Sites-de-apostas.net

Jogo responsável


Como reconhecer e encontrar auxílio para o vício em apostas

   
Sites de apostas
Com o crescimento do mercado de apostas esportivas e, naturalmente, do aumento do número de pessoas buscando esse caminho para incrementar sua renda e procurando transformá-lo em profissão, a quantidade de problemas relacionados ao setor também aumenta. O maior de todos eles é o vício nas apostas.

Assim como acontece com o vício com drogas ou álcool, nem sempre a pessoa consegue detectar que tem o problema no momento em que ele surge e, eventualmente, ele vai crescendo até que cresça causando problemas no trabalho, no relacionamento familiar e também no círculo de amizades.

Trata-se de uma doença e como qualquer outro problema de saúde, quanto mais cedo for percebido, mais rápida é a recuperação. Veja a seguir como perceber os sinais do vício, perceber quais são os sintomas da doença e onde encontrar ajuda para o tratamento.

Tempo gasto é indício mais forte para identificar vício

Um dos sinais mais forte do vício em jogo é o tempo gasto com a atividade. Uma coisa é gastar alguns minutos preenchendo um bilhete de loteria. Ou acessar um site de jogos online para fazer uma aposta no time do coração. Ou gastar duas ou três horas por semana em uma mesa de pôquer com os amigos.

Outra completamente diferente é passar dias e dias desenvolvendo sistemas para apostar em loterias ou passar horas em frente à tela do computador arriscando palpites em confrontos da Segunda Divisão do Campeonato Paquistanês ou sair à procura de salas ilegais de jogo para se aventurar em meses de carteado com completos estranhos.

Naturalmente, há um exagero no saldo da situação um para a situação dois, mas quem convive com um apostador é capaz de perceber o crescimento da necessidade de apostar desde o primeiro passo até os casos mais agudos da doença.

É importante frisar que nesse caso estamos falando de apostadores que podem receber o rótulo de amadores. Não aqueles que façam do jogo sua profissão. Não que esses últimos sejam imunes ao vício. Pelo contrário. Não apenas podem ficar viciados como encontram desculpas para escondê-los com maior facilidade evitando o diagnóstico da doença. Por isso, deixaremos para falar disso na parte final do artigo.

Siga o dinheiro e a mentira que vem a seguir

O segundo fator extremamente importante para indicar que um apostador se tornou um viciado é o dinheiro. Um dos maiores indicadores na segurança na hora de disparar palpites é simplesmente o de se investir valores que podem ser perdidos.

O viciado, no entanto, aposta além de sua capacidade financeira. Logo, a conta não fecha. Vai faltar dinheiro para pagar a conta de água, a mensalidade da escola, para o cinema no final de semana ou qualquer outra atividade que estava programada e não será realizada.

E, logo depois disso, vem a mentira para acobertar o motivo real de a conta não ter sido paga – o cachorro comeu o boleto – ou o programa cancelado – tive que trabalhar até de madrugada e estou cansado.

Há, inclusive, o ponto alto da montanha russa. É a vitória de uma aposta com cotações altas que rende um dinheiro alto e, como forma de compensação, faz com que o viciado promova uma noitada incrível em um restaurante que está fora de seu orçamento ou compre um presente muito caro. Eventualmente acaba comprando ‘paciência’ e atrasando a solução do problema.

Esses altos e baixos causam uma série de sintomas emocionais tanto no apostador quanto em pessoas que tenham relacionamentos próximos. Isso inclui ansiedade, depressão, privação de sonho, ganho ou perda de peso, olheiras, surgimento de espinhas e, em situações extremas, pode despertar tendências suicidas.

Alarme deve ser disparado o mais rapidamente possível

Para evitar que a situação chegue a pontos extremos é preciso disparar o alarme o mais cedo possível. Especialmente levando em consideração que os adolescentes, de acordo com os estudos, mostram-se mais propensos à dependência que os adultos.

Levantamento feito no Reino Unido, que é o país com o mercado de apostas mais desenvolvido, mostrou que mais da metade dos jogadores considerados compulsivos chegou a cometer crimes para pagar dívidas com apostas.

A pesquisa indicou alguns comportamentos que quando percebidos devem servir como motivadores para reações de pessoas próximas dos apostadores:

- Preocupação excessiva com apostas, deixando de realizar outras atividades para jogar
- Aumentar cada vez mais o valor das apostas para ter mais emoção
- Mostrar impaciência ou irritabilidade no momento que precisa desligar o computador ou celular e voltar sua atenção para outra coisa que não seja o mercado de apostas
- Depois de perder algumas apostas começar a disparar novos palpites para recuperar as perdas sem dar um intervalo para refletir sobre as novas apostas a serem feitas
- Esconder as atividades relativas aos jogos para amigos ou familiares
- Pedir ajuda financeira para fazer apostas

Para profissionais do jogo, que dedicam um tempo bem maior de suas vidas ao mercado de apostas, muitas vezes é bem mais difícil detectar que o vício está instalado. Nesse caso, entre os pontos listados, os dois mais importantes para a percepção de que as coisas estão saindo do controle seja o aumento desmedido do valor investido nas apostas, uma vez que há a necessidade de garantir emoção a qualquer custo, e a intensificação da criação de bilhetes após uma sequência de perdas visando recuperar o capital. Tanto uma ação quanto a outra certamente afetação as finanças da casa e não passarão despercebidas.

Onde encontrar tratamento?

O psiquiatra é o profissional mais adequado para promover o tratamento do vício de apostas. A doença recebeu o diagnóstico de Transtorno do Jogo Compulsivo. No entanto, raramente aparece sozinha. Geralmente aparece associada com outros distúrbios psicológicos. Ao longo do tratamento quase sempre é necessário recorrer a medicamentos da categoria de antiansiolíticos ou antidepressivos.

Algo essencial nos tratamentos, que são sempre de longo prazo, é o convencimento do apostador de que se trata de um viciado e de que a ajuda é necessária. Sem que essas duas condições estejam claras em sua mente, as chances de sucesso do tratamento são bastante reduzidas. Por isso um sistema de apoio é extremamente importante. Isso pode ser feito pelas próprias famílias, por grupos de amigos ou mesmo por pessoas que já viveram a mesma situação e conseguiram superar o problema.

Nesse último bloco estão os Jogadores Anônimos. De maneira clara e direta eles falam através de seu site na Internet dessa doença que não pode ser curada, mas controlada e oferecem auxílio através de grupos presenciais em algumas cidades brasileiras.


Ultima atualização:     dezembro de 2018
Os nossos sites de apostas favoritos
Classificação de sites-de-apostas.net.



Bet365
5 estrelas valorização
super
4.83 / 5
Bet365 é um site de apostas muito popular e para nós é o melhor site de apostas online. servicio a clientes, quotas de apostas, apostas em direito, fantastica oferta de apostas.
BET365
Site de apostas online Bet365
SITES DE APOSTAS
Site de apostas Bet365 Bet365
Site de apostas Betboo Betboo
Site de apostas Rivalo Rivalo
Site de apostas Sportingbet Sportingbet
Site de apostas Betmotion Betmotion
sites-de-apostas.net valoriza e compara continuamente todos os sites de apostas no Brasil.
Site de apostas | Casas de apostas online | Apostas esportivas | Apostas de futebol | Apostas ao vivo | Apostas online | Sites de apostas
18+, Jogue com responsabilidade! | Jogo responsável | Aviso legal