Logo de sites de apostas .net
Prognósticos e notícias de apostas

palpite

Nesta página você vai encontrar artigos sobre palpite.
football line
Palpite: Polônia x República Checa – Prognóstico 15/11/2018 – Amistoso
Prognósticos de apostas

Prognóstico para Polônia x República Checa

*Cotações para este jogo

1 X 2
1,75 3,40 5,00

Nosso palpite para Polônia x República Checa: Polônia

*As cotações estavam disponíveis às 11h10 de 12/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Polônia x República Checa

Polônia e República Checa fazem nesta quinta-feira, 15 de novembro, amistoso preparatório para a partida final da fase de classificação da edição inaugural da Liga das Nações da Europa. O jogo será disputado no estádio Energa Gdansk, em Gdańsk, na Polônia. O pontapé inicial foi marcado para 15h (horário de Brasília).

O desempenho recente da Polônia

Na prática, para a seleção da Polônia os dois próximos duelo serão amistoso, ainda que um deles terá caráter oficial. No grupo 3 da League A, a divisão de elite da Liga das Nações da Europa, os poloneses vão enfrentar Portugal no próximo dia 20. Porém, o confronto será um mero cumprimento de tabela.

Com somente um ponto (um empate e duas derrotas) conseguido nas três primeiras partidas, a Polônia não tem mais como fugir da terceira – última – colocação. Dessa maneira, disputará a próxima edição da Liga das Nações na League B, a Segunda Divisão.

Apesar do fracasso, o técnico Jerzy Brzecek, tenta fazer uma reformulação na equipe depois da eliminação na primeira fase da Copa do Mundo da Rússia e troca de comando, tem agido com moderação. Promoveu apenas duas convocações inéditas. Chamou o defensor Hubert Matynia e o atacante Adam Buksa para os próximos duelos.

Os jogadores disponíveis para as partidas são:

Goleiros: Łukasz Fabiański (West Ham United), Łukasz Skorupski (Bologna FC) e Wojciech Szczęsny (Juventus);

Defensores: Jan Bednarek (Southampton), Bartosz Bereszyński (Sampdoria), Kamil Glik (AS Monaco), Artur Jędrzejczyk (Legia Warsaw), Marcin Kamiński (Fortuna Duesseldorf), Tomasz Kędziora (Dynamo Kyiv), Hubert Matynia (Pogoń Szczecin), Paweł Olkowski (Bolton Wanderers) e Rafał Pietrzak (Wisła Kraków);

Meio-campistas: Jakub Błaszczykowski (VfL Wolfsburg), Przemysław Frankowski (Jagiellonia Białystok), Jacek Góralski (Ludogorets Razgrad), Kamil Grosicki (Hull City), Damian Kądzior (Dinamo Zagreb), Mateusz Klich (Leeds United), Grzegorz Krychowiak (Lokomotiv Moscow), Damian Szymański (Wisła Płock) e Piotr Zieliński (Napoli);

Atacantes: Adam Buksa (Pogoń Szczecin), Robert Lewandowski (Bayern Munich), Arkadiusz Milik (Napoli) e Krzysztof Piątek (Genoa CFC).

A forma atual da República Checa

 

As mudanças na seleção da República Checa foram tardias e estão sendo mais profundas. Jaroslav Silhavy assumiu o comando da equipe somente na data que a Fifa (Federação Internacional de Futebol) reservou para amistosos em outubro depois dos desastrosos jogos de setembro quando os checos foram batidos pela Ucrânia (2 a 1), na League B, a Segunda Divisão da Liga das Nações da Europa, e goleados pela Rússia (5 a 1) em amistoso.

Com Silhavy, o começo até foi promissor. Atuando na Eslováquia, a República Checa marcou 2 a 1. Porém, na sequência, novamente fora de casa, não conseguiu manter a sequência e perdeu da Ucrânia por 1 a 0. O resultado assegurou a classificação antecipada aos ucranianos deixando os checos com o objetivo único de evitar o rebaixamento na partida derradeira contra os eslovacos, que está agendada para 19 de novembro.

O novo comandante deu mais alguns passos no processo e renovação do elenco e chamou cinco jogadores que vão vestir pela primeira vez a camisa da seleção principal. São eles: Martin Doležal, Patrizio Stronati, Martin Frydek, Jiří Skalak e Ladislav Krejci. Jan Kopic e Jaromír Zmrhal, que faziam parte da relação, acabaram cortados por lesão. Os atletas disponíveis para as partidas são:

Goleiros: Tomas Koubek (Stade Rennais, França), Jiri Pavlenk (Werder Bremen, Alemanha) e Tomas Vackli (Sevilha, Espanha);

Defensores; Jakub Brabec (Caykur Rizespor, Turquia), Ondrej Celustka (Antalyaspor, Turquia), Theodor Gere Selassie (Werder Bremen, Alemanha), Pavel Kaderabek (Hoffenheim, Alemanha), Tomas Kalas (Bristol City, Inglaterra) e Filip Novak (Trabzonspor, Turquia);

Meias: Vladimir Darida (Hertha Berlin, Alemanha), Borek Dockal (Philadelphia Union, Estados Unidos), Jakub Kankto (Sampdoria, Itália), David Pavelka (Kasimpasa, Turquia), Tomas Soucek (Slavia Praha), Michal Travnik (Jablonec) e Matjej Vydra (Burnley, Inglaterra);

Atacante: Patrik Schick (Roma, Itália).

Histórico dos confrontos entre Polônia x República Checa

Em sete encontros envolvendo as seleções nunca um empate foi registrado. Os poloneses ganharam quatro jogos e os checos venceram três.

Prognóstico final para Polônia x República Checa

O maior poderio ofensivo em uma partida amistosa faz com que o prognóstico na vitória da Polônia seja a melhor opção para o encontro com a República Checa nesta quinta-feira.

Prognóstico para Polônia x República Checa – vitória da Polônia – cotação de 1,75 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: Chapecoense x Botafogo – Prognóstico 15/11/2018 – Brasileirão
Prognósticos de apostas Brasileirão

Prognóstico para Chapecoense x Botafogo

*Cotações para este jogo

1 X 2
2,37 2,90 3,30

Nosso palpite para Chapecoense x Botafogo: Chapecoense

*As cotações estavam disponíveis às 10h56 de 13/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Chapecoense x Botafogo

A Arena Condá volta a ser a esperança da Chapecoense para sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, 15 de novembro, a equipe catarinense aproveitou o feriado da Proclamação da República e agendou para 17h (horário de Brasília) o confronto com o Botafogo pela trigésima quarta rodada do Brasileirão.

O desempenho recente da Chapecoense

A expectativa é de que os torcedores lotem o estádio para empurrar o time em sua luta pela permanência na elite do futebol nacional, especialmente depois que a Chape ter colhido um resultado surpreendente na noite de segunda-feira, 12 de novembro. No estádio do Pacaembu, em São Paulo, o alviverde derrotou o favorito Santos por 1 a 0.

Chegou, dessa maneira, aos 37 pontos (nove vitórias, dez empates e 14 derrotas). Subiu duas posições na tabela de classificação passando a ocupar o décimo sétimo posto, o primeiro na zona de rebaixamento. Igualou a pontuação do Sport, o primeiro fora da região da degola, mas que superava os catarinenses no critério de desempate de número de vitórias (dez a nove).

Agora, a expectativa é de dar em casa mais um passo para deixar o Z4. O retrospecto na Arena Condá é favorável. Das 16 partidas que realizou no estágio na temporada 2018, a Chape pontuou em 13. Foram oito vitórias e cinco empates, o que deixou o time em décimo terceiro lugar na tabela de classificação que leva em consideração somente os resultados que os times obtém em seus domínios. Nesse cenário, o rebaixamento não seria uma ameaça.

Após conquistar sua primeira vitória fora de casa no Brasileirão, o time ganhou confiança para usar o ‘fator Condá’, uma vez que três das cinco partidas restantes serão em casa: Botafogo, Sport e São Paulo.

A forma atual do Botafogo

O Botafogo também não tem motivos para reclamar do resultado obtido na jornada 33 do Brasileirão. No clássico contra o Flamengo, marcou 2 a 1 chegando aos 41 pontos (dez vitórias, 11 empates e 12 derrotas). Casou, dessa maneira, a subida na pontuação com o ganho moral de superar um rival que, de quebra, estava na luta pelo título nacional.

Isso certamente concede mais tranquilidade ao técnico Zé Ricardo, que completou 100 dias no cargo e também tem como objetivo a manutenção do alvinegro na divisão de elite do futebol brasileiro. Para isso, quatro pontos são considerados necessários, ainda que os resultados das últimas jornadas indiquem que talvez três já bastem.

Nada que assuste. Afinal, com o treinador no comando, o Botafogo apresenta aproveitamento de 46,5 %. Se mantiver essa média, será mais do que suficiente para garantir seu lugar na Série A e ainda dar um passo a mais mantendo o time na zona de classificação para a edição 2019 da Copa Sul-Americana.

Para o confronto em Chapecó o treinador não poderá contar com o lateral Gilson, lesionado. Moisés deve ser o escolhido para ocupar a vaga. Recuperado de lesão, João Paulo pode voltar a ser relacionado, mas provavelmente para o banco de reservas. O atacante Kieza também deve receber o sinal verde do departamento médico. Está em fase final de recuperação de lesão no Tendão de Aquiles. Também deve ficar entre os reservas.

Histórico dos confrontos entre Chapecoense x Botafogo

Foram sete os encontros envolvendo as equipes no Brasileirão e nenhum deles terminou empatado. Com o 1 a 0 marcado no primeiro turno, o Botafogo desequilibrou a série fazendo quatro a três no número de vitórias contra os catarinenses.

Prognóstico final para Chapecoense x Botafogo

Não há grande diferença técnica entre as equipes. Nessa situação, a disposição em busca do resultado acaba sendo fundamental. A maior necessidade e o fator casa fazem com que o prognóstico na vitória da Chapecoense seja a melhor opção.

Prognóstico para Chapecoense x Botafogo – vitória da Chapecoense – cotação de 2,37 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: Flamengo x Santos – Prognóstico 15/11/2018 – Brasileirão
Prognósticos de apostas Brasileirão

Prognóstico para Flamengo x Santos

*Cotações para este jogo

1 X 2
1,72 3,30 5,50

Nosso palpite para Flamengo x Santos: empate

*As cotações estavam disponíveis às 11h16 de 13/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Flamengo x Santos

Em clima de depressão, Flamengo e Santos vão duelar nesta quinta-feira, 15 de novembro. A partida é parte da programação da trigésima quarta rodada do Campeonato Brasileiro e aproveitando-se do feriado da Proclamação da República, dia do aniversário do rubro-negro, será realizada a partir das 17h (horário de Brasília), no Maracanã, Rio de Janeiro.

O desempenho recente do Flamengo

Esse estará longe de ser um aniversário memorável para o clube da Gávea, que depois derrota, por 2 a 1, para o Botafogo, na trigésima terceira jornada, praticamente deu adeus às esperanças de alcançar o título do Brasileirão 2018. Embora a matemática ainda permita combinações de resultados que rendam a conquista ao Flamengo, a possibilidade de que isso aconteça é mínima.

Até porque os jogadores do rubro-negro sequer tem cumprido seu papel. Nas últimas três partidas, somaram somente dois dos nove pontos disputados. Por isso, o time, que estava na vice-liderança da competição, caiu para o terceiro posto ao final da jornada de número 33. Com 60 pontos (17 vitórias, nove empates e sete derrotas) tem até mesmo sua vaga direta na fase de grupos da edição 2019 da Copa Libertadores da América ameaçada.

Esse privilégio é reservado para os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro. Grêmio e São Paulo, perseguidores mais próximos do Flamengo, têm 58. Vão se enfrentar ainda nesta quinta-feira, na capital paulista.

A situação do clube carioca fica mais grave pelo processo eleitoral, que tem deixado o ambiente turbulento. O técnico Dorival Júnior, por exemplo, que foi contratado para conduzir o time na reta final do Brasileirão na vaga de Maurício Barbieri teve sua permanência descartada.

Renato Gaúcho, comandante do Grêmio, que é o nome sonhado tanto por situação quanto oposição, está próximo de renovar seu compromisso com os gaúchos. Assim, Abel Braga, nome que tem resistência entre os torcedores é que tem aparecido como mais cotado para o posto. Uma coisa é dada como certa. Haverá renovação no elenco. Isso parece estar influenciando o desempenho dos jogadores.

A forma atual do Santos

A situação no Santos não é muito diferente. O time, cujo objetivo na reta final é bem mais modesta, de ficar no G6 e, dessa maneira, ter o direito de disputar as eliminatórias para a Libertadores 2019, está mais focado no planejamento para o próximo ano do que na temporada atual.

Assim, não foi surpresa a postura preguiçosa adotada pelo time na derrota, por 1 a 0, no Pacaembu, diante da Chapecoense, na segunda-feira, 12 de novembro. O jogo encerrou a trigésima terceira rodada do Brasileirão e custou ao Peixe a entrada no G6. Ao ficar estacionado nos 46 pontos (12 vitórias, dez empates e 11 derrotas), o time terminou a jornada na oitava posição, atrás de Atlético-MG (47) e Atlético-PR (46).

Para o jogo desta quinta-feira, o técnico Cuca ganhará mais opções para a escalação. A principal delas é o retorno do atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, artilheiro do Brasileirão. Por estar suspenso devido ao acúmulo de cartões amarelos, o atleta não pode encarar a Chapecoense. Punição cumprida, tem condições de atuar e deverá ser relacionado entre os titulares. O mesmo vale para o lateral Vitor Ferraz e para o volante Diego Pituca, embora a importância deles para o time seja menor.

Histórico dos confrontos entre Flamengo x Santos

Foram 65 as oportunidades em que Flamengo e Santos estiveram frente a frente no Brasileirão. Os rubro-negros deixaram o gramado como vencedores em 23 dessas partidas, os empates ocorreram em 22 jogos e os sucessos santistas foram 20. No primeiro turno da temporada 2018, houve igualdade por 1 a 1.

Prognóstico final para Flamengo x Santos

A postura preguiçosa e desinteressada que tanto Flamengo quanto Santos têm demonstrado nos últimos jogos faz com que o prognóstico no empate seja a melhor opção para palpites no jogo desta quinta-feira no Maracanã.

Prognóstico para Flamengo x Santos – empate – cotação de 3,30 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: Alemanha x Rússia – Prognóstico 15/11/2018 – Amistoso
Prognósticos de apostas

Prognóstico para Alemanha x Rússia

*Cotações para este jogo

1 X 2
1,33 5,00 9,00

Nosso palpite para Alemanha x Rússia: Alemanha

*As cotações estavam disponíveis às 13h17 de 12/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Alemanha x Rússia

Ameaçada de rebaixamento na League A da Liga das Nações da Europa, a Alemanha faz nesta quinta-feira, 15 de novembro, amistoso contra a Rússia antes de seu último jogo na primeira edição do torneio. A partida preparatória será disputada na Red Bull Arena, em Leipzig, e tem início agendado para 17h45 (horário de Brasília).

O desempenho recente da Alemanha

Os alemães vão fechar sua participação na fase de classificação da competição no próximo dia 19. Irão receber a Holanda na jornada de número seis. Já não têm mais chances de classificação uma vez que com somente um ponto (um empate e duas derrotas) estão impedidos matematicamente de superar a França, líder, que tem sete.

No entanto, precisam superar os holandeses, que têm três, para evitar o rebaixamento para a League B, a Segunda Divisão da competição. Para isso, contudo, não dependem apenas do resultado de sua partida. Ainda precisam torcer para que a Holanda não derrote os franceses em jogo que está agendado para sexta-feira, 16 de novembro, em Amsterdã.

Essa situação tem colocado ainda mais pressão no técnico Joachim Low, que vem sendo alvo de críticas desde a eliminação da Alemanha na primeira fase da Copa do Mundo da Rússia. Campeão do Mundo no Brasil, em 2014, ele teve seu contrato renovado até a Copa do Catar, em 2022, antes da disputa em solo russo. No entanto, há pedidos por sua demissão.

O treinador sinalizou nas últimas convocações que tem cedido às pressões. Inicialmente com a convocação de Leroy Sané. O meia e atacante do Manchester City que havia sido deixado fora do Mundial na Rússia. Depois, com a constante mudança de nomes usados no comando de ataque, o que tem sido uma de suas maiores dores de cabeça.

Dessa vez, a surpresa ficou por conta do sistema defensivo. O zagueiro Jerome Boateng, que vinha sendo um titular absoluto nos últimos anos, foi deixado de fora da lista com 24 nomes apresentada pelo treinador para as duas próximas partidas. Não foi uma decisão rápida. Pelo contrário. O atleta vinha tendo suas atuações questionadas há pelo menos um ano. Agora, com seu cargo em jogo, Low resolveu atirá-lo aos tubarões para salvar o emprego.

Outra ausência notada foi do goleiro Ter Stegen, do Barcelona. Opção do treinador, que preferiu apostar suas fichas em Manuel Neuer. A lista de atletas disponíveis para as próximas partidas ficou com:

Goleiros: Bernd Leno (Arsenal), Manuel Neuer (Bayern de Munique) e Kevin Trapp (Eintracht Frankfurt);

Defensores: Mats Hummels (Bayern de Munique), Antonio Rudiger (Chelsea), Niklas Sule (Bayern de Munique), Matthias Ginter (Borussia Monchengladbach), Jonas Hector (FC Koln), Nico Schulz (TSG Hoffenheim), Thilo Kehrer (Paris Saint-Germain) e Jonathan Tah (Bayer Leverkusen);

Meias: Julian Brandt (Bayer Leverkusen), Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Julian Draxler (Paris Saint-Germain),Toni Kroos (Real Madrid), Leon Goretzka (Bayern de Munique), Kai Havertz (Bayer Leverkusen), Leroy Sane (Manchester City) e Sebastian Rudy (Schalke);

Atacantes: Timo Werner(Red Bull Leipzig), Thomas Muller (Bayern Munich), Marco Reus (Borussia Dortmund) e Mark Uth (Schalke).

A forma atual da Rússia

A seleção russa ganhou mais um brasileiro. Depois do lateral-direito Mário Fernandes, quem se naturalizou e vai passar a defender a equipe é Ariclenes da Silva Ferreira ou simplesmente Ari. O atacante do Krasnodar, de 32 anos, figurou pela primeira vez em uma convocação do técnico Stanislav Cherchesov.

Não foi a primeira escolha do técnico. Foi chamado para compor a listagem depois de uma série de problemas de contusão. Foi chamado para ocupar a vaga de Denis Cheryshev, que está afastado dos gramados devido à lesão muscular.

Quem também ficou fora da convocação devido a problema médico foi o ex-gremista Mario Fernandes, que sofreu uma concussão cerebral em partida pela Liga dos Campeões da Europa. O atleta do CSKA ganhou mais tempo para sua recuperação dentro da filosofia de que a saúde dos jogadores é mais importante implantada pelo técnico.

A terceira baixa ficou por conta de Aleksandr Golovin, com lesão no tornozelo. Para suas vagas foram chamados Sergey Petrov e Pavel Mogilevets. Artem Dzyuba, que por estar machucado ficou fora do jogo do Zenit contra o Zenit pela Liga Europa, foi convocado. Porém, não viajará para Alemanha. Alan Dzagoev deverá participar do amistoso com o titular sendo preservado para participar do confronto com a Suécia, que está agendado para 20 de novembro.

Provavelmente não será a única baixa para a partida em Leipzig. O defensor Sergey Petrov e o meia Roman Zobnin, em recuperação de lesão muscular, deverão passar por novos exames, assim como Ilzat Akhmetov. Esse último está em situação mais difícil e deverá ser vetado. Os dois primeiros até podem ser liberados para atuar.

Com sete pontos (duas vitórias e um empate), os russos lideram o grupo 2 da League B. Podem até chegar classificados para partida final dependendo do resultado do jogo entre Turquia e Suécia, em solo turco, agendada para 17 de novembro. Porém, na pior das hipóteses precisarão apenas do empate para garantir o acesso à League A. Para os confrontos, os jogadores disponíveis são:

Goleiros: Guilherme Marinato (Lokomotiv Moscou), Andrei Lunev (Zenit São Petersburg) e Anton Shunin (Dínamo Moscou);

Defensores: George Dzhikia (Spartak Moscou), Fyodor Kudryashov e Yegor Sorokin (ambos do Rubin Kazan), Roman Neustedter (Fenerbahce, Turquia), Konstantin Rausch (Dínamo Moscou), Andrei Semenov (Akhmat Grozny) e Kirill Nababkin, (CSKA Moscou);

Meio-campistas: Ilzat Akhmetov (CSKA Moscou), Yuri Gazinsky (Krasnodar), Alexander Golovin (Monaco, França), Roman Zobnin (Spartak Moscou), Alexander Erokhin e Daler Kuzyaev (ambos do Zenit São Petersburg) , Alexey Ionov (FC Rostov), Ruslan Kambolov (Rubin Kazan), e Alex Miranchuk e Anton Miranchuk (ambos do Lokomotiv Moscou);

Atacantes: Artem Dzyuba e Anton Zabolotny (ambos do Zenit São Petersburg), Dmitry Poloz (Rubin Kazan), Fyodor Chalov (CSKA Moscou) e Ari (Krasnodar).

Histórico dos confrontos entre Alemanha x Rússia

Foram somente cinco as partidas entre as seleções e a Alemanha jamais foi derrotada. Venceu quatro delas e empatou uma vez. Os mais recentes encontros aconteceram nas eliminatórias para a Copa do Mundo da África do Sul, que foi disputada em 2010. Os alemães marcaram 2 a 1 (casa) e 1 a 0 (fora).

Prognóstico final para Alemanha x Rússia

Invictos há seis jogos (três vitórias e três empates) e com a vaga na League A praticamente garantida, os russos estão tratando o amistoso como mera partida de preparação para encarar a Suécia na Liga das Nações da Europa. Com o emprego em jogo, Joachim Low não pode se dar a esse luxo. Dessa maneira, o prognóstico na vitória da Alemanha acaba sendo a melhor opção para o confronto.

Prognóstico para Alemanha x Rússia – vitória da Alemanha – cotação de 1,33 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: Irlanda x Irlanda do Norte – Prognóstico 15/11/2018 – Amistoso
Prognósticos de apostas

Prognóstico para Irlanda x Irlanda do Norte

*Cotações para este jogo

1 X 2
2,10 3,20 3,60

Nosso palpite para Irlanda x Irlanda do Norte: Irlanda

*As cotações estavam disponíveis às 14h de 12/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Irlanda x Irlanda do Norte

Em preparação para a rodada final da fase de classificação da Liga das Nações da Europa, a República da Irlanda vai enfrentar a Irlanda do Norte nesta quinta-feira, 15 de novembro. O amistoso será realizado no Aviva Stadium, em Dublin, na Irlanda, a partir das 17h45 (horário de Brasília).

O desempenho recente da Irlanda

A Irlanda está na League B, a Segunda Divisão do torneio, e muito próxima de ser rebaixada para a League C. Com somente um ponto (um empate e duas derrotas), está na terceira – última posição – do grupo 4, que tem País de Gales na ponta com seis e a Dinamarca na segunda posição com quatro.

Tendo um confronto a realizar contra os dinamarqueses, que foi agendado para 19 de novembro na casa dos rivais, precisa torcer para que os galeses derrotem a Dinamarca, em partida pela quinta jornada da etapa de classificação, que foi marcada para sexta-feira, 16 de novembro, para manter as esperanças de se salvar. Se isso ocorrer, precisará vencer o jogo derradeiro.

Talvez o resultado mais improvável dessa combinação seja justamente a vitória dos irlandeses, que estão em um ‘jejum de sucessos’ que já dura quatro confrontos (duas derrotas e dois empates). Quando considerado um número mais de jogos, a situação não é muito mais animadora. Das dez últimas partidas, a República da Irlanda perdeu cinco, empatou três e só em duas oportunidades deixou o gramado com a vitória.

Para os próximos confrontos, o técnico Martin O´Neil chamou os seguintes jogadores:

Goleiros: Darren Randolph (Middlesbrough), Colin Doyle (Hearts), Caoimhin Kelleher (Liverpool) e Sean McDermott (Kristiansund BK);

Defensores: Seamus Coleman (Everton), Cyrus Christie (Fulham), Matt Doherty (Wolverhampton Wanderers), Richard Keogh (Derby County), Shane Duffy (Brighton & Hove Albion), Ciaran Clark (Newcastle United), Kevin Long (Burnley), Jimmy Dunne (Hearts), John Egan, Enda Stevens (Sheffield United), Darragh Lenihan, Derrick Williams (Blackburn Rovers) e Greg Cunningham (Cardiff City);

Meio-campistas: Robbie Brady, Jeff Hendrick (Burnley), Harry Arter (Cardiff City), Conor Hourihane, Glenn Whelan (Aston Villa), David Meyler (Reading), Alan Browne (Preston North End), Shaun Williams (Millwall), Richie Towell, Ryan Manning (Rotherham United), Callum O’Dowda (Bristol City) e James McClean (Stoke City);

Atacantes: Shane Long, Michael Obafemi (Southampton), Scott Hogan (Aston Villa), Sean Maguire, Callum Robinson (Preston North End), Aiden O’Brien (Millwall) e Ronan Curtis (Portsmouth).

A forma atual da Irlanda do Norte

 

A Irlanda do Norte está em situação bastante similar. O único objetivo que resta na League B é tentar escapar do rebaixamento para a Terceira Divisão e, assim mesmo, ainda precisa contar com o tropeço de rivais.

Sem pontuar depois de três partidas, os norte-irlandeses seguram a lanterna do grupo 3, que tem a Bósnia e Hezergovina no topo com nove pontos. Os austríacos estão a seguir com três. As seleções vão se enfrentar nesta quinta-feira na Áustria. Para que os norte-irlandeses mantenham as esperanças de permanecer na Segunda Divisão, existe a necessidade de vitória dos Bósnios. Só assim eles teriam a oportunidade de lutar pela sobrevivência contra a Áustria em jogo que foi marcado para o próximo dia 18.

A novidade na lista do técnico Michael O´Neill para os jogos foi o retorno do atacante Kyle Lafferty. O jogador havia se envolvido em polêmica na convocação para as partidas da seleção em outubro pedindo para ser desconvocado poucas horas antes da apresentação. Pediu desculpas pela atitude e foi chamado novamente. Assim, o elenco para os próximos jogos ficou assim:

Goleiros: Michael McGovern (Norwich City), Trevor Carson (Motherwell), Bailey Peacock-Farrell (Leeds United) e Conor Hazard (Celtic);

Defensores: Aaron Hughes (Hearts), Gareth McAuley (Glasgow Rangers), Jonathan Evans (Leicester City), Craig Cathcart (Watford), Conor McLaughlin (Millwall), Patrick McNair (Middlesbrough), Jamal Lewis (Norwich City), Michael Smith (Hearts), Tom Flanagan (Sunderland) e Bobby Burns (Livingston);

Meio-campistas: Steven Davis (Southampton), Niall McGinn (Aberdeen), Corry Evans (Blackburn Rovers), Shane Ferguson (Millwall), Stuart Dallas (Leeds United), George Saville (Middlesbrough), Jordan Jones (Kilmarnock), Gavin Whyte (Oxford United) e Jordan Thompson (Blackpool);

Atacantes: Kyle Lafferty (Rangers), Josh Magennis (Bolton Wanderers), Jamie Ward (Charlton Athletic, loan), Liam Boyce (Burton Albion), Paul Smyth (Queens Park Rangers) e Kyle Vassell (Rotherham United).

Histórico dos confrontos entre Irlanda x Irlanda do Norte

Foram apenas dez os duelos anteriores entre as irlandas. A República da Irlanda leva vantagem na série com quatro vitórias. A Irlanda do Norte ganhou duas partidas. Houve ainda quatro empates. O duelo mais recente foi em 2011. A Irlanda goleou por 5 a 0.

Prognóstico final para Irlanda x Irlanda do Norte

Com um elenco ligeiramente superior tecnicamente e tendo o fator casa a seu lado, o prognóstico na vitória da República da Irlanda acaba sendo a melhor opção para o amistoso desta quinta-feira.

Prognóstico para Irlanda x Irlanda do Norte – vitória da República da Irlanda – cotação de 2,10 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: Áustria x Bósnia e Hezergovina – Prognóstico 15/11/2018 – Liga das Nações da Europa
Prognósticos de apostas

Prognóstico para Áustria x Bósnia e Hezergovina

*Cotações para este jogo

1 X 2
1,95 3,30 4,00

Nosso palpite para Áustria x Bósnia e Hezergovina: empate

*As cotações estavam disponíveis às 10h15 de 12/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Áustria x Bósnia e Hezergovina

A seleção da Áustria enfrenta a Bósnia e Hezergovina nesta quinta-feira, 15 de novembro, na quinta das seis rodadas previstas pela League B, a Segunda Divisão da Liga das Nações da Europa, torneio que está em sua edição de estreia. O confronto será realizado no estádio Ernst Happel, em Vienna.

Promoção de Betmotion para Liga das Nações da Europa abre chance de prêmio até 60% maior nas acumuladas!

As equipes nacionais estão no grupo 3. Os bósnios, com aproveitamento de 100%, lideram com nove pontos. Os austríacos ocupam o segundo lugar com três. A lanterna está nas mãos da Irlanda do Norte. Quem ficar na ponta terá direito a subir para League A na segunda vez que o torneio foi disputado. O terceiro colocado será relegado para a League C.

O desempenho recente da Áustria

Essa situação acaba colocando os austríacos em uma situação delicada. Ainda que exista a possibilidade de alcançar o primeiro lugar ela é remota. O time não apenas precisaria vencer a Bósnia Hezergovina como também a Irlanda do Norte, na casa do rival, para se igualar aos bósnios na pontuação, e ainda reverter a desvantagem nos critérios de desempate.

A Áustria perdeu, na Bósnia, por 1 a 0. Dessa maneira, teria que vencer por dois tentos de diferença nessa quinta-feira. Uma façanha contra uma equipe que não sobre dois ou mais gols em um só jogo há mais de um ano. A última fez que isso aconteceu foi em 7 de outubro de 2017 contra a Bélgica (4 a 3). Mesmo assim, o placar seria insuficiente.

Ou seja, o técnico Franco Foda tem que avaliar se vale a pena lançar seu time ao ataque e correr o risco de ir para a Irlanda do Norte com a possibilidade de ser rebaixado ou ‘abraçar’ o empate que não permitiria a classificação para a League A, mas acabaria com qualquer possibilidade de queda para a League C.

Ele não promoveu surpresas na relação de convocados para os confrontos, mas teve que lidar com uma baixa. Uma lesão no dedo tirou o meia Florian Grillitsch das partidas. Para a vaga, foi chamado Stefan Hierlander.

Os jogadores disponíveis para os confrontos são:

Goleiros: Heinz Linder(Grasshopper Club Zürich, Suíça), Cican Stankovic (FC Red Bull Salzburg) e Richard Strebinger (SK Rapid);

Defensores: David Alaba (FC Bayern de Munique, Alemanha), Aleksandar Dragovic (Bayer 04 Leverkusen, Alemanha), Martin Hingeregger (FC Augsburg, Alemanha), Stefan Lainer (FC Red Bull Salzburg), Andreas Ulmer (FC Red Bull Salzburg) e Kevin Wimer (Hannover, 96, Alemanha);

Meio-campistas: Julian Baumbartlinger (Bayer 04 Leverkusen, Alemanha), Stefan Hierlander (Sturm Graz), Stefan Ilsanker (RB Leipzig, Alemanha), Florian Kainz (SV Werder Bremen, Alemanha), Konrad Laimer (RB Leipzig, Alemanha), Valentino Lazaro (Hertha BSC, Alemanha), Marcel sabitzer (RB Leipzig, Alemanha), Louis Schaub (1. FC Köln, Alemanha), Xaver Schlager (FC Red Bull Salzburg), Alessandro Schopf (FC Schalke 04, Alemanha) e Peter Zulj (SK Sturm Graz);

Atacantes: Marko Arnautovic (West Ham United, Inglaterra), Guido Burgstaller (FC Schalke 04, Alemanha) e Michael Gregoritsch (FC Augsburg, Alemanha).

A forma atual da Bósnia e Hezergovina

Defendendo uma série invicta de oito partidas (cinco vitórias e três empates), a Bósnia garantirá sua vaga com um empate ou até mesmo diferença mínima desde que faça um gol. Isso dependendo de suas forças. Eventualmente, um tropeço austríaco contra os norte-irlandeses na jornada derradeira também pode colocar os bósnios na divisão de elite da Liga das Nações da Europa.

Comandado por Robert Prosineck, o time da Bósnia tem no sistema defensivo sua grande arma. Não teve sua meta vazada nas três últimas partidas e se levados em consideração os dez últimos confrontos, isso aconteceu em sete oportunidades. Depois de encarar a Áustria, o time fará um amistoso contra a Espanha.

Da lista de 24 atletas chamados, duas baixas foram registradas Asmir Begovic, com polegar machucado, e Goran Zakaric, com lesão no ombro, foram cortados. Só uma chamada extra foi feita. O goleiro Kenan Piric, do Maribor, chegou para completar o elenco, que ficou assim

Goleiros: Ibrahim Sehic (Erzurumspor, Turquia), Kenan Piric (Maribor) e Vedran Kjosevski (Zeljezicar).

Defensores: Ognjen Vranjes (Anderlecht, Bélgica), Toni Sunjic (Dínamo Moscou, Rússia), Ermin Bicakcic (Hoffenheim, Alemanha), Ervin Zukanovic (Genoa, Itália), Eldar Civic (Sparta Praha, República Checa) e Bojan Nastic (Genk, Bélgica);

Meio-campistas: Amer Gojak (Dínamo Zagreb, Croácia), Muhamed Besic (Middlesbrough, Inglaterra), Gojko Cimirot (Standard Liége, Bélgica), Miralem Pjanic (Juventus, Itália), Elvis Saric (Suwon Bluewings, Coreia do Sul), Rade Krunic (Empoli, Itália), Haris Duljevic (Dínamo Dresden, Alemanha) e Edin Visca (Istanbul Basaksehir, Turquia);

Atacantes: Edin Dzeko (Roma, Itália), Kenan Kodro (Copenhague, Dinamarca), Sanjin Prcic (Levante, Espanha), Deni Milosevic (Konyaspor, Turquia), Riad Bajic (Istanbul Basaksehir, Turquia) e Ermedin Demirovic (Sochaux, França).

Histórico dos confrontos entre Áustria x Bósnia e Hezergovina

Foram somente quatro as oportunidades em que as seleções estiveram frente a frente. Duas das partidas terminaram em igualdade. Nas duas outras, cada lado registrou uma vitória.

Prognóstico final para Áustria x Bósnia e Hezergovina

A Áustria deve buscar a vitória contra a Bósnia para manter suas esperanças de alcançar o primeiro lugar. Tem Arnautovic com sua grande referência ofensiva. Os bósnios, no entanto, mostram mais qualidades para segurar o resultado e, de quebra, contam com o eficiente Dzeko nos contra-ataques.
Assim, o prognóstico na igualdade acaba sendo boa opção para o confronto.

Prognóstico para Áustria x Bósnia e Hezergovina – empate – cotação de 3,30 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: Croácia x Espanha – Prognóstico 15/11/2018 – Liga das Nações da Europa
Prognósticos de apostas

Prognóstico para Croácia x Espanha

*Cotações para este jogo

1 X 2
3,60 3,30 2,05

Nosso palpite para Croácia x Espanha: empate

*As cotações estavam disponíveis às 9h48 de 12/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Croácia x Espanha

Tendo a vitória como obrigação, a Croácia recebe a Espanha nesta quinta-feira, 15 de novembro. A partida é parte da programação da penúltima rodada da primeira fase da League A da Liga das Nações da Europa. Será realizada no estádio Maksimir, em Zagreb, a parti das 17h45 (horário de Brasília).

Promoção de Betmotion para Liga das Nações da Europa abre chance de prêmio até 60% maior nas acumuladas!

As seleções estão no embolado grupo 4, que tem os espanhóis na ponta com seis pontos. Os ingleses vêm a seguir com quatro. As duas seleções realizaram três das quatro partidas previstas. Os croatas estão na lanterna com um ponto e dois jogos por fazer. Podem, assim, chegar aos sete pontos. Somente o primeiro colocado avança para as semifinais. Quem ficar na lanterna será rebaixado para a League B, a Segunda Divisão do torneio que está em sua edição inicial.

O desempenho recente da Croácia

Assim, os vice-campeões mundiais têm uma sequência de ‘tudo ou nada’ nos confrontos com a Espanha e Inglaterra, em duelo que está agendado para o estádio de Wembley, em Londres, para 18 de novembro. O técnico Zlatko Dalic ainda precisa dar uma resposta depois da goleada sofrida diante da Espanha no primeiro turno da Liga das Nações. A Croácia apanhou de 6 a 0.

Para o duelo desta quinta-feira, terá o ‘reforço’ da torcida. No empate sem gols diante da Inglaterra, o jogo foi realizado com portões fechados devido à punição aplicada pela Uefa, entidade que reúne das federações de futebol da Europa, por mau comportamento dos torcedores da Croácia em jogo contra a Itália pela Euro 2016.

Três jogadores foram relacionados pela primeira vez por Dalic. Ele chamou os atacantes Josip Brekalo e Nikola Vlasic e o defensor Duje Caleta-Car para estrear no time principal. O trio se destacou na equipe sub-20. Os atletas convocados para as partidas decisivas foram:

Goleiros: Lovre Kalinic (Gent, Bélgica), Dominik Livakovic (Dinamo Zagreb) e Karlo Letica (Club Brugge, Bélgica);

Defensores: Domagoj Vida (Besiktas, Turquia), Dejan Lovren (Liverpool, Inglaterra), Sime Vrsaljko (Inter, Itália), Josip Pivaric (Dinamo Kiev, Ucrânia), Tin Jedvaj (Bayer Leverkusen, Alemanha), Matej Mitrovic (Club Brugge, Bélgica), Duje Caleta-Car (Olympique de Marselha, França) e Antonio Milic (Anderlecht, Bélgica).

Meio-campistas: Luka Modric (Real Madrid, Espanha), Ivan Rakitic (Barcelona, Espanha), Mateo Kovacic (Chelsea, Inglaterra), Milan Badelj (Lazio, Itália), Marcelo Brozovic (Inter, Itália), Marko Rog (Napoli, Itália), Mario Pasalic (Atalanta, Itália) e Filip Bradaric (Cagliari, Itália);

Atacantes: Ivan Perisic (Inter, Itália), Andrej Kramaric (Hoffenheim, Alemanha), Ante Rebic (Eintracht Frankfurt, Alemanha), Marko Pjaca (Fiorentina, Itália), Nikola Vlasic (CSKA Moscou, Rússia) e Josip Brekalo (VfL Wolfsburg, Alemanha).

A forma atual da Espanha

Depois de um início arrasador no comando da seleção espanhola, o técnico Luis Enrique precisou da derrota, em casa, por 3 a 2, diante da Inglaterra para vestir as sandálias da humildade. Na relação para o duelo contra os Croatas e o amistoso contra a Bósnia e Hezergovina, agendado para 18 de novembro, chamou pela primeira vez o lateral-esquerdo Jordi Alba, do Barcelona.

O jogador, apesar de ser considerado pela grande maioria dos especialistas do país como o melhor da posição e ter mais de 60 convocações para a seleção, vinha sendo ignorado pelo treinador, que não teve com ele bom relacionamento na época em que comandava o Barcelona.

A volta de Alba acabou abafando as novidades da listagem, que conta com os estreantes Brais Mendez, do Celta, e Mario Hermoso, do Espanyol. Tem ainda a volta do meia Pablo Fornals, do Villarreal, que havia sido chamado pela primeira vez há dois anos e meio e esquecido desde então.

O meia e atacante Isco, que ficou de fora da última lista devido à lesão, voltou a figurar entre os convocados. No entanto, apesar de estarem em boa forma física e atuando bem em seus clubes, o lateral-esquerdo Marcos Alonso, do Chelsea, e o atacante Paco Alcacer, do Borussia Dortmund, foram deixados de fora por Luis Enrique.

Os atletas convocados foram:

Goleiros: David De Gea (Manchester United, Inglaterra), Kepa Arrizabalaga (Chelsea, Inglaterra) e Pau Lopez (Real Bétis);

Defensores: Cesar Azpilicueta (Chelsea, Inglaterra), Diego Llorente (Real Sociedad), Sergio Ramos (Real Madrid), Inigo Martinez (Athletic Bilbao), Mario Hermoso (Espanyol), Jose Luis Gaya (Valencia), Jordi Alba (Barcelona) e Jonny Otto (Wolverhampton, Inglaterra);

Meio-campistas: Sergio Busquets (Barcelona), Sergi Roberto (Barcelona), Pablo Fornals (Villarreal), Rodrigo, Saul (Atlético de Madrid), Dani Ceballos (Real Madrid), Brais Mendez (Celta Vigo) e Isco (Real Madrid);

Atacantes: Marco Asensio (Real Madrid), Alvaro Morata (Chelsea, Inglaterra), Suso (AC Milan, Itália), Rodrigo Moreno (Valencia) e Iago Aspas (Celta Vigo)

Histórico dos confrontos entre Croácia x Espanha

A Espanha venceu quatro das sete partidas que realizou contra a Croácia. Os croatas levaram a melhor em dois dos confrontos e houve somente um empate.

Prognóstico final para Croácia x Espanha

Um jogo entre dois times que adoram trocar bolas no meio-campo tem como o empate boa opção de prognóstico, ainda que os croatas, por necessidade, devam mostrar mais desejo pela vitória.

Prognóstico para Croácia x Espanha – empate – cotação de 3,30 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: Bélgica x Islândia – Prognóstico 15/11/2018 – Liga das Nações da Europa
Prognósticos de apostas

Prognóstico para Bélgica x Islândia

*Cotações para este jogo

1 X 2
1,18 7,00 13,00

Nosso palpite para Bélgica x Islândia: Bélgica

*As cotações estavam disponíveis às 8h46 de 12/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Bélgica x Islândia

Contra a rebaixada Islândia, a seleção da Bélgica abre nesta quinta-feira, 15 de novembro, sua rodada dupla na reta final do grupo 2 da divisão de elite da Liga das Nações da Europa em busca da classificação para as semifinais. No estádio King Baoudoin, em Bruxelas, o confronto tem início agendado para 17h45 (horário de Brasília).

Promoção de Betmotion para Liga das Nações da Europa abre chance de prêmio até 60% maior nas acumuladas!

Os belgas lideram a chave ao lado dos suíços com seis pontos ganhos. No entanto, realizaram uma partida a menos. Assim, o confronto diante dos islandeses definirá o tamanho da vantagem que terão para o confronto com a Suíça, na casa do rival, na jornada derradeira da primeira fase da League A na edição inaugural do torneio. O duelo está agendado para 18 de novembro.

O desempenho recente da Bélgica

O período anterior à última data que a Fifa (Federação Internacional de Futebol) reservou para partidas entre seleções em 2018 na Bélgica foi centrado nas especulações de uma provável saída do técnico Roberto Martinez. Ele seria o ‘plano B’ do Real Madrid para o caso de os espanhóis não conseguirem fechar com o italiano Antonio Conte para ser o próximo técnico da equipe.

A situação não se concretizou, mas também não houve uma resposta negativa convincente de Martinez sobre a hipótese, o que acabou fazendo com que a possibilidade siga aberta ao menos até que o novo treinador do gigante da Espanha seja anunciado, o que ainda não aconteceu.

Na hora da convocação, a situação parece não ter tido qualquer influência. Martinez seguiu sua linha normal de trabalho e ganhou um reforço importante. O meia Eden Hazard, do Chelsea, recuperado de lesão, foi chamado para as partidas decisivas.

No entanto, também teve que lidar com uma baixa fundamental. O também meio-campista Kevin de Bruyne, do Manchester City, que havia ficado fora da última lista devido à lesão no joelho que o tirou dos gramados por aproximadamente dois meses, voltou a se machucar. Sofreu outra lesão na região e, agora, só deverá a voltar a atuar no final do ano.

Não foi a única baixa médica. Martinez também deixou de fora Marrouane Fellaini, do Manchester United. O meia, no entanto, foi escalado por José Mourinho para o clássico contra o City que foi disputado no domingo, 11 de novembro. Mesmo com ele os vermelhos perderam por 3 a 1. O atacante Romelu Lukaku, que ficou fora das últimas partidas devido à contusão e foi relacionado para o banco de reservas no clássico tendo entrado apenas no segundo tempo, todavia, foi chamado por Martinez. As duas outras ausências notadas na lista são defensivas. Machucados, os zagueiros Jan Vertonghen e Thomas Vermaelen ficaram de fora.

Assim, o técnico terá à sua disposição para as partidas decisivas os seguintes atletas:

Goleiros: Koen Casteels (Wolfsburg), Thibaut Courtois (Real Madrid), Simon Mignolet (Liverpool) e Matz Sels (Strasbourg);

Defensores: Toby Alderweireld (Tottenham), Dedryck Boyata (Celtic), Timothy Castagne (Atalanta), Jason Denayer (Lyon), Christian Kabasele (Watford), Vincent Kompany (Manchester City), Brandon Mechele (Club Brugge) e Thomas Meunier (Paris Saint-Germain);

Meio-campistas: Yannick Carrasco (Dalian Yifang), Nacer Chadli (Monaco), Leander Dendoncker (Wolves), Adnan Januzaj (Real Sociedad), Dennis Praet (Sampdoria), Youri Tielemans (Monaco), Hans Vanaken (Club Brugge) e Axel Witsel (Borussia Dortmund);

Atacantes: Michy Batshuayi (Valencia), Eden Hazard (Chelsea), Thorgan Hazard (Borussia Monchengladbach), Romelu Lukaku (Manchester United) e Dries Mertens (Napoli).

A forma atual da Islândia

Os islandeses já sabem que a League B é seu destino na segunda edição da Liga das Nações da Europa. Afinal, a equipe não conseguiu somar um ponto sequer nas três partidas que fez e vai completar sua participação no torneio contra os belgas. Dessa maneira, não tem como sair da terceira e última posição do grupo 2.

O duelo servirá apenas como tentativa para tentar quebrar uma série negativa que dura quase um ano. O último sucesso da Islândia aconteceu em 14 de janeiro quando a seleção bateu, em amistoso, a Indonésia, por 4 a 0. Desde então, foram oito derrotas e três empates. A campanha ruim incluiu a eliminação na primeira fase da Copa do Mundo da Rússia.

Sem grandes possibilidades de mudanças, uma vez que os recursos técnicos são escassos, a base da convocação tem sido mantida pelo técnico Erik Hamrén. A novidade para o duelo contra os belgas e para o amistoso de 19 de novembro contra o Catar fica por contra de Andri Run. Foi chamado para o lugar do lesionado Andri Runar Bjarnason.

O grupo conta com:

Goleiros: Hannes Thor Halldórsson, Rún Alex Rúnarsson e Ögmundur Kristinsson;

Defensores: Guðmundur Þórarinsson, Jon Gudni Fjóluson, Sverrir Ingi Ingason, Hjörtur Hermannsson, Kári Árnason, Eggert Gunnþór Jónsson, Hörður Björgvin Magnússon, Ari Freyr Skúlason e Birkir Már Sævarsson;

Meio-campistas: Jóhann Berg Guðmundsson, Rúrik Gíslason, Arnór Ingvi Traustason, Birkir Bjarnason, Samuel Kári Friðjónsson, Guðlaugur Victor Pálsson, Gylfi Sigurðsson, Aron Einar Gunnarsson e Kolbeinn Sigþórsson;

Atacantes: Albert Gudmundsson, Arnór Sigurdsson, Alfreð Finnbogason e Jón Dagur Þorsteinsson.

Histórico dos confrontos entre Bélgica x Islândia

Dez jogos, dez vitórias belgas. Esse é o retrospecto de encontros com os islandeses, que em sete dessas partidas sequer conseguiram fazer gol no rival.

Prognóstico final para Bélgica x Islândia

Contando com a dupla Hazard e Lukaku, jogando em casa e precisando da vitória, não há muita margem para especulações nesse confronto. O prognóstico no sucesso do Bélgica é a melhor opção para o confronto.

Prognóstico para Bélgica x Islândia – vitória da Bélgica – cotação de 1,18 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: Inglaterra x Estados Unidos – Prognóstico 15/11/2018 – Amistoso
Prognósticos de apostas

Prognóstico para Inglaterra x Estados Unidos

*Cotações para este jogo

1 X 2
1,25 5,50 12,00

Nosso palpite para Inglaterra x Estados Unidos: Inglaterra

*As cotações estavam disponíveis às 14h28 de 12/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para Inglaterra x Estados Unidos

Ainda acalentando esperanças de chegar às semifinais da Liga das Nações da Europa, a seleção da Inglaterra faz nesta quinta-feira, 15 de novembro, amistoso contra a equipe dos Estados Unidos. O jogo preparatório será realizado no estádio de Wembley, em Londres. O pontapé inicial foi agendado para 18h (horário de Brasília).

O desempenho recente da Inglaterra

Enquanto os ingleses estiverem treinando com os norte-americanos, seu futuro no grupo 4 da League A, a divisão de elite da Liga das Nações, poderá estar sendo decidido em Zagreb, na Croácia, onde os locais vão enfrentar a Espanha em confronto pela quinta – penúltima – rodada da fase de classificação.

Os espanhóis, com seis pontos, estão na liderança da chave e caso consigam a vitória irão garantir a primeira colocação e a vaga na próxima fase por antecipação. Assim, o jogo entre ingleses e croatas, que está marcado para 18 de novembro, também em Wembley, será uma mera luta contra o rebaixamento para a League B. Para que os ingleses ainda possam sonhar com a classificação, existe a necessidade de que os croatas vençam ou então empate com a Fúria nesta quinta-feira.

Depois de enfrentar muitos problemas de contusão nos jogos de outubro, o técnico Gary Southgate adotou uma estratégia diferente para as partidas de novembro. Chamou mais atleta. Sua listagem para as partidas contra norte-americanos e croatas englobou 28 atletas e trouxe de volta atletas que pareciam completamente fora dos planos como o veterano Wayne Rooney.

No entanto, nesse caso específico, não foi uma convocação técnica. O veterano atleta está jogando na MLS, a principal liga de futebol dos Estados Unidos. Assim, o jogo foi escolhido para que receba uma homenagem. Será sua partida de número 120 e última pela seleção. De quebra, o jogo será dedicado à Fundação Wayne Rooney.

Opção técnica foi o retorno do defensor Michael Keane, que vinha sendo ignorado por Southgate há mais de um ano. Também voltaram a figurar na lista, após estarem recuperados de lesões, Fabian Delph, Dele Ali, Jesse Lingard e Ruben Loftus-Cheek.

Os jogadores chamados foram:

Goleiros : Marcus Bettinelli (Fulham), Jack Butland (Stoke City), Alex McCarthy (Southampton) e Jordan Pickford (Everton);

Defensores: Trent Alexander-Arnold (Liverpool), Ben Chilwell (Leicester City), Lewis Dunk (Brighton & Hove Albion), Joe Gomez (Liverpool), Michael Keane (Everton), Luke Shaw (Manchester United), John Stones (Manchester City), Kieran Trippier (Tottenham Hotspur) e Kyle Walker (Manchester City);

Meio-campistas: Dele Alli (Tottenham Hotspur), Ross Barkley (Chelsea), Fabian Delph (Manchester City), Eric Dier (Tottenham Hotspur), Jordan Henderson (Liverpool), Jesse Lingard (Manchester United), Ruben Loftus-Cheek (Chelsea), Jadon Sancho (Borussia Dortmund) e Harry Winks (Tottenham Hotspur);

Atacantes: Harry Kane (Tottenham Hotspur), Marcus Rashford (Manchester United), Wayne Rooney (DC United), Raheem Sterling (Manchester City), Danny Welbeck (Arsenal) e Callum Wilson (AFC Bournemouth).

A forma atual do Estados Unidos

Em processo de reformulação depois de não ter conseguido a classificação para a Copa do Mundo da Rússia, a seleção dos Estados Unidos viu 50 diferentes atletas vestirem sua camisa nas últimas nove partidas realizadas. Os resultados não foram empolgantes. Tampouco foram trágicos. Os norte-americanos colheram três vitórias, empataram três vezes e sofreram três derrotas.

Porém, na última data que a Fifa (Federação Internacional de Futebol) reservou para partidas entre seleções, os norte-americanos subiram o nível dos rivais, ao menos no quesito tradição. Além da Inglaterra, vão medir forças com a Itália, que também não foi ao Mundial de 2018.

O técnico Dave Sarachan chamou 28 atletas para as partidas. Os relacionados foram:

Goleiros: Brad Guzan (Atlanta United FC), Ethan Horvath (Club Brugge) e Zack Steffen (Columbus Crew);

Defensores: John Brooks (Wolfsburg), Reggie Cannon (FC Dallas), Cameron Carter-Vickers (Swansea City), Aaron Long (New York Red Bulls), Matt Miazga (Nantes), Shaq Moore (Reus Deportiu), Antonee Robinson (Wigan Athletic), Jorge Villafaña (Portland Timbers), DeAndre Yedlin (Newcastle United) e Walker Zimmerman (Los Angeles FC);

Meio-campistas: Kellyn Acosta (Colorado Rapids), Tyler Adams (New York Red Bulls), Luca de la Torre (Fulham), Marky Delgado (Toronto FC), Romain Gall (Malmö), Julian Green (Greuther Fürth), Sebastian Lletget (LA Galaxy), Weston McKennie (Schalke), Darlington Nagbe (Atlanta United FC), Christian Pulisic (Borussia Dortmund), Kenny Saief (Anderlecht), Wil Trapp (Columbus Crew) e Tim Weah (Paris Saint-Germain);

Atacantes: Josh Sargent (Werder Bremen) e Bobby Wood (Hannover 96).

Histórico dos confrontos entre Inglaterra x Estados Unidos

Das dez partidas realizadas entre as seleções, a Inglaterra venceu sete. Os norte-americanos levaram vantagem em duas e houve somente um empate. A igualdade aconteceu justamente no encontro mais recente, na Copa do Mundo de 2010. Na África do Sul, as seleções ficaram no 1 a 1.

Prognóstico final para Inglaterra x Estados Unidos

O caráter festivo da partida aumenta a instabilidade em relação ao prognóstico. No entanto, a profunda reformulação da seleção dos Estados Unidos diante de uma Inglaterra bem definida faz com que o palpite no sucesso dos donos da casa seja o mais apropriado para o confronto.

Prognóstico para Inglaterra x Estados Unidos – vitória da Inglaterra – cotação de 1,25 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line
Palpite: São Paulo x Grêmio – Prognóstico 15/11/2018 – Brasileirão
Prognósticos de apostas Brasileirão

Prognóstico para São Paulo x Grêmio

*Cotações para este jogo

1 X 2
2,60 2,90 3,00

Nosso palpite para São Paulo x Grêmio: Grêmio

*As cotações estavam disponíveis às 12h37 de 13/11/2018 na plataforma de apostas esportivas de Bet365


Aposte agora com Bet365!

As informações e o palpite para São Paulo x Grêmio

São Paulo e Grêmio duelam nesta quinta-feira, 15 de novembro, por uma vaga direta na fase de grupos da edição 2019 da Copa Libertadores da América. O clássico entre tricolores é parte da programação da trigésima quarta das 38 rodadas previstas para o Campeonato Brasileiro versão 2018. Será disputado no estádio do Morumbi, em São Paulo, a partir das 19h (horário de Brasília).

O desempenho recente do São Paulo

A disputa pela garantia de lutar na fase de grupos do torneio continental foi a justificativa dada pela diretoria do São Paulo para demitir, depois do empate, por 1 a 1, no clássico com o Corinthians na jornada 33 do Campeonato Brasileiro, o técnico uruguaio Diego Aguirre.

Isso fez com que o tricolor caísse para o quinto lugar na classificação. Com 58 pontos (15 vitórias, 13 empates e cinco derrotas) foi superado pelo Grêmio, que ao derrotar o Vasco por 2 a 1, também chegou aos 58 pontos (16 vitórias, dez empates e sete derrotas), mas leva vantagem no número de sucessos, que o primeiro critério de desempate.

Embora possa não parecer muito, ficar no G4 faz diferença. Quem termina no quinto ou sexto lugares também tem chance de chegar à fase de grupos. Porém, além de ter que disputar até seis jogos eliminatórios, o que embute o risco da desclassificação, toda a programação de treinos é alterada e o calendário, que já é cheio, fica ainda mais intenso.

Apesar de esse aspecto ter sido usado para explicar a queda de Aguirre, que será substituído por Andre Jardine, treinador das divisões de base do São Paulo, há outros ingredientes nessa decisão. Uma delas é o relacionamento turbulento do uruguaio com alguns atletas do elenco. O principal problema foi com o veterano meia Nenê, descontente desde que perdeu sua vaga entre os titulares.

Com jogos nos meios e finais de semana, Jardine não terá muito tempo para trabalhar. Serão cinco partidas em 18 dias. Assim, se desejar fazer mudanças, terá que utilizar mais da conversa do que da prática. Para pegar o Grêmio, ele não terá Rojas, Luan e Gonzalo Carneiro, machucados.

A forma atual do Grêmio

Embora o São Paulo tenha empatado com o Corinthians no sábado, a decisão de demitir Aguirre foi tomada somente no domingo, após o Grêmio ter derrotado o Vasco, por 2 a 1, em Porto Alegre. Para isso, outro uruguaio teve colaboração decisiva. A partida estava empatada até 50 minutos do segundo tempo quando o arqueiro vascaíno Martin Silva falhou de forma grotesca cedendo a vitória ao clube gaúcho.

Foi o segundo sucesso consecutivo do time comandado por Renato Gaúcho no torneio. Antes, o Grêmio havia batido o Atlético-MG, em Belo Horizonte, por 1 a0, mostrando sua força com visitante. Com 23 pontos (seis vitórias, cinco empates e cinco derrotas), o time é o terceiro melhor nesse quesito. Só perde para São Paulo (25) e Palmeiras (26), que realizaram uma partida a mais como coluna dois.

Quem deve ficar disponível para a partida desta quinta-feira é o meia Luan. O atleta ficou fora dos gramados devido, primeiro, à lesão no pé. Depois, por contusão muscular. Voltou aos treinamentos nessa semana e deverá ser relacionado para o confronto, ainda que talvez possa ser opção no banco de reservas.

Também seguem como dúvidas o lateral-direito Leonardo, que sente dores musculares, e o meia Maicon, que precisa melhorar seu condicionamento físico. O zagueiro Kanneman, convocado pela seleção Argentina, é desfalque certo.

Histórico dos confrontos entre São Paulo x Grêmio

É de pé de igualdade o retrospecto de encontros envolvendo os tricolores no Brasileirão. Cada lado colheu 24 vitórias nas 62 partidas realizadas no torneio desde 1971 – além de 14 empates registrados. No primeiro turno da temporada 2018, o Grêmio venceu por 2 a 1 estendendo uma série invicta contra o rival para cinco partidas (três vitórias e dois empates).

Prognóstico final para São Paulo x Grêmio

O Grêmio é um time mais organizado dentro e fora de campo. Por isso, o prognóstico no sucesso do tricolor gaúcho é a opção mais adequada para o encontro desta quinta-feira pela trigésima quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Prognóstico para São Paulo x Grêmio – vitória do Grêmio – cotação de 3,00 na plataforma de apostas esportivas de Bet365.

football line

sites-de-apostas.net valoriza e compara continuamente todos os sites de apostas no Brasil.
Site de apostas | Casas de apostas online | Apostas esportivas | Apostas de futebol | Apostas ao vivo | Apostas online | Sites de apostas
18+, Jogue com responsabilidade! | Jogo responsável | Aviso legal