Empate!
Aposte agora em Bet365

Prognóstico para Argentina x Colômbia

Nosso palpite: Empate

Registre-se e aposte com as melhores cotações para o jogo

As informações e o palpite para Argentina x Colômbia

Cerca de três anos depois de anunciar que não mais vestiria a camisa da seleção da Argentina, Lionel Messi continua sendo o maior craque da equipe, que estreia neste sábado, 15 de junho, na Copa América 2019. Na Arena Fonte Nova, em Salvador, vai enfrentar a Colômbia, na partida que abre a primeira rodada do grupo B, que tem ainda Paraguai e Catar. O início do jogo está previsto para 19h (horário de Brasília).

➔ Veja nossas opções recomendadas para apostar em Bet365 na Copa América 2019

Normalmente disputada por dez países, que compõem a Confederação Sul-Americana de Futebol, dessa vez a Copa América tem 12 participantes, uma vez que as seleções de Japão e Catar foram convidadas para o torneio. Dessa maneira, a primeira fase conta com quatro grupos de três times que vão se enfrentar em turno único. Ao final das três jornadas estabelecidas, os dois primeiros avançarão para as quartas de final.

Mais duas vagas serão concedidas para completar os emparelhamentos da fase eliminatória para os terceiros colocados na comparação entre as equipes ao final do estágio inicial.

O desempenho recente da Argentina

Foi logo depois da Copa América do Centenário, uma edição extra do torneio realizada em 2016 nos Estados Unidos, que Lionel Messi, ao desperdiçar uma das cobranças na decisão por pênaltis na final que deu o bicampeonato da competição ao México, decidiu anunciar sua aposentadoria da seleção.

Ela foi breve. Porém, não foi a primeira. Logo depois da Copa do Mundo da Rússia de 2018, quando a Argentina caiu na fase de oitavas de final, o craque do Barcelona, vencedor do prêmio de melhor jogador do mundo em cinco oportunidades, novamente deixou a seleção. Dessa vez, a aposentadoria durou nove meses.

Ele retornou ao time na data que a Fifa (Federação Internacional de Futebol) reservou para jogos entre seleções em março. E não começou bem. Levou 3 a 1 da Venezuela em amistoso disputado na Espanha. Mesmo assim, decidiu participar da Copa América. Acertou os ponteiros com o técnico Lionel Scaloni, que foi efetivado no comando por falta de algum profissional de melhor nível que desejasse o cargo.

A Associação de Futebol da Argentina (AFA) bem que tentou. Depois de demitir Jorge Sampaoli após a fracassada campanha na Rússia, deixou Scaloni como interino por seis meses até que formalizasse uma proposta a Mauricio Schetino, que Tottenham. O treinador recusou o convite e abriu espaço para que o interino assumisse o cargo para o ciclo de preparação para a Copa do Mundo de 2022 no Catar.

Não que isso signifique muito. Antes da Copa do Mundo de 2018, Gerardo Tata Martino e Edgardo Bauza também assinaram para levar o time até o Mundial e foram demitidos no caminho.
Scaloni comandou o time em nove amistosos preparatórios entre o Mundial e a Copa América. Venceu Guatemala (3 a 0), Iraque (4 a 0), México (2 a 0 e 2 a 0), Marrocos (1 a 0) e Nicarágua (5 a 1). Empatou com a Colômbia (0 a 0). Perdeu para Brasil (1 a 0) e Venezuela (3 a 1).

O provável time para estreia é Armani; Saravia, Otamendi, Pezzella (Foyth) e Tagliafico (Acuña); Guido Rodríguez, Paredes, Lo Celso e Di María (Matías Suárez); Messi e Agüero.

A forma atual da Colômbia

A Copa do Mundo da Rússia colocou ponto final em um trabalho de seis anos do treinador argentino José Pekkerman no comando da seleção da Colômbia. Ele até conseguiu levar o time a fase de oitavas de final, em que caiu diante da Inglaterra, mas acabou dispensado após um mês de indefinição dos cartolas.

A indecisão também retardou o processo de contratação do substituto. Depois da análise de vários nomes e a algumas recusas, segundo o noticiário, só no começo de 2019 os colombianos fecharam com o português Carlos Queiróz, que classificou o Irã para o Mundial de 2018 e também comandou a seleção na Copa da Ásia, no começo deste ano.

Essa indefinição encurtou o tempo que o treinador teve para preparação visando a Copa América. Ele só assumiu o posto na data de amistosos em março comandando a seleção na vitória contra Japão (1 a 0) e derrota para Coreia do Sul (2 a 1). Depois desses jogos precisou anunciar a convocação.

Com o time montado, fez ainda dois jogos na reta final de treinos, em junho, superando Panamá (3 a 0) e Peru (3 a 0), mostrando não ter perdido sua característica de construir sua equipe a partir do sistema defensivo.

Prognóstico final para Argentina x Colômbia

Embora tenha tido mais tempo para trabalhar, Scaloni mostrou insegurança em relação ao caminho a ser seguido, o que de certa forma acaba anulando a vantagem que teria na partida contra a Colômbia, que começou sua preparação com atraso. Isso faz com que o prognóstico na igualdade acabe sendo boa opção para o confronto deste sábado pela primeira rodada da Copa América 2019.

Prognóstico Argentina x Colômbia:

Cotação de 3,10* na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

*A cotação estava disponível às 9h33 de 13/6/2019