Considerada a maior lutadora de artes marciais mistas de todos os tempos e detentora de dois títulos mundiais simultâneos, a brasileira Amanda Nunes é a grande atração do UFC 250. Inicialmente agendado para maio, em São Paulo, o evento foi transferido para Las Vegas (Nevada, Estados Unidos) pelo UFC (Ultimate Fighting Championship) e será realizado neste sábado, 6 de junho. A ‘Leoa’ vai defender o cinturão da categoria pena diante de Felicia Spencer.

OHMBET BRASIL
Ohmbet

100% de bônus esportivo até R$650
+ Aposta Grátis de R$45

As informações e o palpite para Amanda Nunes x Felicia Spencer

O confronto será o último da programação que conta com uma dúzia de lutas. Ela será iniciada às 20h (horário de Brasília) com o card preliminar. O main card não será iniciado antes da 0h. Dessa maneira, a brasileira irá lutar já na madrugada de domingo, 7 de junho.

O desempenho recente de Amanda Nunes

Poucos dias depois de ter completado 32 anos, a baiana de Pojuca Amanda Nunes entrará no octógono não apenas para defender um de seus títulos mundiais, mas o status de maior lutadora de artes marciais mistas em atividade e provavelmente a maior da história do Ultimate Fighting Championship.

Faixa preta em jiu-jitsu, ela começou no MMA em 2008 justamente na categoria pena, contudo, obteve sucesso mais cedo entre as peso galo. Conquistou o título mundial em julho de 2016 no UFC 200, que foi disputado em Las Vegas. Superou Miesha Tate por submissão aos 3min16s do primeiro assalto. Fez três bem-sucedidas defesas do título mostrando que não tinha adversárias capazes de lhe ameaçar na categoria. Deixou pelo caminho Ronda Rousey (nocaute técnico, no UFC 207 em dezembro de 2016; Valentina Shevchenko, por pontos, o UFC 215, em setembro de 2017; e Raquel Pennington, nocaute técnico, no UFC 224, em maio de 2018).

Teve a chance de duplicar os cinturões ao encarar a compatriota Cris Cyborg. O aguardado combate aconteceu o UFC 232, em dezembro de 2018. Em Inglewood (Califórnia, Estados Unidos), contudo, acabou sendo definido com rapidez. Amanda Nunes não precisou de mais que 51 segundos para levar o cinturão das peso pena para casa e colocá-lo ao lado do título conquistado na categoria galo.

Esta será a primeira defesa desse título. Porém, no intervalo entre a conquista, por duas vezes lutou entre as galos. Superou Holly Holm (nocaute técnico no primeiro assalto no UFC 239, em julho de 2019) e Germaine de Randaime (decisão unânime dos jurados no UFC 245, em dezembro do ano passado). No total, seu cartel apresenta 23 lutas, sendo 19 vitórias e quatro derrotas, a última delas em setembro de 2014 para Cat Zingano no UFC 178.

A forma atual de Felicia Spencer

Felicia Spencer nasceu em Montreal, a parte francófona do Canadá, há 29 anos. É faixa preta tanto em taekwondo quanto em jiu-jitsu. Atua profissionalmente nas artes marciais mistas desde 2012.

Não tem um currículo dos mais extensos. Foram somente nove lutas até agora. Porém, os números são bastante favoráveis. Ganhou oito duelos, sendo dois por nocaute, quatro por submissão e dois por pontos. A única derrota aconteceu por decisão dos jurados.

Foi justamente para uma brasileira. Perdeu para Cris Cyborg no UFC 240, diante de sua torcida, em Edmonton (Alberta, Canadá), em julho de 2019. Até então, com sete combates, estava invicta nos octógonos.

Voltou a vencer no combate seguinte, o último antes do UFC 250. Ele aconteceu no UFC Fight Night de Norfolk (Virgínia, Estados Unidos). Depois de 3min37, superou por nocaute técnico no primeiro assalto a Zarah Fairn dos Santos.

Prognóstico final para Amanda Nunes x Felicia Spencer:

Embora a canadense Felicia Spencer tenha um cartel respeitável, apesar de enxuto, a brasileira Amanda Nunes é favorita destacada para o combate. Dessa maneira, o prognóstico em seu sucesso é o palpite mais adequado para a luta principal do UFC 250 deste sábado.

Cotação de 1,17* na plataforma de apostas esportivas de Ohmbet.

*A cotação estava disponível às 11h08 de 31/5/2020

Dicas de aposta

Como apostar em MMA/UFC – guia de apostas & conselhos