vazado logo aos cinco minutos da primeira fase. Carrillo marcou. Aos 28 minutos, em cobrança de pênalti, Neymar igualou. A história se repetiu na fase derradeira. Os peruanos saíram na frente com Tapia aos 14 minutos. Richarlisso, cinco minutos depois, voltou a igualar o placar. A virada foi obtida aos 38 minutos em nova penalidade máxima. Neymar fez seu segundo gol. Ele mesmo completou o marcador aos 49 minutos.

Os chamados para o duelo contra a Venezuela e, depois, o jogo contra o Equador foram:

Goleiros: Alisson – Liverpool, Ederson – Manchester City, Weverton – Palmeiras

Defensores: Danilo – Juventus, Gabriel Menino – Palmeiras, Guilherme Arana – Atlético Mineiro, Renan Lodi – Atlético de Madrid, Diego Carlos – Sevilha, Felipe – Atlético de Madrid, Marquinhos – PSG, Thiago Silva – Chelsea,

Meias: Arthur – Juventus, Douglas Luiz – Aston Villa, Everton Ribeiro – Flamengo, Allan – Everton, Lucas Paquetá – Lyon, Bruno Guimarães – Lyon

Atacantes: Everton Cebolinha – Benfica, Roberto Firmino – Liverpool, Gabriel Jesus – Manchester City, Neymar – PSG, Pedro – Flamengo, Richarlison – Everton
Vinicius Jr. – Real Madrid

Provável escalação do Brasil

 

Brasil na temporada atual


A forma atual da Venezuela

Camisa Schalke 04 Bundesliga

O começo do trabalho do treinador português José Pesseiro no comando da seleção da Venezuela começou com turbulência. Nenhum ponto somado. Nenhum gol marcado na primeira jornada dupla das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Qatar de 2022.

No primeiro jogo, diante da Colômbia, em solo rival, os venezuelanos sequer conseguiram colocar em funcionamento sua estratégia de defesa fechada e contra-ataque. Levaram 3 a 0 ainda no primeiro tempo. O placar vigorou até o final. Os venezuelanos até produziram mais oportunidade finalização que os donos da casa ao longo do confronto (11 a 8), mas não conseguiram superar em qualidade. Os colombianos tiveram o dobro de arremates certos (6 a 3).

Na partida em casa contra o Paraguai, a Venezuela voltou a pecar nas finalizações. Teve mais oportunidades de arremate (10 a 8), mas os rivais foram mais eficientes. Por pouco. Tiveram um tiro certo a mais (3 a 2). Foi o bastante para vencerem por 1 a 0. Gol de Gimenzes aos 40 minutos da fase final. Os chamados para o encontro com o Brasil e, depois, com a equipe chilena foram:

Goleiros: Wuilker Fariñez (R.C Lens, FRA), Alaín Baroja (Delfín, EQU), Joel Graterol (América de Cali, COL), José Contreras (Táchira),

Defensores: Alexander González (FC Dinamo, ROM), Roberto Rosales (CD Leganés, ESP), Miguel Navarro (Chicago Fire, EUA), Rolf Feltscher (LA Galaxy, EUA), Jhon Chancellor (Brescia, ITA), Ronald Hernández (Aberdeen, ESC), Luis Mago (Universidad de Chile, CHI), Mikel Villanueva (CD Santa Clara, POR), Nahuel Ferraresi (Moreirense FC, POR), Wilker Ángel (Ajmat Groszny, RUS), Yordan Osorio (Parma Calcio, ITA),

Meias: Bernaldo Manzano (Atlético Bucaramanga, COL), Junior Moreno (DC United, EUA), Tomás Rincón (Torino FC, ITA), Yangel Herrera (Granada CF, ESP), José Martínez (Unión Filadelfia, EUA), Cristian Cásseres (New York Red Bull, EUA), Juan Pablo Añor (Al-Ain FC, ARA), Renzo Zambrano (Portland Timbers, EUA), Jhon Murillo (CD Tondela, POR), Jefferson Savarino (Atlético Mineiro, BRA), Rómulo Otero (Corinthians, BRA), Yeferson Soteldo (Santos, BRA),

Atacantes: Darwin Machís (Granada CF, ESP), Eric Ramírez (Dunajska Streda, ESL), Fernando Aristiguieta (Mazatlán FC, MEX), Jan Carlos Hurtado (RB Bragantino, BRA), Salomón Rondón (Dalian Pro, CHI), Sergio Córdova (Arminia Bielefeld, ALE).

Provável escalação da Venezuela

 

Venezuela na temporada atual


Prognóstico e palpite final para Brasil x Venezuela:

Dono de um elenco muito superior tecnicamente o Brasil tem o prognóstico em seu sucesso contra a Venezuela o palpite indicado para o duelo desta sexta-feira pela terceira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo do Qatar de 2022.

Prognóstico e palpite final para Brasil x Venezuela:


Promoções

Dicas de aposta