Jose Aldo vence
Casa de aposta 1 X 2
1XBET
1.75 51.0 1.97
As cotações estão sujeitas a alterações. Última atualização 07/08/2021 18:55.
bet365


As informações e o palpite para a luta do UFC 265

Os lutadores José Aldo e Pedro Munhoz se enfrentam neste fim de semana pela temporada 2021 do UFC. Os cards do Ultimate Fighting Championship desse sábado serão sem dúvidas cheio de emoções. Aliás, dessa vez as lutas acontecerão no Toyota Center localizado na cidade de Houston, Texas, nos EUA.

A princípio, teremos cinco combates agendados para o card principal do UFC 265. Ademais, também haverá quatro lutas complementares do card preliminar. Isto é, não faltarão atrações para os fãs das artes marciais mistas (MMA) assistirem nesse fim de semana. Aliás, há previsão de público na arena para acompanhar o evento com todos os ingressos vendidos.

As lutas do card preliminar devem começar por volta das 21h (de Brasília). Por outro lado, as atividades do card principal estão previstas para começar apenas às 23h (de Brasília).


As informações e o palpite para José Aldo x Pedro Munhoz

A luta entre José Aldo e Pedro Munhoz é válida pelo card principal dessa noite de sábado. Esse confronto será o coevento principal, como também será pela divisão do peso galo. Inclusive, Aldo está na 5ª posição e Munhoz na 9ª, então uma vitória nesse momento é de muita importância para ambos.

Com o fim de conhecer nosso palpite para essa luta, continue lendo abaixo e descubra o desempenho recente dos lutadores.

O desempenho recente de José Aldo

O brasileiro José Aldo é um lutador de MMA da categoria peso pena e peso galo (atualmente). Ele possui 34 anos e é natural de Manaus, AM. Ele foi bicampeão da categoria peso-pena do UFC e o último Campeão Peso-Pena do extinto World Extreme Cagefighting.

A princípio, começou a lutar como profissional em 2004 no EcoFight 1 contra Mário Bigola, onde venceu por nocaute com um chute na cabeça. Seu início de carreira foi um tanto quanto incrível, vencendo 7 lutas consecutivas contra Hudson Rocha, Luiz de Paula, Aritano Barbosa, Anderson Silvério, Phil Harris e Micky Young.

Dentre essas vitórias ganhou 5 por nocaute e 1 por finalização, isso mostra que ele é um lutador muito agressivo e capaz de definir seus confrontos rapidamente. Apesar disso, sofreu sua primeira derrota apenas em sua oitava luta, quando encarou Luciano Azevedo e perdeu por finalização.

Nesse sentido, estava com um cartel recheado de vitórias e apresentando um ótimo desempenho em suas lutas. Dessa forma, foi contratado para a WEC e estreou contra Alexandre Nogueira, onde venceu por nocaute na metade do segundo round. Logo depois, enfrentou e venceu de novo por nocaute Jonathan Brookins.

Na WEC construi uma carreira excelente, onde venceu todas as lutas em que participou e em grande estilo. Sendo assim, ganhou todos os 8 confrontos, 7 por nocaute e apenas 1 por decisão. Dentre esses sucessos, ganhou o cinturão peso pena da WEC contra Mike Brown, logo depois defendeu contra Urijah Faber e Manvel Gamburyan.

Sua estreia pelo UFC aconteceu no UFC 129: St. Pierre vs. Shields contra Mark Hominick disputando e unificando o cinturão peso pena do UFC, vencendo assim por decisão unânime. Seu início foi muito vitorioso, conquistando muitas vitórias, como também permanceu com o cinturão por 4 anos.

A forma atual de Pedro Munhoz

Pedro Munhoz é um lutador brasileiro de MMA especialista em jiu-jítsu (faixa preta). Ele é ex-campeão peso-galo do Resurrection Fighting Alliance. Ele está com 34 anos de idade, 12 anos como profissional e é natural de São Paulo capital.

A princípio, começou a lutar contra Reginaldo Vieira no FF – Full Fight 1, onde venceu por finalização. Em seguida, Munhoz emendou um linda sequência de vitórias, 10 para ser mais esepcífico. Essas vitórias foram 6 por finalização, 3 por decisão e apenas 1 por nocaute.

Nesse sentido, sua estreia pelo UFC aconteceu devido sua grande performance nesses eventos que participou, como também por causa do seu cartel recheado de vitórias. Assim, enfrentou e perdeu para Raphael Assunção no UFC 170: Rousey vs. McMann por decisão.

Logo depois, conseguiu vencer 4 lutas seguidas, contra Russell Doane e Justin Scoggins com uma guilhotina, ganhando também a performance da noite. Como também venceu Damian Stasiak por decisão e Rob Font com outra guilhotina (de novo performance da noite).

Apesar de está lutando muito bem e conseguindo bons resultados, perdeu na luta seguinte para John Dodson no UFC 222: Cyborg vs. Kunitskaya por decisão. Entretanto, The Young Punisher, como também é conhecido, não deu o braço a torcer e venceu mais 3 lutas seguidas, contra Brett Johns, Bryan Caraway e Cody Garbrandt.

Nas próximas duas lutas acabou perdendo para Aljamain Sterling e Frankie Edgar por decisão unânime dos juízes. Aliás, mesmo tendo perdido contra Edgar, a luta foi um grande espetáculo e determinada como a luta da noite. Em contraponto, venceu no último confronto Jimmie Rivera por decisão unânime.


Prognóstico final para José Aldo x Pedro Munhoz:

Essa luta é muito importante para os fãs já que é o coevento principal, como também para os lutadores, pois querem ganhar acima de tudo para poder subir no ranking da divisão do UFC e mostrar que mesmo com uma idade mais avançada ainda têm muita lenha para queimar.

A princípio, temos o brasileiro multicampeão José Aldo que está vindo para essa luta com um jejum de 8 meses sem entrar no octógono. Apesar disso, é um lutador muito agressivo e capaz de definir suas lutas muito rápido, tanto que conta com 17 vitórias por nocaute em seu cartel.

Por outro lado, tem seu compatriota Pedro Munhoz que possui um histórico recente de luta quase que idêntico ao seu rival. Entretanto, seu grande trunfo são as finalizações, assim possui 9 vitórias dessa forma em seu cartel.

Prognóstico e palpite final para a luta do UFC


Promoções para apostas

Promoções de apostas para UFC MMA

Dicas de aposta de UFC