Odds are subject to change. Last updated 11/07/2021 15:56.


Palco do espetáculo

O histórico estádio de Wembley, em Londres, será o cenário neste domingo, 11 de julho, da edição comemorativa dos 60 anos da Eurocopa. Com um ano de atraso, Itália e Inglaterra, assim mesmo, com os italianos na frente, como se tivessem o mando de campo, a bola vai começar a rolar às 16h (horário de Brasília).

O que está em jogo?

Para os ingleses está em jogo um título inédito. Nunca levaram um troféu da Euro para casa. Os italianos faturaram a taça em 1968, quando sediaram o torneio. Porém, depois chegaram mais duas vezes à decisão e foram superados por França (2000) e Espanha (2012). Se o jogo ficar no empate, o regulamento determina a realização de prorrogação de 30 minutos. Se não for suficiente, cobranças de pênaltis.

Ataque x defesa

Dessa vez a fama de a Itália defensiva e a Inglaterra com maior poder de ataque se inverteu. Os italianos fizeram sua campanha na Euro de forma bem mais agressiva. Foram dez gols em seis partidas. Para as estatísticas, vamos considerar somente os tentos no período regulamentar. Média de 1,67 por jogo. A Azzurra ainda fez mais dois gols na prorrogação contra a Áustria. A Inglaterra, embora com uma postura bem menos ofensiva, não ficou muito atrás. Foram nove gols. Mas teve um confronto fora da curva. Foi a goleada de 4 a 0 em cima da Ucrânia. Média de 1,5. Diferença não tão grande na produtividade. A Itália sofreu apenas dois gols. Novamente nessa conta vale o tempo regulamentar. Excelente número. Os britânicos foram além. Só levaram seu primeiro gol no sexto jogo do torneio. Ficou nisso. Se a vantagem é ligeira dos italianos no quesito ataque, na defesa, a situação muda.

Mi casa, su casa

O formato da edição comemorativa da Euro 2020 foi muito diferente de todas as anteriores. Em vez de uma sede única, foram utilizados estádios em 11 países. No entanto, a Inglaterra prevaleceu recebendo os duelos mais importantes. No final, acabou sendo mesmo o palco mais importante. Dois sete jogos do English Team, incluindo a final, seis foram marcados para Wembley. Uma bela vantagem.

Naquele campo tá faltando ele

O meia Leonardo Spinazzola deixou a partida pelas quartas de final contra a Bélgica com uma lesão no tendão de aquiles. Desfalcou a Itália na semifinal diante da Espanha e provavelmente ficará de fora da final. Em princío, a Inglaerra não tem maiores problemas para o duelo.

Professor Pardal

O técnico Roberto Mancini tirou o pé do acelerador na partida contra a Espanha pelas semifinais. A Itália diminuiu seu ritmo ofensivo, mas não mudou a postura tática. Manteve sua estratégia com linha de quatro defensores, três meias e três atacantes. Assim, provavelmente fará o mesmo na final. Conservando a base tática e variando o grau de agressividade de acordo com a necessidade. A Inglaterra tem variado mais sua postura. Mas tem prevalecido o sistema com quatro defensores, dois meias de contenção, três homens na ligação e o atacante Harry Kane, que recebeu a incumbência de ficar mais livre na frente.


O desempenho recente da Itália

A Itália superou a primeira fase da Euro 2020 com campanha perfeita. Venceu os três jogos disputados ficando na primeira posição do grupo A com os nove pontos possíveis. Fez sete gols e não teve sua defesa vazada. Encontrou dificuldades contra a Áustria nas oitavas de final. Depois de empate sem gols no tempo regulamentar, foi se impor apenas na prorrogação, que venceu por 2 a 1. Diante da Bélgica, nas quartas de final, fez 2 a 1 no período regulamentar. Na segunda-feira, 6 de julho, precisou ir até as cobranças de pênalti para eliminar a Espanho. O encontro terminou empatado por 1 a 1 no período regulamentar e não teve gols no tempo extra. Os atletas convocados para a disputa do torneio continental foram:

  • Goleiros: Gianluigi Donnarumma (Milan), Alex Meret (Napoli), Salvatore Sirigu (Torino).
  • Defensores: Francesco Acerbi (Lazio), Alessandro Bastoni (Inter), Leonardo Bonucci (Juventus), Giorgio Chiellini (Juventus), Giovanni Di Lorenzo (Napoli), Emerson Palmieri (Chelsea), Alessandro Florenzi (Paris Saint-Germain), Leonardo Spinazzola (Roma), Rafael Toloi (Atalanta).
  • Meio-campistas: Nicolò Barella (Inter), Bryan Cristante (Roma), Jorginho (Chelsea), Manuel Locatelli (Sassuolo), Lorenzo Pellegrini (Roma), Stefano Sensi (Inter), Marco Verratti (Paris Saint-Germain).
  • Atacantes: Andrea Belotti (Torino), Domenico Berardi (Sassuolo), Federico Bernardeschi (Juventus), Federico Chiesa (Juventus), Ciro Immobile (Lazio), Lorenzo Insigne (Napoli), Giacomo Raspadori (Sassuolo).

Provável escalação da Itália

 

Itália na temporada atual

últimos jogos
07/11 202111/0721:00
07/11 202111/07
(3)1-1(2)
-
07/06 202106/0721:00
07/06 202106/07
(4)1-1(2)
-
07/02 202102/0721:00
07/02 202102/07
1-2
-
06/26 202126/0621:00
06/26 202126/06
2-1
-
06/20 202120/0618:00
06/20 202120/06
1-0
-

A forma atual da Inglaterra

Camisa Schalke 04 Bundesliga

A Inglaterra também superou a primeira fase da Euro 2020 como campeã de sua chave. Porém, sem aproveitamento de 100%. Fechou a campanha no grupo D com sete pontos (duas vitórias e um empate). Fez dois gols e não sofreu tento. Nas oitavas de final, teve um duelo de gigantes contra a Alemanha. Marcou 2 a 0. Na sequência, atropelou a Ucrânia com uma goleada por 4 a 0. Na quarta-feira, 7 de julho, precisou suar muito para superar a Dinamarca. Houve empate por 1 a 1 no período regulamentar. Fez 1 a 0 na prorrogação em um gol de pênalti cuja marcação foi bastante discutível. Os atletas convocados para a disputa da Eurocopa foram:

  • Goleiros: Dean Henderson (Man Utd), Sam Johnstone (West Brom), Jordon Pickford (Everton)
  • Defensores: Ben White (Brighton), Ben Chilwell (Chelsea), Conor Coady (Wolves), Reece James (Chelsea), Harry Maguire (Manchester United), Tyrone Mings (Aston Villa), Luke Shaw (Manchester United), John Stones (Manchester City), Kieran Trippier (Atlético Madrid), Kyle Walker (Manchester City)
  • Meio-campistas: Jude Bellingham (Borussia Dortmund), Jordan Henderson (Liverpool), Mason Mount (Chelsea), Kalvin Phillips (Leeds), Declan Rice (West Ham)
  • Atacantes: Dominic Calvert-Lewin (Everton), Phil Foden (Manchester City), Jack Grealish (Aston Villa), Harry Kane (Tottenham), Marcus Rashford (Manchester United), Bukayo Saka (Arsenal), Jadon Sancho (Borussia Dortmund), Raheem Sterling (Manchester City).

Provável escalação da Inglaterra

 

Inglaterra na temporada atual

últimos jogos
07/11 202111/0721:00
07/11 202111/07
(3)1-1(2)
-
07/07 202107/0721:00
07/07 202107/07
2-1
-
07/03 202103/0721:00
07/03 202103/07
0-4
-
06/29 202129/0618:00
06/29 202129/06
2-0
-

Estatísticas de ambas seleções

Palpite do Follmann para Itália x Inglaterra:

As duas seleções alcançaram a final com méritos. Os italianos, por terem mostrado um pouco mais de qualidade ao longo do torneio, fazem com que o prognóstico em seu sucesso diante da Inglaterra seja o palpite indicado para a final deste domingo da Euro 2020.

Prognóstico e palpite final para Itália x Inglaterra:


Promoções para apostas

Promoções Eurocopa

Mais sobre o Follmann