• Atacante de 22 anos deve reforçar o time holandês
  • Nova proposta gira em torno de 8 milhões de euros
  • Coxa também ficaria com 20% dos direitos do atleta

Primeiramente, vamos falar sobre o Coritiba. Isso porque o clube paranaense recebeu nova proposta do Feynoord, da Holanda, pelo atacante Igor Paixão. Conforme noticiou a jornalista Nadja Mauad, em seu blog no ‘Globo Esporte’, a negociação está encaminhada para a venda do atleta.

Segundo a reportagem, há um entendimento entre as partes sobre valores e percentual. Isso porque o Coxa não abriu mão de que o negócio girasse em torno dos 8 milhões de euros (cerca de R$ 41,6 milhões) e de ficar com 20% dos direitos do atacante.

Vale lembrar que, em abril, o time da Holanda tinha consultado o Coritiba e estaria disposto a investir 2 milhões de euros. Na reabertura da janela de transferência da Europa, o Feynoord voltou a procurar o Coxa. Até domingo, os valores giravam em torno de 6,5 milhões de euros e não agradavam o clube.

De acordo com Nadja, entre o jogador e o clube holandês as conversas estão bem encaminhadas para um contrato até 2027. Além disso, na semana passada, Igor Paixão não participou dos treinos no CT da Graciosa e deve se despedir nos próximos dias do Coxa.

De acordo com o Coritiba, Igor Paixão está, por ora, com uma indisposição. Ainda assim, segue entre os 24 atletas relacionados para o jogo desta segunda, contra o Santos, no Couto Pereira, às 20h. Porém, ele não começa jogando, e Hernan Pérez deve fazer sua estreia.

Igor Paixão é o destaque do Coritiba em 2022

Aos 22 anos, Igor Paixão se tornou o principal jogador do Coxa na atual temporada. Em 2022, ele disputou 37 jogos, marcou 11 gols e deu dez assistências. Em fevereiro, o jovem atacante teve seu contrato renovado até 2024. Revelado nas categorias de base do Coritiba, Igor Paixão disputou 95 jogos e fez 21 gols.

Nesta segunda, o Coritiba aposta na força do Couto Pereira para se afastar mais uma vez da zona de rebaixamento. O time tem 22 pontos e é o 15º colocado. Em casa, o Coxa tem seis vitórias, dois empates e duas derrotas no Brasileirão. O Alviverde vem de derrota fora para o Goiás e precisa do resultado positivo diante do Peixe.