Com a decisão da Uefa, entidade que comanda o futebol europeu, de adiar a Euro 2020 para 2021, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) também resolveu postergar a Copa América 2020 também para o ano seguinte.

Não havia outra saída. Não apenas pela pandemia do coronavírus, que atingiu o Velho Continente mais cedo e forçou a paralisação dos jogos em quase todos os países da Europa. Mas por ter a edição 2020 da Copa América ter sido criada justamente para que o calendário do torneio fosse ajustado com o da Eurocopa. Dessa maneira, não faria sentido realizar a competição e mantê-la fora de sintonia com a ‘irmã’ europeia.

Todos os torneios nacionais da América do Sul foram suspensos

A decisão foi anunciada no mesmo dia em que a Argentina, o último país que ainda apresentava resistência a suspender suas competições como forma de prevenir a disseminação do coronavírus teve sua posição revertida. Não por vontade própria, é verdade.

O River Plate foi o primeiro a mostrar sua contrariedade. Apesar da AFA (Associação de Futebol da Argentina) ter mantido seu jogo contra o Atlético Tucumán na jornada de abertura da Copa da Superliga 2020, o clube simplesmente trancou o portão de seu estádio e não compareceu para o encontro. Ganhou manifestações de solidariedade de técnicos e jogadores de outros clubes que acabaram provocando a suspensão do torneio e da Copa Argentina.

O mesmo movimento aconteceu no Chile, que suspendeu seu torneio nacional. Assim, somente o Brasil ainda tem jogos, mas não em suas competições nacionais. Apenas alguns estaduais persistem em contrariar as decisões das autoridades de saúde.

Pico de contaminação é previsto para abril e maio

A expectativa é de que o pico de contaminação na América do Sul seja atingido no continente entre os meses de abril e maio. Dessa maneira, a expectativa é de que as competições sejam retomadas normalmente apenas no segundo semestre.

Dessa maneira, é possível que muitas delas precisem ser reduzidas, incluindo a Copa Libertadores da América, que teve sua terceira rodada adiada e deverá estender essa decisão para as demais jornadas da fase de grupos. É bem possível que não seja retomada antes do segundo semestre. A Copa Sul-Americana, que terá no segundo estágio clubes que ficarem em terceiro lugar na Libertadores, não poderá ser retomada enquanto sua fase inicial não for concluída.

Brasileirão pode ser encurtado e ter novo formato

Inicialmente agendado para abril em com 38 jornadas programadas, o Campeonato Brasileiro é outro que poderá ser reduzido. Isso pode significar, inclusive, a mudança de formato. O sistema de pontos corridos e turno e returno, que foi implantado desde 2003, pode ser substituído por uma fórmula que se adeque em seis meses de disputa.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) antecipou que o calendário, que seria encerrado no começo de dezembro, irá avançar até o final do mês, mas também terá que contemplar datas para Copa do Brasil, que foi suspensa no início da sua terceira fase devido à pandemia do coronavírus.

Essa extensão, no entanto, pode criar um problema caso um clube brasileiro seja campeão da Libertadores. A segunda quinzena de dezembro inicialmente está reservada no calendário para a realização da Copa do Mundo de Clubes da Fifa (Federação Internacional de Futebol).

Apostadores receberão dinheiro investido na Copa América 2020

Como os sites de jogos online já haviam aberto mercados de apostas para Copa América 2020, os bilhetes com palpites concluídos antes da decisão da suspensão dos torneios serão suspensos e as casas de apostas promoverão a devolução do valor investido.

Leia mais: