• Tite coloca David Luiz na vaga de Fabrício Bruno para a primeira rodada
  • Treinador decide poupar o titular da defesa por conta excesso de jogos
  • Flamengo encara o Millonarios, da Colômbia, em Bogotá, nesta terça

O Flamengo tem um importante desafio nesta terça-feira, em Bogotá, na Colômbia. Trata-se da estreia da equipe em uma das principais competições da temporada, a Copa Libertadores da América, contra o Millonarios. Talvez, o principal desafio da equipe comandada por Tite até este momento em 2024. Além do adversário tradicional sul-americano, o time brasileiro vai encarar a temida altitude de 2582 metros acima do nível do mar.

Então, para este confronto, o técnico Tite resolveu fazer uma mudança importante na defesa. Na tarde desta segunda-feira, após o treino no estádio da partida, o treinador colocou David Luiz no lugar de Fabrício Bruno. A mudança e deu por conta do excesso de jogos do defensor titular. Conforme informações do site “Globo Esporte”, entre 23 e 30 de março, Fabrício Bruno jogou três partidas completas.

É importante destacar que Fabrício esteve com a Seleção Brasileira nos amistosos da Data Fifa e foi titular, atuando nos 90 minutos das partidas, além da decisão do Campeonato Carioca no último sábado. Ou seja, enquanto o defensor esteve à disposição de Dorival Júnior, David Luiz ocupou esta vaga nos treinamentos.

Assim, o Flamengo entra em campo pela primeira vez na Copa Libertadores da América de 2024 com: Rossi, Varela, David Luiz, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Erick Pulgar, De La Cruz e Arrascaeta; Luiz Araújo, Everton Cebolinha e Pedro.

Gerson e Gabigol fora

Vale lembrar ainda que para este jogo, Gerson está fora por conta de uma cirurgia depois de apresentar um quadro de infecção urinária. Gabigol, suspenso por tentar fraudar o exame antidoping, só volta em 2025. Enquanto isso, a diretoria tenta um efeito suspensivo enquanto o jogador aguarda um novo julgamento. Gabigol é o maior artilheiro brasileiro da história da competição.

O Flamengo está no Grupo E ao lado de Millonarios, da Colômbia, Bolivar, da Bolívia, além do Palestino, do Chile.