Copa América: história do campeonato

Quer conhecer a história da Copa América? Saber tudo sobre as edições históricas e as mais recentes? É aqui mesmo!

sites-de-apostas.net

A Copa América 2024 vem aí e, claro, você está no lugar certo para aprender e entender tudo sobre a maior competição de seleções da América do Sul. O SDA te leva para conhecer a história, informações, dados, estatísticas, curiosidades, calendário, jogos e como apostar na Copa América 2024.

Esta próxima edição da Copa América contará com todas as seleções da Conmebol que você já conhece, além de algumas seleções convidadas para dar mais ritmo e dinamismo ao torneio. 

Ao todo, 16 seleções vão participar da Copa América 2024.

Embora a Copa América seja o torneio oficial de seleções sul-americanas, a edição de 2024 será disputada nos Estados Unidos.

Aqui nesta página do SDA, você poderá aprender, entender e ficar por dentro de tudo o que acontece ou vai acontecer na maior competição da Seleção Brasileira antes da Copa do Mundo 2026.

É como se fosse um “teste oficial”, para uma base de time que está sendo montada, agora, com o trabalho do técnico Fernando Diniz, na posição de interino, até a definição da chegada (ou não) de Carlo Ancelotti.Ainda há muito o que definir para a realização da Copa América de 2024 nos Estados Unidos. Mas o primeiro passo já foi dado, que é a divulgação do período de competição. Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, anunciou um pré-calendário ainda em junho de 2023, exatamente um ano antes da abertura oficial, que será no dia 20 de junho de 2024. A final está marcada para acontecer no dia 14 de julho de 2024.

Conheça a Copa América

A história da Copa América tem mais de um século.

São muitas idas e vindas de uma competição que se reinventou ao longo do tempo e teve um campeão ainda sem que a competição fosse oficialmente reconhecida pela Confederação Sul Americana de futebol.

Neste artigo, o SDA te conta os principais pontos da linha do tempo de uma competição que, hoje, é uma das maiores do mundo quando o assunto é seleções.

Acompanhe!

A história da Copa América: onde tudo começou

A história da Copa América é muito rica. Seja pela clara desorganização do evento durante muito tempo ou mesmo pela força das nações sul-americanas que conseguiram montar um torneio de futebol em 1916.

E é exatamente nesse ano, 1916, que Argentina, Chile, Uruguai e Brasil disputaram o que seria a primeiríssima edição da Copa América. O Uruguai foi o campeão e, assim, pode ser considerado o primeiro time a levantar a principal taça de seleções da América do Sul.

O torneio foi realizado entre os dias 2 e 17 de julho de 1916, e aconteceu na Argentina, em Buenos Aires. Curiosamente, o torneio foi feito para comemorar o centenário da Revolução de Maio. E após esse pontapé inicial, um grande movimento futebolístico estava por começar nas Américas.

O primeiro campeonato não foi chamado de Copa América. Mas sim, de Campeonato Sudamericano de Fútbol. O que, na prática, seria praticamente a mesma coisa que a gente conhece hoje em dia.

E desde o primeiro título do Uruguai, lá em 1916, já se passaram 107 anos. E em mais de um século de história, temos uma lista bem ampla de campeões da Copa América.

Conheça-os a seguir:

Copa América: todos os campeões

  • Argentina: 1921, 1925, 1927, 1929, 1937, 1941, 1945, 1946, 1947, 1955, 1957, 1959, 1991, 1993 e 2021
  • Uruguai: 1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959-II, 1967, 1983, 1987, 1995 e 2011
  • Brasil: 1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007 e 2019
  • Paraguai: 1953 e 1979
  • Chile: 2015 e 2016
  • Peru: 1939 e 1975
  • Colômbia: 2001
  • Bolívia: 1963

Pois é. Quase todos os países que disputam a Copa América venceram, pelo menos, uma vez. Com exceção do Equador e Venezuela, que nunca venceram a competição.

O destaque vai, claramente, para o Uruguai e Argentina, que têm 15 títulos cada.

A Argentina conquistou o seu décimo quinto título em 2021, que foi a Copa América “do Lionel Messi” para muitos analistas e comentaristas esportivos.

A criação da Conmebol

Hoje em dia, claro, a Conmebol é conhecida e é um órgão importante na gestão do futebol Sul Americano.

No entanto, foi a partir do Campeonato Sul Americano de Futebol, entre 1916 e 1917, que a Conmebol foi fundada.

Idealizada por Héctor Rivadavia, que trabalhava na Federação do Uruguai, a Conmebol foi tirada do papel a partir da criação de uma confederação entre Brasil, Argentina, Chile e Uruguai.

E aqui, mais uma vez, a história da Argentina se mistura com a história da Copa América: foi no dia da independência da Argentina, em 9 de julho, que a Conmebol foi criada.

Pois é. Os nossos hermanos sempre foram muito influentes na organização e idealização dessa competição, que hoje acontece regularmente pelos países da América do Sul (e até do Norte).

A Conmebol é quem está à frente da organização dos eventos e, uma das decisões dos membros da comissão, é a escolha da sede.

O país sede é anunciado, geralmente, muitos anos antes da competição. Hoje, sabemos que a edição de 2024 será nos Estados Unidos. Mas também, já sabemos que a edição de 2028 acontecerá no Paraguai.

Brigas e desorganização na Copa América

O evento é centenário, muitos campeões da Copa América são tradicionalíssimos no mundo do futebol; mas nem tudo são flores.

Afinal, muitos impasses e problemas de organização aconteceram durante os anos em que a Copa América estava se estabelecendo no mundo como uma competição importante entre nações da América do Sul.

E para resumir, não podemos deixar de mencionar alguns fatos que ocorreram durante a jornada.

A primeira grande briga entre associações, foi o desentendimento de forma ríspida entre Uruguai e Argentina. Esses desentendimentos aconteceram após a primeira edição da Copa do Mundo, em 1930.

A partir daí, o torneio Sul Americano foi definitivamente suspenso por tempo indeterminado. Mas as picuinhas foram se esmaecendo e, em 1935, a Copa América estava de volta com uma Edição Especial.

Em 1939, o torneio voltou “oficialmente”, mas Argentina e a Seleção Brasileira não participaram.

Até mesmo o ritmo do torneio no continente nunca foi 100% definido. O que hoje é de 4 em 4 anos, já foi a cada dois anos, a cada três anos e até mesmo duas edições da Copa América no mesmo ano: em 1959.

Loucura total até a organização definitiva do evento, não é mesmo?

Mas mesmo após tantos problemas de organização, 47 edições da Copa América já aconteceram. E por isso, bora falar um pouco dos campeões e destaques durante suas campanhas.

Argentina: 15 títulos

No top 1 do ranking de maiores campeões da Copa América, sempre esteve o Uruguai por muitos anos.

No entanto, isso mudou em 2021, quando a Argentina, de Messi e Di Maria, conquistou o seu décimo quinto título e encerrando a espera de mais de 28 anos sem o principal título local de seleções Sul Americanas.

Com isso, Uruguai e Argentina, agora, lideram como os maiores campeões da Copa América.

O último título da Argentina havia sido em 1993 e o primeiro foi lá em 1921.

Nem mesmo sendo a anfitriã do evento, lá no início da história da Copa América, a Argentina conseguiu vencer. O primeiro título veio apenas 5 anos depois do “pontapé inicial” do torneio.

Em 2011, a Argentina sediou novamente a Copa América. Mas eles jogaram muito mal e foram eliminados logo nas quartas de final.

Curiosamente, a Argentina chegou a duas finais recentes: em 2015 e 2016; essa última,seria a Copa América Centenário. As duas finais foram jogadas contra o Chile, que venceu nas duas ocasiões, nos pênaltis, e levou o troféu.

Uruguai: 15 títulos

A equipe do Uruguai sempre foi muito forte nas competições locais. Inclusive, era a seleção de futebol que dominava no mundo, por muito tempo.

Hoje com 15 títulos da Copa América, igualado a Argentina, o Uruguai parou de ganhar em 2011.

Eles continuam sendo uma potência, especialmente na revelação de grandes jogadores para o futebol mundial. Mas a sua hegemonia foi, mesmo, no início da competição.

Os uruguaios tiveram uma sequência incrível de conquistas, sejam elas intervaladas por poucos anos ou não: 1916, 1917, 1920, 1923, 1924 e 1926.

Além de outras oportunidades seguidas, como em 1983 e 1987.

É curiosa, também, a quantidade de finais realizadas entre Uruguai e Argentina: são 12 decisões entre as duas seleções e, por isso, a rivalidade se coloca como uma das maiores do mundo quando as duas seleções estão lado a lado.

Brasil: 9 títulos

E o Brasil, como entra nessa história toda?

Embora tenha muita tradição também, a Seleção Brasileira não é a mais vitoriosa no continente da mesma forma que é vitoriosa no mundo, com seus 5 títulos mundiais.

Com 9 títulos da Copa América, o Brasil venceu a primeira logo lá no início da competição, em 1919, ganhando o jogo contra o Uruguai por 1×0.

O último título do Brasil foi em 2019, em uma final contra o Peru, vencida por 3×1, quando o Brasil se preparava para disputar a Copa do Mundo do Catar 2022.

Naquele ano, a Copa América foi no Brasil e teve abertura em São Paulo, no Morumbi.

Embora sejamos muito vencedores, ainda estamos longe das duas principais potências da Copa América, que são Argentina e Uruguai.

Contra a Argentina, o Brasil tem exatamente 10 finais disputadas. Curiosamente, a última final, em 2021, foi exatamente entre Brasil e Argentina, com o jogo disputado aqui no Brasil.

O Brasil também acumula vices na bagagem: são 12 entre o início da competição até hoje, mostrando que sempre fomos protagonistas e chegamos em muitas finais durante os anos de história.

E você sabe: vencer é algo que nem sempre está no controle, já que do outro lado sempre há outra ótima seleção, não é mesmo?

Paraguai: 2 títulos

A vitória em finais nunca é garantida. É preciso jogar para obter o resultado e, nem sempre, ele é justo pelo que se apresentou em campo.

No caso do Paraguai, eles já poderiam ter vencido a Copa América pelo menos mais 6 vezes, já que esse é o número de vices na “prateleira” da seleção.

Com seus 2 títulos, sendo um em 1953 e o outro em 1979, o Paraguai demonstra menos força do que realmente tem. Afinal, sempre foi uma seleção difícil de ser batida, especialmente jogando em casa, com a sua torcida.

A última final do Paraguai foi em 2011, quando perdeu exatamente para o Uruguai que, então, se isolaria na liderança de seleção mais vitoriosa da Copa América. Curiosamente, foi também o último título do Uruguai na competição.

Chile: 2 títulos

Outro caso curioso na história da Copa América, são os dois títulos que o Chile conquistou: foram em sequência, em 2015 e 2016. E assim, ficou provado que aquela geração chilena foi, sem dúvidas, a melhor de todos os tempos.

Conseguiram ser coroados com dois títulos muito importantes para colocar o Chile no radar de seleções importantes na América do Sul, já que até 2015 nunca havia ganhado nada por aqui.

O Chile venceu a Argentina na final nas duas ocasiões. E nas duas ocasiões, a disputa foi para os pênaltis, já que ambos jogos terminaram em 0x0.

Inclusive, a conquista de 2015 teve um gostinho ainda mais especial.

Além de ser o primeiro título de Copa América da história, o Chile foi o país sede da competição e puderam celebrar ao lado da sua torcida em uma partida marcante para ambos os lados.

Em 2016, na Copa América Centenário, a disputa foi nos Estados Unidos.

Peru: 2 títulos

Outra seleção que tem 2 títulos de Copa América, é o Peru. E faz tempo: uma foi em 1939, na retomada da Copa América após a pausa, e a outra em 1975.

O Peru até chegou perto de um título recentemente, em 2019, quando disputou a final contra o Brasil. No entanto, a final no Maracanã foi promissora para a Seleção Brasileira, que conquistou o seu último título de Copa América até aqui.

Em 2019, a seleção do Peru contava com o seu grande craque, Paolo Guerrero, que ajudou a levar o time para uma final importante depois de mais de 44 anos.

Colômbia: 1 título

Por mais que tenha uma história rica no futebol, especialmente na revelação de grandes jogadores para o futebol mundial, a Colômbia não tem muitos títulos locais.

Venceram apenas uma única vez a Copa América, em 2001, jogando contra o México (que hoje faz parte da Concacaf e não da Conmebol). O jogo terminou 1×0 para a Colômbia.

E o retrospecto de finais em Copa América também não é dos melhores, já que chegaram apenas uma vez na final, em 1975, quando perderam para o Peru.

A participação da Colômbia na Copa América é sempre muito esperada; mas nem sempre resulta em boas apresentações dos seus melhores jogadores e aqueles que estão em alta no futebol mundial.

Bolívia: 1 título

Faz tempo, mas também está na história: a Bolívia venceu a Copa América em 1963 e, com isso, tem um título na sua prateleira local.

Embora não seja uma seleção com um retrospecto interessante em competições locais, eles chegaram em pelo menos mais uma final, em 1997, quando perderam para o Brasil por 3×1 e foram vice-campeões.

O título da Bolívia, de 1963, aconteceu quando a competição ainda não era chamada de Copa América. Mas sim, de Campeonato Sul-Americano de Futebol.

Desta forma, após o título da Bolívia, em 1963, somente mais uma edição da “antiga” Copa América aconteceria: em 1967.

A próxima edição, só em 1975, já seria no novo formato e com o novo nome: Copa América, como você conhece hoje em dia.

Seleções que nunca venceram a Copa América

Por mais que a maioria das seleções Sul Americanas já tenham vencido a Copa América alguma vez, isso não significa que todas venceram.

Equador e Venezuela, por exemplo, nunca conseguiram chegar perto de um título. As suas campanhas mais promissoras foram em 1959 e 1993, para o Equador, que chegou a conquistar o 4˚ lugar. E a Venezuela em 2011, quando chegou também em 4˚ lugar.

A quarta posição na Copa América é, na prática, uma disputa de terceiro lugar perdida. Mas são as posições mais promissoras de duas seleções.

Principais edições da Copa América na história: veja top 10 de anos importantes

A história da Copa América é marcada por muitas situações diferentes, avanços para o futebol Sul Americano, intrigas e desentendimentos. Até por isso, a Confederação de Futebol do continente é tão questionada até hoje.

Já em termos de futebol, muita coisa aconteceu. Por isso, veja 10 datas importantes na história da Copa América até aqui.

1910: o teste

Por mais que a Copa América tenha iniciado lá em 1916/17 de maneira oficial, saiba que o primeiríssimo jogo, o que foi o estopim para isso tudo, aconteceu bem antes: em 1910!

Ou seja, foi nesse ano que a Argentina organizou um evento para celebrar a Revolução de Maio. Embora a Conmebol não considere esse evento oficial, Argentina, Chile, Uruguai e Brasil participaram do torneio, entre 2 e 17 de julho daquele ano.

O Uruguai se saiu campeão.

1916: a estreia oficial

A estreia oficial, que contou com a coroação da Conmebol, foi em 1916. Naquele ano, quem sediou o torneio foi o Uruguai. E adivinhe: sim, eles se sagraram campeões novamente.

O Uruguai era uma grande potência da época e recebe os devidos créditos até hoje. Eles venciam quase tudo o que disputavam e, por isso, acumulam tantos títulos de Copa América (15) juntamente com a Argentina (15) e o Brasil (9).

1918: o surto de gripe no Brasil e o cancelamento da edição

A Copa América de 1918 deveria ser no Brasil. No entanto, o evento foi cancelado devido a um surto de gripe que atingia o país.

Para evitar o contágio em excesso e a superlotação de hospitais e profissionais da saúde, o evento não pôde acontecer.

Como consequência, o torneio foi adiado para o próximo ano e, então sim, o Brasil sediou o seu primeiro edição de Copa América, em 1919.

Em situação muito parecida, em 2021, a Copa América poderia não ter acontecido por causa da pandemia. No entanto, o Brasil manteve o evento mesmo assim.

1919: o primeiro título do Brasil

Logo na sua “estreia” como país sede, o Brasil também conseguiu o seu primeiro título de Copa América. Na época, ainda chamado de Campeonato Sul-Americano de Futebol.

Nessa ocasião, o Brasil conseguiu vencer o Uruguai, forte potência da época, pelo placar de 1×0 na final.

1921: o primeiro título da Argentina

A Argentina também teve o seu primeiro título logo depois, em 1921. E nessa edição, mais uma seleção Sul Americana estava ingressando na Conmebol e participaria da competição pela primeira vez: o Paraguai.

Vale lembrar que, após 1921, o Uruguai se tornou campeão diversas vezes, sendo em 1923 e 1924 de forma seguida.

1935: a volta da competição após a briga entre Argentina e Uruguai

Conforme você entendeu no início do artigo, a história da Copa América é marcada por uma confusão logo após a primeira Copa do Mundo. E de 1930 a 1935, não ocorreram mais jogos entre seleções Sul Americanas válidos por uma competição oficial Conmebol.

Somente lá em 1935, com uma edição em caráter especial, a Copa América voltou. E a partir de 1939, ela foi reintegrada como uma competição oficial das seleções da América do Sul.

1975: O batismo oficial de “Copa América” na América do Sul

Antes de 1975, a Copa América era chamada de Campeonato Sul-Americano de Futebol.

Somente depois de 1967, após mais uma pausa de 7 anos, é que a competição voltou e passou a ser chamada de Copa América.

Naquela ocasião, os jogos eram disputados em toda a América do Sul, e não em um país sede. Foi assim até 1983.

Assim sendo, em 1975, o Peru se sagrou campeão da primeira edição do novo formato de Copa América, sendo o time da Colômbia vice-campeão.

1993: começaram a chegar os convidados

Você já deve ter percebido, mas não é incomum que a Conmebol convide outras seleções para disputar a Copa América.

Essa história começou em 1993, quando convidados começaram a chegar para participar.

Desta forma, já puderam jogar a Copa América seleções dos EUA, México, Honduras, Jamaica, Costa Rica, Panamá, Japão e até o Catar!

2016: o ano do centenário e disputa na América do Norte

Em 2015 teve Copa América e, em 2016, também!

Esse calendário “maluco” aconteceu por causa do centenário da Copa América, que aconteceria em 2016, 100 anos após a primeira edição do torneio.

Em 2016, a competição aconteceu nos EUA e o Chile foi campeão da Copa América.

2020: Finalmente, um calendário

A Copa América sempre teve um dinamismo um pouco diferente de outras competições. Nunca foi o “forte” da Conmebol ter um calendário fechado, definido e organizado.

Mas em 2020, isso mudou. A partir desse ano, a Copa América passou a ser disputada oficialmente de 4 em 4 anos, e vai acontecer durante a Eurocopa, competição de mesmo peso para as seleções europeias.

Antes disso, ela era disputada de dois em dois, três em três anos e até mesmo duas vezes no mesmo ano!

Mas diz aí: A Copa América tem uma história riquíssima e digna de aprofundamento, não é mesmo?

Muitas seleções campeãs, grandes jogadores e uma competição forte entre um ciclo de Copa do Mundo e outro (o que é ótimo para preparação e desenvolvimento).

E você, conhecia a história da Copa América? Compartilhe o artigo com os amigos!

Palpites recentes

Neste espaço vamos ter todos os palpites Copa América, fresquinhos e atualizados automaticamente.

Últimas notícias

Acompanhar a Copa América seria impossível sem ficar de olho nas notícias. Por isso, acompanhe aqui as últimas do SDA sobre o evento!

Brasil é escolhido para sediar Copa do Mundo Feminina de 2027
O presidente da Fifa Gianni Infantino anuncia o Brasil como sede da Copa do Mundo Feminina de 2027 (©Alamy Stock Photo / Associated Press)

Brasil é escolhido para sediar Copa do Mundo Feminina de 2027

Dorival convoca trio de estreantes para a Seleção Brasileira
Fabrício Bruno foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira (@Imago/Pressinphoto)

Dorival convoca trio de estreantes para a Seleção Brasileira

Seleção brasileira: Dorival Júnior é oficializado como novo técnico
Dorival Júnior, ex-São Paulo, é oficialmente o novo treinador da seleção brasileira (©Imago Images / Carneiro Images)

Seleção brasileira: Dorival Júnior é oficializado como novo técnico

Fernando Diniz é demitido do cargo de técnico da Seleção
Fernando Diniz, do Fluminense, deixará o cargo de treinador interino da seleção brasileira (©Imago Images / ZUMA Wire)

Fernando Diniz é demitido do cargo de técnico da Seleção

Seleção tem amistoso marcado contra o México em junho
Brasil voltará a jogar em março, mas deverá enfrentar mais seleções antes da Copa América (@Imago/Action Plus)

Seleção tem amistoso marcado contra o México em junho

Ancelotti se diz feliz com interesse do Brasil, mas nega acerto
Carlo Ancelotti ficou feliz com o interesse da Seleção Brasileira em seu trabalho (@Imago/Pressinphoto)

Ancelotti se diz feliz com interesse do Brasil, mas nega acerto

Ofertas de bônus na barra lateral

Ofertas especiais de casas de apostas

Veja as ofertas aqui

Anote na sua agenda: de 20 de junho de 2024 a 14 de julho de 2024 a Copa América USA vai bombar no SDA!