Promoção Betway NFL

As informações e o palpite para Miami Dolphins x Baltimore Ravens

No Thursday Night Football que abre a semana 10 da temporada regular 2021 da NFL, Miami Dolphins e Baltimore Ravens se enfrentam dentro da AFC. O jogo terá como palco o Hard Rock Stadium, em Miami Gardens, na Flórida. E a bola oval vai voar nesta quinta-feira, 11 de novembro, às 22h20 (de Brasília).

A NFL (National Football League) oferece o melhor que o esporte da bola oval pode proporcionar e é a liga esportiva mais forte dos Estados Unidos. Dessa maneira, é sempre bom acompanhar e aproveitar as oportunidades de apostas esportivas que ela oferece.

Como funciona a NFL em sua edição 2021

A temporada 2021 da National Football League terá algumas novidades. Entre elas a adoção, pela primeira vez na história, de uma temporada regular com 17 jogos para cada time, com 18 semanas no total (já que todo time folga uma semana). Vale lembrar que, anteriormente, cada equipe disputava 16 jogos durante a fase de classificação, com 17 semanas ao todo na temporada.

Tradicionalmente, a NFL é formada por duas conferências: a Conferência Americana (AFC) e a Conferência Nacional (NFC). Cada conferência tem quatro divisões (Norte, Sul, Leste e Oeste), com quatro times cada, totalizando 16 times por conferência. E 32 times ao todo na liga.

Classificam-se aos playoffs os vencedores de cada divisão (quatro por conferência), totalizando oito times. E completam os 14 classificados os três melhores de cada conferência, fora os campeões de divisão. Eles disputam um torneio de mata-mata, os playoffs, e o campeão da AFC enfrenta o campeão da NFC no Super Bowl.

Onde assistir – A transmissão da NFL no Brasil é feita pela ESPN e pela Fox Sports, canais do Grupo Disney. Além disso, alguns jogos podem passar em algumas plataformas de streaming. E também há o streaming pago oficial da NFL, denominado NFL Game Pass.

Onde assistir nas casas de apostas – Algumas casas de apostas que operam no Brasil passam os jogos da NFL ao vivo. Entretanto, sempre consulte a programação e disponibilidade na sua operadora de apostas e em sua região. Afinal, o recurso de transmissão ao vivo está sujeito às limitações técnicas e geográficas.

Como chega o Miami Dolphins

Com duas vitórias e sete derrotas até agora na temporada, o Miami Dolphins continua sendo um dos piores times da Conferência Americana e, por que não, de toda a NFL. No momento, o time é o último colocado da divisão AFC Leste, por exemplo.

Entretanto, a franquia da Flórida pôs fim a uma sequência de sete resultados negativos com uma vitória por 17 a 8 sobre o Houston Texans, outro que está entre os piores times da NFL. Então, os Dolphins não tiveram grandes méritos, mas ainda assim fizerem o dever de casa.

No duelo contra os Texans, inclusive, Miami conseguiu a façanha de vencer mesmo após cometer cinco turnovers, sendo três fumbles perdidos e duas interceptações.

O quarterback Jacoby Brissett, que substituiu Tua Tagovailoa, foi muito mal em termos gerais. Ele acertou 26 passes de 43 para 244 jardas, um touchdown e duas interceptações. E, dos três fumbles perdidos, um foi dele. Ou seja, ele foi diretamente responsável por três dos cinco turnovers dos Dolphins

Aliás, para esta semana, ainda não se sabe se Tagovailoa poderá voltar ao comando do ataque. Segundo o técnico Brian Flores, o status do QB titular será avaliado “dia a dia”. O camisa 1 não atuou contra Houston depois de fraturar o dedo médio de sua mão de lançamento.

Ofensivamente, o ataque de Miami é o terceiro pior da NFL em jardas, com média de 297,4 por jogo, e o quinto pior em pontos, com 17,2 por partida. E, defensivamente, as estatísticas não são muito melhores: terceira pior defesa da liga em jardas (391,9 de média) e sexta pior em pontos (26,9 cedidos por confronto).

Para o duelo contra os Ravens, um dos mais difícil da tabela da equipe, Miami precisará resolver sua situação de quarterback. Mas, enquanto isso não se resolve, o time apostará no ataque em nomes como o running back Myles Gaskin, que soma 313 jardas terrestres e um TD, além de 37 recepções para 188 jardas e três TDs, e o tight end Mike Gesicki, que já fez 44 recepções para 529 jardas e dois TDs.

Defensivamente, a esperança recai em jogadores como o pass rusher Emmanuel Ogbah, líder do time em sacks, com cinco, o linebacker Jerome Baker, líder da equipe em tackles totais, com 50, e o cornerback Xavien Howard, que tem 10 passes desviados e duas interceptações.

Provável escalação do Miami Dolphins

 

Miami Dolphins na temporada atual


Como chega o Baltimore Ravens

Mesmo em meio a uma temporada no qual foi afetado demais por lesões, o Baltimore Ravens é o segundo melhor time de toda a AFC. Entrando nesta semana 10, a franquia de Maryland soma seis vitórias e duas derrotas, liderando a divisão AFC Norte. A única equipe melhor na Conferência Americana é o Tennessee Titans, que tem sete vitórias e duas derrotas, pois ainda não teve a semana de bye, e lidera a AFC Sul.

Desde a derrota apertada para o Las Vegas Raiders na semana 1 por 33 a 27, em duelo decidido na prorrogação, Baltimore só perdeu para o rival Cincinnati Bengals, na semana 7, por 41 a 17.

Neste último final de semana, jogando em casa, o time teve dificuldades para superar o Minnesota Vikings. Chegou a estar perdendo por 24 a 10, no começo do terceiro quarto, mas anotou três touchdowns seguidos para virar o jogo em 31 a 24. Os donos da casa ainda cederam mais um TD para os Vikings, a 1min03s do término, mas conseguiram vencer na prorrogação por 34 a 31. O excepcional kicker Justin Tucker acertou um field goal de 36 jardas para dar o triunfo aos Ravens.

Não é novidade que John Harbaugh é um dos melhores técnicos da NFL e um dos maiores da história da liga. Mas o que ele vem conseguindo fazer mais uma vez com esses Ravens é de tirar o chapéu. Mesmo perdendo seus três principais running backs (J.K. Dobbins, Justice Hill e Gus Edwards) e seu cornerback titular (Marcus Peters), ele conseguiu manter o time nos trilhos.

Tanto é que o ataque de Baltimore é o segundo melhor da liga em jardas (427,9 por jogo) e o sétimo melhor em pontos (27,6 por jogo). E isso passa por um forte jogo terrestre, o melhor da NFL até agora, produzindo 161,6 jardas pelo chão por jogo.

Muito disso se deve ao poder do quarterback Lamar Jackson correndo com a bola. Ele já soma 600 jardas e dois TDs pelo chão. Como passador, ele completou 65% de seus lançamentos para 2.209 jardas, 13 touchdowns e sete interceptações.

Fora ele, o mais produtivo pelo chão é Latavius Murray, com 212 jardas corridas e quatro TDs.

No jogo aéreo, o wide receiver Marquise Brown é o cara, com 46 recepções para 682 jardas e seis TDs.

Já defensivamente, algo que sempre foi um ponto forte de Baltimore, as coisas não estão tão bem. O time é o segundo pior ataque aéreo da liga, cedendo 282,5 jardas de passe por jogo. Em contrapartida, é uma das defesas mais sólidas contra o jogo corrido, sendo a quinta melhor da NFL neste quesito, com apenas 91,8 jardas terrestres cedidas aos oponentes em média.

Em pontos, a defesa é a 12ª pior da NFL, tomando uma média de 24,4 por confronto.

Ainda assim, o setor defensivo tem nomes como o linebacker Patrick Queen, líder em tackles no time com 42, o cornerback Anthony Averett, que já fez duas interceptações e desviou oito passes, e o linebacker calouro Odafe Oweh, líder em sacks na equipe com três.

Provável escalação do Baltimore Ravens

 

Baltimore Ravens na temporada atual

últimos jogos
08/29 202100:00
08/29 202129/08
T
TE
4
3
2
1
08/22 202101:00
08/22 202122/08
T
TE
4
3
2
1
08/15 202101:00
08/15 202115/08
T
TE
4
3
2
1

Prognóstico e palpite final para Miami Dolphins x Baltimore Ravens

Neste Thursday Night Football, o favoritismo é completo a favor dos Ravens, que são um time bem melhor e com um técnico que é um dos gênios da NFL na atualidade. Assim, o prognóstico recomendado é o de vitória de Baltimore!

Prognóstico e palpite final para partida


Promoções para apostas

Promoções de apostas para Futebol Americano NFL 2

Dicas de aposta